7 de jul de 2009

Mohamed Ali eleito melhor atleta de todos os tempos

O ex-pugilista norte-americano Mohamed Ali foi eleito o melhor atleta de todos os tempos. Um grupo de 53 jornalistas esportivos participaram da votação lançada pelo jornal alemão Bild. Na lista restrita aos dez melhores esportistas da história, o Rei Pelé aparece em segundo lugar, seguido pelo ex-piloto alemão Michael Schumacher. Além de Pelé, mais dois representantes do futebol receberam votos: o alemão Franz Beckenbauer (quarto) e Diego Maradona (oitavo). O tenista suíço Roger Federer foi o quinto mais votado, que acaba de se tornar no tenista com mais títulos do Grand Slam (15), e o norte-americano Michael Phelps, que conseguiu o feito inédito de oito medalhas de ouro numa edição dos Jogos Olímpicos, em Beijing 2008 ficou em décimo lugar.
Redação Sport Marketing

João Henrique Areias fala dos bastidores do Flamengo

Depois de presidir o departamento de esportes olímpicos do Flamengo, o especialista de marketing esportivo João Henrique Areias, resolveu pedir demissão do cargo. Agora, Areias parece disposto a mostrar o que se passa nos bastidores do time da Gávea e promete publicar uma série de artigos sobre o tema! No último artigo, Areias fala do modelo de gestão arcaico do time que tem a maior torcida do país! Acompanhe....
"A partir deste mês de Julho a política aquecerá o Flamengo. De 3 em 3 anos é a mesma coisa. O clube praticamente pára. Acusações de todos os lados tornam a imagem do clube mais negativa e dificulta a busca de parcerias com empresas, governo e com os torcedores.Voltando ainda ao caso Patrícia Amorim x Márcio Braga. No final de janeiro deste ano, Márcio pediu o cargo à ex vice presidente de esportes olímpicos, porque ela declarou públicamente que ia se candidatar à presidência do clube. Por ser um cargo de confiança, não remunerado, contrariando o protocolo, ela não entregou e o Márcio a destituiu, criando um mal estar na sua saída.Por compromissos eleitorais anteriores, Márcio deverá apoiar o atual vice presidente geral (eleito) Delair Dumbrosck. Daí a atitude política do Márcio, na final do basquete, ser incompreensível.Outro momento que mostra que a política se sobrepõe aos interesses do clube, foi quando o governador Sérgio Cabral recebeu a equipe de basquete logo após a conquista do Sul Americano. Num jogo no Maracanãzinho, pedi à secretária de esportes Márcia Lins que agendasse a visita. Na véspera, soube que a Patrícia iria e o Delair, então na presidência substituindo o presidente licenciado, não gostou. Liguei prá Patrícia, já afastada de qualquer cargo no clube, e falei da minha preocupação com algum possível constrangimento entre ela e o Delair. Ela me tranquilizou, mas disse que era um momento político, num ambiente político e que como política ela deveria estar presente.A meu ver, este modelo do dirigente voluntário caducou. Até os anos 70, quando este dirigente lidava apenas com sócios e torcedores, funcionou bem e criou grandes marcas como Flamengo e outros grandes clubes do esporte brasileiro. A partir dos anos 80, com a entrada em cena da TV e dos anunciantes, os clubes já deveriam ter buscado um novo modelo, mais adequado ao profissionalismo que a indústria do entretenimento exigia. Nos anos 90, surgiram os agentes de jogadores licenciados pela FIFA e os investidores como ISL (Flamengo e Grêmio), Nations Bank (Vasco) Banco Excel (Botafogo), Octagon (Atético-MG), Hicks Muse (Corinthians), etc, que investiram rios de dinheiro numa estrutura amadora. Não poderia dar certo, foram embora. Agora, estes agentes associados a investidores, são "donos" dos clubes, detendo a maior parte dos direitos econômicos dos atletas. Esta relação que poderia ser positiva, se os clubes fossem pró ativos, desenvolvendo seus próprios planos de negócios, tem sido desbalanceada e os clubes estão cada mais endividados. E este desequilíbrio não é só com estes "players". É também com a TV e anunciantes que negociam com dirigentes voluntários, despreparados, porque se dedicam a outras atividades e chegam nos clubes no final da tarde, porque não são remunerados."
Redação Sport Marketing

Atacante da seleção vira boneco do Internacional

O departamento de marketing do Internacional segue na produção de miniaturas dos jogadores do time. Depois de homenagear os argentinos Guiñazu e D’Alessandro, que juntos, venderam mais de 4 mil unidades, agora chegou a vez do atacante da seleção Nilmar. O terceiro minicraque tem 15 centímetros de altura, é emborrachado e possui base móvel. O brinquedo está à venda nas lojas Inter Sport por R$ 49,90. Sócios pagam R$ 45. O departamento de marketing do Colorado prevê um crescimento de 50% na comercialização da miniatura do atacante. Até o final do ano, o Inter pretende lançar os minicraques de Claudiomiro, Kléber, Índio, Taison e Magrão, todos jogadores do grupo atual.

Redação Sport Marketing

Franz Beckenbauer apoia candidatura da Inglaterra a Copa do Mundo

A candidatura da Inglaterra para sediar a Copa do Mundo 2018 conta com o apoio do ex-jogador Franz Beckenbauer. Otimista, Beckenbauer, ex-membro do comitê organizador da Copa do Mundo FIFA de 2006, na Alemanha, afirma que o país inglês poderia hospedar o torneio "amanhã", se necessário. O alemão que foi vencedor da Copa como jogador e dirigente está entre os 24 membros do Comitê Executivo da FIFA, que votará as sedes das Copas de 2018 e 2022. "Como um membro da UEFA, eu gostaria de ver a Copa na Europa, mas é uma corrida aberta", disse ele. "A Inglaterra poderia hospedar a competição amanhã, porque tem estádios, infra-estrutura, fãs, tudo. Mas há um monte de outros países diferentes licitando. Vamos esperar e ver". FIFA recebeu nove propostas para a Copa de 2018 e de 11 para o evento de 2022. O presidente da FIFA Sepp Blatter já disse Inglaterra é "um candidato muito forte" para receber o torneio em 2018.

Redação Sport Marketing

Emporio Armani patrocina Campeonato Mundial de Natação

A Emporio Armani será patrocinadora oficial do Campeonato Mundial de Natação. O evento marcado para acontecer em Roma irá contar com a marca do estilista Giorgio Armani que irá projetar e fornecer uniformes para todos os oficiais Federação Internacional de Natação (FINA), bem como para todos os membros da equipe italiana. O valor do patrocínio é de US$250,000. A marca Armani já patrocina a nadadora Federica Pellegrini, medalha de ouro olímpica. O jogador de futebol David Beckham também é garoto propaganda da marca Armani que também veste os jogadores do Chelsea em eventos fora de campo.

Ler matérias arquivo:
Sport Marketing: David Beckham é garoto propaganda da Emporio Armani
Sport Marketing: David Beckham no auge do mundo da moda
Sport Marketing: David Beckham de cueca na Oxford Street
Sport Marketing: Felipão veste Armani no Chelsea
Sport Marketing: Mural gigante de Beckham de cuecas pára o trânsito

Redação Sport Marketing

La Manga Club assina com Federação Europeia de Tênis

O La Manga Club, um dos mais famosos resorts da Europa, será parceiro oficial da Federação Europeia de Tênis. O contrato é pelos próximos três anos, com início em outubro. O patrocínio está avaliado em US$300,000 e a parceria viabiliza uma série de conferências e eventos da Federação no resort, que possui 28 quadras de tênis, oito campos de futebol e três campos de golfe e críquete.
Redação Sport Marketing

Nike fecha acordo com Universidade da Carolina do Norte

A Nike assinou contrato multimilionário de dez anos com a Universidade da Carolina do Norte. A empresa fornecerá materiais esportivos para a equipe UNC de atletismo: t~enis, sapatilhas, uniformes e outros equipamentos até 2018. A maior fabricante de materiais esportivos do mundo realizará uma série de pagamentos. O aporte financeiro inicial será de US$ 1 milhão e será utilizado para a revisão na iluminação e acústica da escola Dean E. Smith Center, enquanto um extra US$ 2 milhões irão para a Fundação Chancellor's Academic Enhancement. Em viagens e hospeagem das equipes da UNC serão destinados US$ 1,625 milhões, enquanto US$ 450.000 serão utilizados para financiar os torneios da universidade e US$ 1 milhão será mantido em reserva para pagamento de prêmios aos atletas com base no desempenho. No total, o negócio foi avaliado em US$ 37,7 milhões durante os dez anos.

Redação Sport Marketing

ConocoPhillips estende apoio à natação americana

A ConocoPhillips segue patrocinando a natação norte-americana. A empresa renovou contrato pelos próximos dez anos. O negócio foi anunciado um dia antes de começarem os campeonatos nacionais que terão a marca ConocoPhillips como patrocinador master. Baseada em Houston, a ConocoPhillips é uma mepresa do ramo de energia e tem patrocinado o esporte americano há mais de 36 anos. Os valores da negociação não foram revelados, mas sabe-se que segundo o acordo parte da verba da ConocoPhillips será doada para a USA Swimming Foundation, uma entidade que apoia a expansão da natação por meio do projeto "Make a Splash. Parte desse dinheiro irá permanecer em Houston, onde mais de 900 crianças já aprenderam a nadar através de programas locais.
Sandra White - Correspondente Sport Marketing - Estados Unidos

Circuito de Fuji sai da cena da F1

O Fuji International Speedway, filial da fabricante de automóveis Toyota, vai abandonar a F1. O autódromo não irá hospedar o GP do Japão de 2010. O motivo seria a crise econômica mundial, uma vez que a corrida tem custo estimado entre 2 bilhões e 3 bilhões de ienes (12/18 milhões de libras). "Peço desculpas por ser incapaz de viver de acordo com as expectativas", disse Hiroaki Kato, presidente da Fuji International Speedway. A Toyota foi obrigada a abandonar vários projetos para economizar fundos.

Redação Sport Marketing