4 de jun. de 2009

FIAT fecha patrocínio do Quatro Rodas Experience

A 4ª edição do Quatro Rodas Experience conta com mais uma patrocinadora. FIAT passa a fazer parte do grupo de montadoras que participam do evento composto por Renault, Kia Motors, Volkswagen, Nissan, Citröen e TAC. Neste ano, o Quatro Rodas Experience,marcado para acontecer de 9 a 14 de junho no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, irá oferecer mais de 5 mil test-drives em carros de marcas e modelos diversos, além de um espaço para venda de veículos, oficina itinerante, globo da morte e exposição de veículos antigos.
Redação Sport Marketing

Valência estende patrocínio

O site de apostas Unibet estendeu contrato de patrocínio com o Valência até 2011. Os valores da nova negociação não foram revelados, mas sabe-se que além do fixo, o montante do investimento poderá variar de acordo com o desempenho do time espanhol em todas as categorias envolvidas na parceria. O patrocínio inclui todas as categorias de todas as equipes e espaços publicitários no clube. "O Valencia é uma excelente plataforma internacional e nos dará uma grande oportunidade para um plano de crescimento da marca nos mercados da Espanha e da Europa"- disse Petter Nylander, presidente da Unibet Europa à imprensa internacional.
Redação Sport Marketing

Parceria entre Bank of America e USOC pode acabar

A parceria entre o Bank of America e o United States Olympic Committee (USOC) - Comitê Olímpico dos Estados Unidos, pode estar em perigo. O banco já sinalizou que, assim como a Home Depot e General Motors, poderá não renovar o contrato de patrocínio, caso as bases de negociações não sejam mudadas. A informação já foi confirmada por Lisa Baird, diretora de marketing do USOC que tem o banco como um dos mais importantes patrocinadores. "A incapacidade de gerar resultados de nosso patrocínio é o que levou a esta decisão "- disse ao Sport Marketing Joe Goode, vice-presidente senior do Bank of America. "No entanto, continuamos em conversações com o USOC em explorar formas alternativas para continuar o nosso apoio. Entretanto, não pretendemos renovar o negócio da forma como foi estruturado ao longo dos últimos 16 anos" - ressaltou. A potencial perda, ou redução, do aporte financeiro do patrocínio do Bank of America vem em um momento particularmente ruim para o USOC, em que o órgão teve que reduzir a máquina administrativa devido a crise financeira mundial. O Bank of America forneceu um valor entre US $ 12 milhões e US $ 15 milhões pelo quadriênio que terminou em 2008. O USOC tem ainda em curso negociações com a AT & T, a outra categoria de patrocínio que valeu pelo menos US $ 15 milhões no período de quatro anos e que também terminou em 2008. No total, o Comitê soma 23 patrocinadores para o ciclo 2009-2012, incluindo os novos patrocinadores Acer, Adecco e Deloitte que foram adicionados desde o início do ano.
Ler matérias arquivo:
Sandra White - Correspondente Sport Marketing - Estados Unidos

FIFA registra lucro

A FIFA registrou lucro de US$184 milhões em 2008. Mas as contas mostraram uma enorme dependência da Copa do Mundo. Quase totalidade dos rendimentos da FIFA vieram de eventos, principalmente a Copa do Mundo. As receitas foram de US$957 milhões, advindas, principalmente, de direitos de marketing (US$253 milhões-R$499 milhões) e venda de direitos de transmissão (US$550 milhões - R$ 1,085 bilhão) da Copa do Mundo de 2010. A informação é da Associated Press que destaca que o balanço mostra que as despesas FIFA foram de US$773 milhões. Os ativos valem cerca de US $ 1,6 bilhão. "Estamos em uma situação financeira sadia, poderia mesmo dizer uma confortável situação financeira" - disse o presidente da FIFA Sepp Blatter durante o congresso da FIFA nas Bahamas. O orçamento do próximo ano prevê um rendimento de US$866milhões e despesas de US$1.1bilhão como os custos da organização da Copa do Mundo da África do Sul. O orçamento para 2010 foi aprovada por 99% dos delegados, embora a FIFA tenha recebido críticas do holandês Harry Been que falou em nome UEFA. Para Copa do Mundo de 2014, a FIFA já vendeu todos os níveis de patrocínio mundial e um local (Banco Itaú), além de parte dos direitos de transmissão. Outras cinco categorias de patrocínio local ainda estão em aberto e neste caso, o Comitê Organizador Local (COL) pode ficar com a verba. Os novos contratos para 2014 foram fechados no primeiro semestre de 2008, com a Castrol e a Continental. Este dinheiro, entretanto, não será usado para a construção de estádios ou infraestrutura para a Copa do Brasil, que ficarão a cargo dos governos estaduais.
Redação Sport Marketing

Moët & Chandon renova com Ryder Cup

A Moët & Chandon renovou o patrocínio da Ryder Cup 2010. A mais famosa fábrica de champanhe do mundo tem parceria com a Ryder Cup Europa há 17 anos. A primeira vez que a marca esteve associada ao evento foi em 1993. De acordo com o contrato de um ano, no valor de US$750,000, a Moët & Chandon proporcionará champanhe e hospitalidade. "Temos desfrutado cuidadosamente da nossa associação com a Ryder Cup desde 1993 e estamos felizes por estender nosso acordo com a Europa através da Ryder Cup de 2010"- disse Graham Boyes, diretor da Moët Hennessy no Reino Unido. "O golfe tem sido importante para a Moët & Chandon, durante muitos anos, tanto na Europa quanto no mundo e estamos muito satisfeitos por continuar a nossa forte associação com o evento mais emocionante do golfe mundial" - acrescentou. A Moët & Chandon também patrocina o European Tour em um negócio separado.
Leandro Rabello - Correspondente Sport Marketing - Londres

Deloitte revela relatório dos clubes mais rentáveis do mundo

De acordo com o relatório Deloitte Annual Review of Football Finance 2009, os clubes da Premier League (PL) são, mais uma vez, o mais rentáveis do mundo. A notícia publicada no portal Sport Business mostra que os clubes tiveram um lucro de € 234 milhões, batendo a Bundesliga, cujos clubes apresentaram um lucro € 136 milhões. Os times ingleses da PL geraram € 2,4 bilhões de receita em 2007-08 - um aumento 26%. O estudo da Deloitte prevê o crescimento contínuo das receitas para o campeonato em 2009-10, embora em proporções mais baixas, devido às novas realidades econômicas. O total do mercado europeu de futebol foi no valor de € 14,6 bilhões no período 2007-08, segundo a Deloitte. Isto representa um aumento € 1 bilhão na temporada anterior, impulsionado por um aumento de € 0,7 bilhões de receitas nas 'cinco grandes' ligas europeias - Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França - e da realização do Euro 2008. A Liga da Espanha (aumento 8% por cento) e a da Alemanha (aumento 4% por cento) estão empatadas, após a PL, na geração de receitas, com € 1,4 bilhões cada. Apesar do serem os clubes o mais rentáveis do mundo, os times ingleses também são os que mais devem no mundo.
Redação Sport Marketing

Jogos Olímpicos de Sochi dispensam verba governamental

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Sochi 2014 adiaram qualquer pedido de financiamento estatal, devido ao sucesso comercial do programa. A notícia foi anunciada em uma reunião do Conselho de Fiscalização Sochi 2014, ao parlamento russo, em Moscovo. "O sucesso da parceria e programas comerciais vão agora permitir-nos utilizar os fundos gerados para o desenvolvimento dos Jogos no período 2009-2010, adiando a necessidade de utilização dos fundos estatais garantidos pelo Governo" - disse Dmitry Chernyshenko, presidente e CEO, dos Jogos de Inverno de Sochi 2014. "A Comissão Organizadora está empenhada em garantir que 80% do orçamento para a realização dos Jogos de Inverno chegue através de financiamento privado, e que estamos honrando as nossas promessas financeiras. Posso confirmar que a Comissão Organizadora, com sucesso, gerou mais de US $ 500 milhões por meio de nosso programa de marketing nos cinco primeiros meses de 2009" - acrescentou.
Redação Sport Marketing

Grêmio estuda renovação com Banrisul

O Grêmio está a poucos lances de renovar com o Banrisul. O contrato de patrocínio entre o time e o banco já venceu oficialmente, mas o Grêmio tem proposta do banco para renovar por mais três anos. Por enquanto o time não tem proposta melhor, o que poderia dificultar o processo de renovação. Porém, o Banrisul tem a preferência da renovação do contrato. De acordo com o vice-presidente de marketing do clube, César Pacheco, as negociações estão bem adiantadas. Os valores são mantidos em segredo, mas o último contrato girava em torno de R$ 4 milhões por ano. "Existem outros grupos interessados. Por exemplo, se chegar outra empresa aqui e disser: ‘eu pago R$ 10 ou 12 milhões’, sou obrigado a apresentar essa proposta ao Banrisul. Se o Banrisul cobrir, continua o Banrisul" – explica. Até o próximo mês, o acordo deve ser fechado. No acordo atual, o banco além da marca na camisa ou nos uniformes, eles têm uma agência bancária no clube, pela qual o Grêmio paga todos os funcionários. O Banrisul tem 250 cadeiras e camarotes.
Redação Sport Marketing

Vasco com as mãos na Lotto

Conforme anunciou em primeira mão o Sport Marketing, em matéria publicada dia 20.o5.2009 Sport Marketing: Vasco ganha na Lotto , a diretoria do Vasco está a algumas horas de apresentar a Lotto como nova fornecedora de material esportivo. O presidente Roberto Dinamite confirmou a informação e, segundo o dirigente, a assinatura do contrato não passa de sexta-feira. Dinamite também disse que a Penalty sempre esteve no páreo para confeccionar os uniformes do time, mas que o negócio está praticamente acertado com a Lotto, cujos diretores tiveram uma reunião com os dirigentes do Vasco antes do time enfrentar o Corinthians no Pacaembu. Mesmo assim, o Club de Regatas Vasco da Gama não encerrou o processo de concorrência para a escolha do novo fornecedor de material esportivo. As finalistas são Lotto e Penalty.
Redação Sport Marketing

Puma apresenta novo uniforme da seleção italiana

A Puma apresentou o uniforme da seleção italiana para a Copa das Confederações. A grande inovação da marca de materiais esportivos é a cor da camisa que será usada na África do Sul confeccionada em tom de azul mais claro que o habitual. De acordo com a fabricante Puma, a camisa é inspirada nos uniformes da Azzurra dois títulos mundiais conquistados em 1934 e 1938, o que justifica o escudo com dimensões acima das utilizadas hoje. Os calções e meias serão de cor marrom, inédita nos uniformes da Itália, que chegou a jogar com calções pretos no início dos anos 30. Este será o uniforme oficial da Itália até o lançamento das camisas para a Copa do Mundo de 2010. "É um azul um pouco mais pálido, mas independente da cor, tem as quatro estrelas, e queremos honrá-la", disse Lippi.


Redação Sport Marketing

Penalty investe em fábrica na Argentina

A Penalty anunciou que vai investir 20 milhões de pesos (R$ 10,6 milhões) em fábrica de calçados esportivos na Argentina até 2010. "Queremos chegar ao final de 2009 com a produção local de 120 mil pares e ao final de 2010 com 400 mil pares por ano" - afirmou o diretor internacional da Penalty, Alexandre Estefano, durante uma coletiva de imprensa, em Buenos Aires. Os investimentos vão gerar 70 postos de trabalho no setor. A Penalty, que já produz 80 mil roupas esportivas na Argentina em quatro fábricas terceirizadas, agora vai ter sua própria fábrica para produzir 400 mil dos 700 mil pares de tênis que vende anualmente no país. "Se não fossem pelas barreiras às importações, dificilmente faríamos estes investimentos aqui"- reconheceu Estéfano. Outras empresas já apostaram na Argentina como mercado de produão de calçados, a Vulcabras, a Nike internacional que anunciou, recentemente, a instalação de uma nova planta com a criação de 100 postos de trabalho e a Converse All Star internacional que vai se instalar na Província de Buenos Aires, onde pretende fabricar 550 mil pares de tênis por ano e dar emprego a 180 pessoas.
Redação Sport Marketing