30 de jul de 2009

TMN vibra com retorno de patrocínio esportivo

O investimento em marketing esportivo foi mais do que positivo para a TMN. A empresa obteve retorno de 154,9 milhões de euros em resultado ao patrocínio ao futebol na temporada passada.A marca da PT superou o BES. De acordo com um levantamento realizado pela Cision, empresa de estudos de mercado que analisou 1.200 veículos de imprensa portugueses e 10 canais de televisão, a marca TMN liderou no ano passado, seguida pela Sagres, com 151,3 milhões de euros, e o Banco Espírito Santo, com 133,19 milhões de euros. Na temporada 2007/2008 o BES tinha sido a marca com maior retorno (126,8 milhões de euros), seguindo-se a TMN, Galp energia e Sagres. Na última época a TMN cresceu 71%, a Sagres 93% e o BES subiu 5%. O MEO é a segunda marca do Grupo Portugal Telecom com maior retorno (94,7 milhões de euros), seguindo-se a Galp Energia, Coca Cola, CGD, Portugal Telecom, Vodafone e Sapo. As quatro marcas do Grupo PT obtiveram um retorno conjunto de 299 milhões de euros, o que representa um crescimento de 15% acima do mercado. A companhia patrocina os três “grandes” do futebol português.

Redação Sport Marketing

Adidas renova com Uefa

A Adidas renovou contrato com a Uefa por mais 3 temporadas. Com este novo contrato em vigor até 2012, a Adidas irá continuar a fornecer bolas a todas as provas da Uefa, produzindo uma bola diferente para a Champions League, Europa League e Uefa Super Cup. A fabricante alemã de materiais esportivos irá realizar o aporte financeiro de 14,7 milhões de Euros pelos três anos de contrato. A empresa fabrica bolas desde 1963 e começou a fornecer bolas de jogo oficiais a partir de 1970. Recentemente, a empresa tornou-se novamente a patrocinadora oficial da Bundesliga por mais quatro temporadas.
Redação Sport Marketing

Meio Ambiente: Timberland e Nike em defesa da Amazônia!

A fabricante de calçados Timberland anunciou que não utilizará mais couro proveniente de animais criados em áreas recém desmatadas na Amazônia. A empresa passa a exigir que os fornecedores se comprometam com uma moratória da expansão de gado sobre áreas de desmatamento recente, garantindo assim que o couro usado não contribua com novos desmatamentos na Amazônia. “Com seu comunicado, a Timberland elevou o patamar das políticas ambientais e sociais de compra de couro de fornecedores que atuam na Amazônia. Esperamos que a nova postura da empresa sirva de alerta para os frigoríficos brasileiros, de que não há espaço no mercado para produtos que causam mudanças climáticas e destruição da floresta”, disse André Muggiati, do Greenpeace. Na semana passada outra gigante do setor, a Nike, já havia adotado uma política semelhante e decidiu cancelar a compra de couro vindo de animais criados em pasto ilegal, que destruíam áreas preservadas da floresta. A empresa passará a exigir dos fornecedores um sistema eficiente de rastreabilidade de origem da matéria prima, com a garantia que esse produto não está causando o desmatamento na região. O prazo dado pela empresa para regularização da situação é de um ano.
Redação Sport Marketing

Portsmouth anuncia novo patrocínio de camisa

O Portsmouth assinou patrocínio de camiseta de três anos com o portal Jobsite. De acordo com o time da Premier League, o acordo, anunciado no site oficial da equipe, destaca a notícia da compra do clube pelo bilionário Sulaiman Al Fahim, dos Emirados Árabes. Os Pompey não divulgaram detalhes financeiros sobre o acordo.
Redação Sport Marketing