22 de jun. de 2009

George Gillett vende time da NHL

George Gillett concordou em vender sua participação do Montreal Canadiens, time da NHL. A negociação foi avaliada em torno de US$ 550 milhões (£ 330 milhões). O time estava à venda desde o início do ano. O acordo inclui 80% das ações do empresário na equipe, o Bell Centre arena, e os Gillett Entertainment Group. O comprador foi o já acionista Geoff Molson, dono de 20% das ações do time e proprietário da cerveja norte-americana Molson Coors Brewing Company. Especula-se que a venda dê a Gillett fôlego para continuar com o time inglês Liverpool. Gillett e Tom Hicks, donos do time inglês, têm até 24 de julho para reembolsar £ 350 milhões que devem ao banco RBS devido a empréstimos. A Kop Holdings, empresa-mãe da Liverpool, perdeu £ 42,6 milhões no ano encerrado em agosto 2008, com pagamentos de juros sobre empréstimos de £ 36,5 milhões. O Liverpool foi colocado è venda no ano passado, mas não teve comprador. para pedir preço aa relatados na região de £ 500 milhões, mas nenhuma venda foi concretizada. Apesar do empenhamento de Gillett para manter o Liverpool, dois grupos de fãs se uniram em uma tentativa de expulsar o empresário americano e seu co-proprietário Tom Hicks do clube. Os dois grupos, ShareLiverpoolFC and Spirit of Shankly (SOS), irão apelar aos torcedores para investir na aquisição do clube. Os grupos têm realizado manifestações junto ao Royal Bank of Scotland para não permitir que os dois empresários americanos refinanciem os empréstimos contra o clube.

Redação Sport Marketing

Árabe compra time inglês

Os tablóides britânicos anunciam que um membro da família real dos Emirados Árabes Unidos adquiriu 60% de um clube da Liga inglesa. Fontes próximas à Sulaiman Al Fahim, que pretende assumir Portsmouth, negou que a história está ligada a ele. Um funcionário da Emirates News Agency (WAM) informou que o xeque Ahmed Bin Saqr Al-Qassimi seria o empresário responsável pela aquisição e que Sheikh Ahmed será presidente honorário do clube ainda desconhecido da imprensa, embora sejam fortes as especulação de que o clube seria o Liverpool. Entretanto, a hipótese já foi desmentida por fontes próximas ao clube inglês. Porém, a imprensa britânica não se convenceu. É fato que a notícia se espalha na mesma semana em que George Gillett, co-proprietário do clube, concordou em vender as ações dele do Montreal Canadiens, franquia da NHL. No ano passado, Abu Dhabi's Sheikh Masnour Bin Zayed al Nahyan comprou Manchester City.
Redação Sport Marketing

Andy Murray vira personagem de revista infantil

O tenista Andy Murray, é a atração da edição especial da revista cômica de quadrinhos BeanoMAX, dedicada ao Grand Slam inglês. O número 3 do mundo, esperança britânica nesta edição de Wimbledon, aparecerá ma capa da revistinha ao lado de um dos personagens principais da revista, Max. Na tira, Max desenha um retrato de Murray e, depois de pregá-lo na parede, tenta jogar tênis com ele. Max tem certeza da vitória, mas a bola sempre vem de volta, mostrando a supremacia de Murray. Esta é a primeira edição da revista BeanoMAX dedicada a Murray, mas no ano passado ele e o irmão mais velho Jamie apareceram numa tira, ajudando a levantar fundos para o Sports Relief.
Redação Sport Marketing

Deutsche Telekom fecha patrocínio para Copa do Mundo FIFA

A Deutsche Telekom fechou contrato de patrocínio com a Copa do Mundo FIFA de futebol feminino. A empresa é a primeira empresa a se aliar ao evento que será realizado na Alemanha em 2011. O negócio foi anunciado pelo presidente da Telekom René Obermann que também divulgou que durante os dois anos do patrocínio, a empresa realizará um aporte financeiro de US$300,000. A empresa de telecomunicações já tem relação sólida com a Federação Alemã de Futebol. "É um ótimo sinal que a Deutsche Telekom esteja buscando um papel ativo na Copa do Mundo FIFA de futebol feminino," diise o presidente da DFB, Dr. Zwanziger. "A Copa do Mundo em 2011 será uma oportunidade maravilhosa para impulsionar ainda mais a paixão pelo futebol feminino", disse René Obermann presidente da Deutsche Telekom. O programa de marketing FIFA prevê que além dos parceiros comerciais da própria FIFA, o Comitê Organizador poderá nomear até seis empresas alemãs ou organizações nacionais como patrocinadores locais.

Redação Sport Marketing

Banco italiano pode comprar Roma

O banco italiano Mediobanca deverá adquirir 67% das ações da AS Roma. Sendo concretizada, a negociação coloca assim ponto final ao domínio da família Sensi no clube da capital italiana. A "SkySports" adianta que o Mediobanca aceitou uma proposta do milionário Vinicio Fioranelli feita em nome de um investidor suíço, partindo agora para a compra das ações por 160 milhões de euros. Em 16 anos de domínio da família Sensi, cujo patriarca e presidente do clube, Franco Sensi, faleceu em agosto de 2008, teria possibilitado o negócio. Sob a gestão de Sensi, a Roma ganhou um campeonato (2000/01), duas Taças de Itália (2006/07 e 2007/08) e duas Supertaças (2001 e 2007).
Redação Sport Marketing