16 de nov de 2009

Pedro de la Rosa só pilota com patrocínio

O piloto espanhol Pedro de la Rosa segue com problemas de patrocínio. A questão poderá influenciar a participação dele na Campos, equipe do piloto brasileiro Bruno Senna. "Gostaria de ter Pedro de La Rosa, mas ele é espanhol e os patrocinadores espanhóis estão em uma má fase. Há outras opções da Rússia e da Venezuela, mas tudo dependerá dos patrocinadores" - explicou Adrian Campos, referindo-se aos jovens Vitaly Petrov e Pastor Maldonado. A Espanha passa por um das mais difíceis crises econômicas dos últimos anos.
Redação Sport Marketing

Credit Suisse fecha com Roger Federer por 10 anos

O banco suíço Credit Suisse assinou contrato de patrocínio de 10 anos com o tenista Roger Federer. O banco diz que vai fazer uma "contribuição significativa" anual para a Fundação Roger Federer, instituição de caridade fundada pelo tenista para ajudar crianças carentes na África. O Credit Suisse se recusou a dizer os valores do negócio vale e nem o quanto irá repassar para a fundação de Federer. O banco se retirou como patrocinador da F1 no ano passado.
Redação Sport Marketing

Confederações têm até o dia 30 para apresentarem projetos ao COB

O Comitê Olímpico Brasileiro e as Confederações Brasileiras Olímpicas realizaram nesta segunda-feira, dia 16, uma reunião de trabalho na sede do COB com vistas ao início do planejamento técnico para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Este foi o primeiro encontro entre o COB e as Confederações após a vitória na eleição que deu ao Rio de Janeiro a sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Diante do desafio de levar o esporte brasileiro a um salto de qualidade até os Jogos do Rio, o Comitê Olímpico Brasileiro pediu para que as Confederações Brasileiras Olímpicas apresentem, até o próximo dia 30, projetos para o desenvolvimento de suas respectivas modalidades. "A reunião foi muito proveitosa e os presidentes das Confederações entenderam que, sozinho, ninguém tem condições de enfrentar os desafios que estão a nossa frente. Fiz uma chamada à reflexão para a grande oportunidade que temos para trabalhar em prol do esporte e da juventude brasileira. O futuro do esporte brasileiro depende do trabalho que será feito até 2016", disse o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman. "Pedi para que centralizem todo o esforço e o foco na formação de equipes e atletas com condições de darem resultados importantes para o esporte brasileiro. Todos os que estiveram aqui hoje sabem de suas responsabilidades e da imensa oportunidade que temos. Os presidentes têm que estar na linha de frente", completou Nuzman.O Comitê Olímpico Brasileiro avaliará os projetos das Confederações até o dia 11 de dezembro, fará os ajustes que necessários e a partir daí marcará uma nova reunião até o dia 22 de dezembro. "O Departamento Técnico do COB está à total disposição das Confederações para ajudar na elaboração dos projetos. A partir de agora o foco de todos tem que ser a formação e preparação dos atletas brasileiros que disputarão os Jogos Olímpicos de 2016", afirmou Nuzman.Para auxiliar no trabalho das Confederações, o COB informou que pretende colocar à disposição delas um profissional, pago pelo COB, dentro do Departamento Técnico de cada entidade. "Essas medidas têm um objetivo, que é fazer com que o grande beneficiado com a realização dos Jogos Olímpicos no Brasil seja o atleta brasileiro", disse Nuzman.Lei Agnelo/Piva - Outro tema tratado na reunião foi a distribuição dos recursos da Lei Agnelo/Piva para os próximos anos. Em 2010, os valores repassados às Confederações serão os mesmos que os de 2009, mas poderão ser aumentados proporcionalmente caso a estimativa de arrecadação em 2010 seja maior. A partir de 2011 esses valores poderão sofrer revisão, para mais ou para menos, de acordo com a execução do plano a ser apresentado por cada Confederação e aprovado pelo COB. A Confederação Brasileira de Golfe e a Associação Brasileira de Rugby, cujas modalidades só entram no Programa Olímpico dos Jogos de 2016, já passarão a receber recursos da Lei Agnelo/Piva a partir do ano que vem. "A situação dessas modalidades é especial. Até 2012 não haverá uma definição de valores anuais. Essas Confederações receberão recursos a partir do momento em que nos apresentarem projetos a serem desenvolvidos", explicou o superintendente executivo de esportes do COB, Marcus Vinícius Freire. Ele informou também que o COB realizará um seminário para que as entidades dirigentes de golfe e rugby obtenham informações sobre o Comitê Olímpico Internacional, o COB, a Lei Agnelo/Piva, entre outros tópicos, antes de apresentarem seus projetos.
Redação Sport Marketing

Brasil é alvo de investimentos da Coca-Cola

A Coca-Cola, uma das empresas que mais investem em marketing esportivo no mundo, pretende apostar alto em ações no Brasil. A decisão já pode ser considerada um efeito da realização da Copa do Mundo (2014) e dos Jogos Olímpicos (2016) no Brasil, já que a maior fabricante de refrigerantes do planeta está entre os patrocinadores mundiais de ambos os mega-eventos. A Coca-Cola pretende aumentar os investimentos no país para os próximos cinco anos em cerca de R$ 11 bilhões, ou 75% a mais do que no último quinquênio, em expansão dos negócios a partir de 2010.

Redação Sport Marketing

Comitê Paraolímpico fecha com Infraero

O Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB) fechou contrato de patrocínio com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). O contrato terá o valor de R$ 500 mil ano. A empresa, que já patrocina o judô olímpico desde 2005, é a primeira a patrocinar uma modalidade paraolímpica."A palavra patrocínio neste momento representa muito mais do que um apoio financeiro ou uma estratégia de marketing. Conota uma ação social, de incentivo ao esporte, uma atitude de Brasil", afirmou o presidente da estatal, Murilo Marques. O contrato vai até os Jogos Paraolímpicos e de Londres 2012, com forte propensão de se estender até 2016, quando o Brasil será sede do evento.
Redação Sport Marketing

Reebok e São Paulo FC renovam até 2012

Reebok e São Paulo FC anunciaram a renovação do contrato. A empresa que fornece material esportivo para o clube desde 2006 segue com o time vigor até 31 de dezembro de 2012. O clube tricolor terá direito a royalties, luvas e prêmios da marca. Os valores envolvidos no acordo não foram divulgados.

Redação Sport Marketing

Sarah Fisher fecha patrocínio até 2011

Sarah Fisher continuará a ser embaixadora da marca AAA Hoosier. A empresa de seguros seguirá como patrocinadora da piloto da Indy em 2010 e 2011 nas famosas 500 Milhas de Indianapolis. O acordo mantém um relacionamento que começou em 2007. Fisher já competiu na Indy 500 oito vezes e a equipe Sarah Fisher Racing continua atraindo novos patrocinadores. "Estamos muito orgulhosos fechar o quarto e quinto ano de parceria com AAA", disse Fisher. "Sarah tem sido um grande porta-voz da AAA Hoosier. Ela nos ajudou a construir a marca AAA Seguros em um mercado altamente competitivo. Ela é uma atleta muito disciplinada e qualificada, bem como uma empresária bem sucedida", ressaltou à imprensa internacional Steve Vernick, vice-presidente de seguro para AAA Hoosier Motor Club.

Redação Sport Marketing

FIFA vende mais de 82,5% de ingressos da Copa

Termina hoje a segunda fase de vendas de ingressos da Copa do Mundo de 2010. De acordo com a FIFA mais de 82,5% dos ingressos já foram vendidos. Mais da metade dos 668.525 ingressos foi vendida na África do Sul, sede do evento. Os Estados Unidos lideram a lista de procedência das compras, com 84.034 ingressos, seguido por Reino Unido (48.274) e Alemanha (25.024). A terceira etapa de vendas começará em 5 de dezembro - um dia depois do sorteio dos grupos do Mundial, que acontecerá na Cidade do Cabo. A terceira fase durará 49 dias, de 5 de dezembro a 22 de janeiro de 2010, e serão disponibilizadas entradas das mais diversas categorias e para todos os jogos. Também haverá pacotes de viagem autorizados através de agências de turismo designadas pela Fifa, que oferecerão entradas, passagem aérea e hospedagem.
Redação Sport Marketing

Bulgária dá adeus a corridas

A Bulgária desistiu de sediar corridas. De acordo com o presidente da Federação Búlgara de Motociclismo, Bogdan Nikolov, os planos do país de construir um autódromo de primeira classe para organizar provas de F1 e Motovelocidade de nível internacional foram encerrados devido à falta de apoio governamental, que não se comprometeu a financiar as obras. "No final desta que foi, talvez, a nossa temporada de maior sucesso, precisamos suspender nossas atividades. Nós não podemos nos sustentar apenas com os empréstimos pessoais que eu mesmo tenho feito. Preciso pagar os débitos e empréstimos dos bancos, e cheguei até mesmo a vender algumas propriedades pessoais para manter as operações. Não recebemos nenhuma assistência da Agência para a Juventude e Esportes e nem do Ministério dos Esportes, e não há sinal de que vamos receber algo no futuro", desabafou o dirigente ao jornal "Sofia Echo".
Redação Sport Marketing

Speedo renova com Michael Phelps

O nadador olímpico Michael Phelps renovou o contrato de patrocínio com a Speedo. Apesar dos atuais fracos resultados e sete meses depois que um jornal publicar uma foto do medalhista olímpico segurando um cachimbo de maconha, a fabricante de materiais esportivos decidiu seguir apostando no fenômeno que ganhou oito medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Beijing. De acordo com a agência Reuters o novo contrato é de quatro anos e é o maior na história da empresa de 80 anos. Os detalhes contratuais não foram revelados. "Temos uma visão compartilhada para crescer e desenvolver a natação", disse o presidente da Speedo e vice-presidente sênior de marketing, Craig Brommers. "No pior economia da nossa geração, a Speedo está mais forte do que nunca e esse sucesso também é atribuído ao fator Michael Phelps." De acordo com uma pesquisa realizada nos E.U.A. houve um aumento de 11% entre os praticantes de natação em comparação ao ano anterior. Depois do escândalo da foto de fevereiro, a fabricante de alimentos Kellogg encerrou o acordo de patrocínio com Phelps. Outros patrocinadores, entretanto, seguiram com o fenômeno das piscinas entre eles: Omega, Hilton Hotels, PureSport, Subway, Visa, Mazda Motor (na China) e H2O Audio.
Redação Sport Marketing

DBS Group assina com Jogos da Juventude

Os Jogos Olímpicos da Juventude somam mais um patrocinador. O DBS Group assinou contrato e será patrocinador oficial da primeira edição do evento que acontece em 2010 em Cingapura. O DBS servirá parceiro bancário oficial dos Jogos e vai trabalhar em parceria com a Visa, patrocinadora nível mundial do programa TOP Sponsor do IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI). Esta parceria irá liberar 500.000 cartões pré-pagos para ser usado por atletas e funcionários. "Estamos muito felizes de ter o DBS a bordo como o nosso parceiro na categoria serviços bancários, disse Goh NGUAN Kee, presidente-executivo do Comitê Oeganizador dos Jogos Olímpicos da Juventude de Cingapura. " Estamos confiantes de que o DBS irá fornecer serviços bancários excelentes para os participantes deste inaugural multi-evento internacional do esporte". Os termos financeiros do acordo não foram divulgados.
Redação Sport Marketing

Crise afeta venda de camisas do Real

A venda de camisas do Real Madrid não é mais a mesma. Segundo matéria da TV Bloomberg, as lojas autorizadas a vender as camisas dos craques do clube merengue que atualmente são Cristiano Ronaldo, Kaká e Benzema, registaram uma queda de 25% das vendas, em comparação ao ano de 2003, período em que as estrelas do time eram Beckham, Zidane e Figo. "O ano, em que Beckham chegou, foi fantástico. Estávamos sempre sem camisas, eram todas vendidas. Agora há sempre em estoque", assegurou Isabel Botía, gerente de uma loja de Salamanca. A Bloomberg justifica esta queda também se deve à crise econômica que assola a Espanha, a pior nos últimos 60 anos, com o desemprego a chega aos 19,3 por cento. "É culpa da crise, sem dúvida. Houve um aumento quando Cristiano assinou, mas agora não há muita procura", explicou Eugenio Martínez, dono de uma loja em Madrid.
Redação Sport Marketing

Brawn GP é da Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz anunciou a compra da equipe Brawn GP. De acordo com agências internacionais, a Mercedes terminou a parceria com a McLaren para estabelecer novo acordo com a equipe atual campeã mundial de pilotos e construtores. A escuderia dirigida por Ross Brawn passará a ter o nome da montadora alemã, que ainda não anunciou quem serão os pilotos. "O acordo contempla a aquisição de 75.1% da Brawn GP, 45.1% dos quais serão da Daimler e 30% do nosso parceiro Aabar Investments. O restante ficará nas mãs de Ross Brawn, Nick Fry e outros atuais membros da equipe. Ross Brawn continuará a ser o diretor. Tal como o departamento de motores, a nova equipe da Mercedes Benz será coordenada pelo diretor da Mercedes Benz Motorsport, Norbert Haug", revelou o presidente do conselho de administração do grupo Daimler, Dieter Zetsche. A relação de parceria com a McLaren irá sofrer alterações também, com a escuderia de Woking a adquirir os 40% do capital social detidos pela Mercedes nos próximos dois anos, altura em que terminará a parceria, mantendo-se no entando em vigor um contrato de fornecimento de motores durante os próximos seis anos. O contrato atual entre as duas partes terminaria em 2011, mas, após negociações mantidas nas últimas semanas, a McLaren e a Mercedes chegaram ao presente acordo de fornecimento de motores até final da temporada 2015.
Redação Sport Marketing

MediaCorp, SingTel e StarHub detém direitos dos Jogos da Juventude

O IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI) fechou com três empresas os direitos de tranamissão da primeira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude que serão realizados ano que vem em Cingapura. MediaCorp, SingTel e StarHub serão as emissoras oficiais locais do evento. O Olympic Broadcasting Services (OBS), órgão do COI responsável pela transmissão dos Jogos, será responsável pela entrega das imagens de transmissão dos eventos ao vivo. O COI também informou que todos os parceiros de transmissão dos Jogos Olímpicos oficiais terão oportunidade de adquirir os direitos de transmissão do evento no país, sem encargos, contanto que garantam certos níveis de exposição em todas as plataformas de mídia. "A primeira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude será um momento importante para o Movimento Olímpico ", disse o presidente do COI Jacques Rogge." É a primeira vez que o COI lança um novo evento e uma nova plataforma de marketing desde a primeira Jogos de Inverno em 1924. O anúncio de hoje é um grande passo em frente no sentido de garantir que os Jogos Olímpicos da Juventude estão disponíveis para os espectadores em todas as plataformas de difusão no mundo'.
Redação Sport Marketing

CCTV fecha com FIFA

A China Central Television - CCTV - rede estatal chinesa de televisão, fechou acordo com a FIFA. A rede de televisão nacional chinesa deteve os direitos de transmissão das duas próximas Copas do Mundo. O contrato é de cinco anos. A CCTV mostrará também outros eventos da Fifa e torneios, incluindo a Copa das Confederações e a Copa do Mundo Feminina. A CCTV, emissora que foi detentora dos direitos d etransmissão dos Jogos Olímpicos de Beijing, tem 38 canais e soma mais de um bilhão de telespectadores em todo o país. "A FIFA está satisfeita em ter alcançado um acordo tão significativa com a CCTV", disse o secretário geral da Fifa, Jerome Valcke. "Nós acreditamos que este é o início de uma cooperação a longo prazo de cooperação que irá ajudar a fortalecer ainda mais o futebol na China e tornar ainda mais popular."

Redação Sport Marketing