12 de jun. de 2009

Mercado: Aon Brasil quebra recordes

O grupo Aon informou que bateu recordes no País no primeiro quadrimestre de 2009, com receita 20% maior do que no mesmo período de 2008. Na cidade de São Paulo, maior fonte de faturamento das seguradoras, a receita da Aon cresceu 22%, enquanto as 11 filiais tiveram crescimento de 31% em comparação ao ano anterior. A área que mais cresce é a de benefícios, com evolução de 28%, seguida por ramos elementares, com 18%. A Aon aposta que o mercado de seguros continuará crescendo, devido ao espaço que ainda existe em produtos que estão sendo ofertados para empresas e para pessoas. O objetivo da Aon é crescer 17% este ano em receita. A Aon assinou recentemente contrato de patrocínio do time inglês Manchester United.
Redação Sport Marketing

Deputados futucam relações entre Ministério do Esporte e COB

Deputados tentam descobrir informações sobre convênios celebrados entre o Ministério do Esporte e o Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Em 11 de março, a Mesa Diretora da Câmara aprovou um requerimento pedindo dados sobre seis acordos assinados entre a pasta e a instituição. Dois meses após o prazo para resposta, encerrado no dia 13 de abril, o ministério ainda não respondeu os questionamentos. De acordo com o portal Ultimo Segundo, 'os convênios estão especificados no Requerimento de Informação (RIC) 3731/09, de autoria do deputado Miro Teixeira (PDT-RJ), apresentado em plenário em 19 de fevereiro e aprovado pela Mesa Diretora em 6 de março. Cinco dias depois, o presidente da Casa, Michel Temer (PMDB-SP), ratificou o pedido e o encaminhou ao Ministério do Esporte'.
Redação Sport Marketing

Nike faz homenagem a Pete Sampras

A Nike criou um comercial em homenagem a Roger Federer. O tenista foi vencedor de Roland Garros, completando quatro Grand Slams, igualando o recorde de 14 títulos de Pete Sampras. O anúncio inclui uma pequena participação do desenho de Pete Sampras feito por um cartunista. Para ver a propaganda, visite Nike Federer commercial link.

Redação Sport Marketing

Jogadoras posam nuas em campanha da FFF

A Federação Francesa de Futebol (FFF) lançou uma campanha que promete levantar a arquibancada. A FFF promoverá uma grande campanha da qual protagonizam quatro jogadoras de futebol nuas sob o slogan: “Temos que estar nuas para nos verem jogar?”. A intenção é aumentar o interesse no futebol feminino, principalmente no Campeonato da Europa, que começa dia 23 de agosto na Finlândia. Esta não é a primeira vez que mulheres tiram a roupa em campanhas para somar torcedores ou angariar patrocínio.


Redação Sport Marketing

Cristiano Ronaldo é do Real Madrid

Cristiano Ronaldo é do Real Madrid. Foi a transferência mais cara da história do futebol: 94 milhões de euros. "A pedido de Cristiano - que mais uma vez expressou o seu desejo em sair - e após conversações com os representantes do jogador, o United aceitou dar permissão ao Real Madrid para falar com o jogador"- lê-se no site do Manchester United. O Real Madrid é agora responsável pelas quatro contratações mais caras da história do futebol: Ronaldo (94 milhões de euros), Zidane (75 milhões), Kaká (65 milhões) e Figo (61,7 milhões). "O Real Madrid confirma ter feito uma oferta ao Manchester United para a aquisição dos direitos desportivos de Cristiano Ronaldo. O clube espera chegar a acordo com o jogador nos próximos dias", adiantam os merengues, no site oficial. O investimento de mais de 160 milhões de euros em apenas dois jogadores (Kaká e Cristiano Ronaldo) parece desmentir que a crise financeira tenha afetado a elite do futebol mundial. Caso se confirme a transferência de David Villa, o Real terá de gastar entre 35 a 40 milhões de euros: tudo somado, chegaria aos 200 milhões de euros em três jogadores (Ronaldo, Kaká e Villa). Apesar da estimativa da dívida do Real Madrid rondar os 500 milhões de euros, o clube da capital espanhola lidera a lista dos mais ricos do mundo e é o campeão das receitas a nível mundial, faturando mais do que 360 milhões de euros/ano. Só depois vem o Manchester.
Redação Sport Marketing

Relatório do TCU aponta irregularidades na Vila do Pan

O Tribunal de Contas da União (TCU) anunciou que vai cobrar o Consórcio Interamericano e os responsáveis pela licitação dos serviços para a construção da Vila Pan-americana, por superfaturamento. O valor corrigido a ser pago, divulgado no site do TCU, é de R$ 2.740.402,54 de acordo com o relatório do ministro Marcos Vinicios Vilaça. O TCU destaca em relatório aprovado que uma série de irregularidades foram listadas entre elas: cobrança indevida na instalação de ar-condicionado, montagem de cadeiras, instalação de persianas, fornecimento de colchões e até no serviço de camareira, cobrança extra pela montagem de camas, espelhos e abajures. O Tribunal de Contas ainda viu irregularidade na opção do consórcio e seus responsáveis por alugar equipamentos e serviços de hotelaria, o que restringiu a participação de outras empresas na licitação. Os acusados pelo superfaturamento seriam os membros da secretaria executiva do comitê organizador do Pan no Ministério do Esporte, além do Consórcio Interamericano liderado pela empresa JZ Engenharia. Um dos citados no processo é Ricardo Leyser Gonçalves, secretário executivo do Comitê de Gestão das Ações Governamentais nos Jogos Pan-Americanos de 2007 quem ocupa cargo similar no comitê de candidatura do Rio de Janeiro para os Jogos Olímpicos de 2016, representando o governo federal. A defesa têm 15 dias para se apresentar, pois cabe recurso da decisão, ou efetuar o pagamento dos R$ 2,7 milhões ao Tesouro Nacional. A questão é mais uma das envolvidas na organização dos Jogos Pan-americanos de 2007, que foi realizado no Rio de Janeiro. Em nota, a assessoria de imprensa do Ministério do Esporte declarou que "estranhou a decisão, uma vez que, em setembro de 2008, o mesmo TCU havia se manifestado explicitamente pela regularidade da execução do contrato feita pelo Ministério". Ainda segundo o comunicado do Ministério, "a decisão não analisa mérito do assunto e sim abre um procedimento administrativo para discussão dos valores questionados", e que "isso permitirá reapresentar toda documentação fornecida anteriormente ao TCU".
Redação Sport Marketing

Diego Hypólito conta com 'pistolão' de ministro Orlando Silva

Sem receber salários do Flamengo e sem ganhar a verba do patrocínio da Prefeitura de Niteroi, o ginasta Diego Hypolito agora vai contar com a recomendação de uma pessoa influente. O 'pistolão' (segundo o dicionário Michaelis: recomendação de pessoa influente; empenho, cunha) do ginasta será o ministro do Esporte, Orlando Silva, que se reuniu com Diego e afirmou que pretende atuar no incentivo a possíveis patrocinadores para que apoiem o atleta. A intenção é mais do que válida, ainda mais, porque abriu um precedente que pode vir a interessar outros atletas medalhistas olímpicos que também estão passando pelo mesmo problema, ou seja, falta de patrocínio e apoio financeiro. Inúmeros são os atletas que precisam de uma indicação para conseguir começar uma negociação de patrocínio, afinal de contas, no Brasil, quem não chora não mama e quem não tem 'pistolão' não salta nem anda prá frente! Infelizmente, a cultura do 'pistoão' sobrevive desde os tempos do Brasil colônia e ainda é alimentada por muitos diretores, empresas, dirigentes e representantes de órgãos importantes da sociedade. Quando um atleta ou um profissional será valorizado pelo CV, por aquilo que ele representa ou realiza? Só Deus sabe! Pelo jeito, a saída para os atletas é o caminho do gabinete do Ministro. Rumo à Brasilia!
Redação Sport Marketing

Vasco perde Lotto, mas ganha Penalty

Muito se falou na Lotto, para confeccionar as camisas do time da Colina, mas a Penalty parece ter dado uma finta na marca italiana. A diretoria clube, em nota publicada no site oficial do clube, anunciou que aceitou a proposta da Penalty, que selaram um acordo que pode gerar até R$ 64 milhões para os cofres do clube durante os próximos cinco anos. A proposta foi considerada irrecusável por alguns membros da cúpula cruzmaltina. Na semana passada, a Lotto chegou a divulgar o acerto de forma oficial, mas voltou atrás após uma negativa da diretoria vascaína, que preferiu seguir os contatos com a Penalty, empresa com a qual o Vasco tem um débito de cerca de R$ 8 milhões, renegociado no novo contrato de patrocínio. Mais detalhes do acordo selado serão informados nesta sexta-feira, às 10h, na sede do Vasco, na entrevista coletiva de Roberto Dinamite, José Hamilton Mandarino, Fabio Fernandes e Eduardo Ruschel (diretor comercial e de marketing da Penalty).

Redação Sport Marketing

Alemanha se prepara para sediar Gay Games

A cidade de Colônia, na Alemanha, terra natal do ex-piloto de F1 Micheal Schumacher, realiza entre 31 de julho e 7 de agosto de 2010, a 8ª edição dos Gay Games. O evento é uma espécie de Jogos Olímpicos para o público LGBT. A organização espera reunir 12.000 atletas, durante uma semana. O lema desta edição é "Be part of this" (Faça parte disso). O objetivo dos organizadores é lutar por uma coexistência mais tolerante e pacífica. Os jogos são abertos a todos aqueles interessados em participar - independente da orientação sexual - e não há critérios de qualificação. Para a abertura, que acontecerá no RheinEnergieStadion, Colônia espera receber 3.400 expectadores. Medalhas serão disputadas nas modalidades: badminton, basquete, vôlei de praia, sinuca (bilhar), bodybuilding, boliche, hockey no gelo, patinação artística, squash, tênis, saltos ornamentais, hoquey no campo, futebol, levantamento de peso, golf, handball, patinação de velocidade inline, lutas, atletismo, nado sincronizado, tênis de mesa, vôlei, ciclismo, xadrez, natação, vela, softball, escalada, tiro, dança, triathlon e pólo aquático. O idealizador do Gay Games foi Dr. Tom Waddell, atleta olímpico de decatlon. A primeira edição do Gay Games foi em San Francisco (EUA), em 1982. Desde então, o evento já ocorreu em Vancouver (1990), Nova York (1994), Amsterdã (1998), Sydney (2002) e Chicago (2006). Os jogos são organizados de quatro em quatro anos, pela Federação do Gay Games, a exemplo dos Jogos Olímpicos do IOC - Internacional Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional que não endossa essa competição.

Redação Sport Marketing

Banco Bonsucesso patrocina o Cruzeiro

O Banco Bonsucesso é o novo patrocinador do Cruzeiro. O banco vai estampar o logotipo na frente e nas costas da camisa celeste até o final da temporada. Os valores oficiais da negociação não foram revelados sob a alegação de que há uma clausula contratual que veda a divulgação de valores. Porém, especula-se que o contrato supera o anterior com a construtora Tenda. ."O patrocínio que fizemos foi maior do que tínhamos, então houve realmente um avanço. Fico feliz de ver uma empresa mineira reconhecendo o valor do Cruzeiro, investindo no Cruzeiro. Tínhamos outras opções, mas o fato de a empresa ser mineira pesou bastante, e acima de tudo a credibilidade que a empresa tem" - disse o presidente do clube Zezé Perrella. A estreia do novo patrocinador na camisa cruzeirense no próximo domingo, no jogo que o time fará contra o Palmeiras, no estádio Palestra Itália.


Redação Sport Marketing

Donington Park confirmado na F1

Donington Park fechou contrato com a F1 pelos próximos 17 anos. O circuito enfrentava problemas judiciais, mas de acordo com o chefão da pista, Simon Gillett, tudo foi resolvido. “O Bernie Ecclestone nos assegurou uma rede de segurança. Nosso problema de financiamento foi resolvido e já não existe mais a chance de Donington sair e dar lugar novamente a Silverstone. O Sr. Ecclestone mesmo já afirmou que espera realmente que tudo dê certo, já que não quer voltar atrás com Silverstone. Assim, nossa presença em 2010 ficou ainda mais viável, porque nossos apoios financeiros dependiam do contrato que teríamos. O comprometimento da categoria com Donington nos ajudará muito”- disse Gillett à imprensa internacional. “O apoio de 100 milhões de libras que tínhamos foi cancelado. Assim, estamos buscando acorda cerca de 30 milhões de libras. Estamos confiantes com o que já conseguimos e nosso contrato de 17 anos também deverá ajudar a ter esse investimento de alguma parte. Com essas novidades, muita gente apareceu para apoiar nosso projeto” - acrescentou.

Redação Sport Marketing

Adriano entre Nike e Olympikus

'Deixa Comigo' é a frase do outdoor em que Adriano aparece endossando a marca Nike, fabricante americana de materiais esportivos que será substituída pela Olympikus. Adriano endossa os modelos de chuteira da Nike até 2011. O vínculo entre a Nike e o Rubro-Negro termina dia 1º de julho, a partir dessa data, ainda segue como ponto de interrogação como o jogador irá atuar com o endosso pessoal da Nike de forma que a Olympikus não reclame os direitos de imagem referentes ao patrocínio fechado com o clube. “Independentemente do clube, ele tem contrato com a Nike e faz peças publicitárias” - disse o gerente de comunicação da Nike no Brasil em matéria publicada no portal do jornal carioca O Dia. No filme da campanha Rala que Rola, Adriano aparece treinando, suando e diz: “Eu sou vilão? Sou mocinho? Sou o cara? Sou moleque? Sou mascarado? Acabado para o futebol? Só por cima do meu cadáver”. Adriano que não tem frequentado os treinos do time da Gávea com assiduidade, parece não ter consciência de que na história dos grandes conquistadores, o Império romano um dia caiu.
Redação Sport Marketing