22 de abr de 2009

Mercado: Coca-Cola anuncia nova campanha

Depois de anunciar uma queda de 10% nos lucros correspondente ao primeiro trimestre do ano, a Coca-Cola anunciam no Brasil, o lançamento de uma nova a campanha nacional "Viva Positivamente", em que apresenta o jeito Coca-Cola de ser uma organização sustentável. O Brasil liderou a concepção e produção dos novos filmes, criados pela agência Ogilvy&Mather. Os filmes, porém, serão veiculados também em outros países da América Latina. A campanha terá três filmes, veiculados em canais de TV aberta e fechada, que irão contar o que a Coca-Cola faz em relação a reciclagem, educação e limpeza de rios e praias. O plano de mídia contempla ainda ações em rádio, mídia exterior e cinema. Haverá ainda uma campanha para mídias impressas chamada "ícones", que está sendo liderada pela agência DPZ. A campanha propõe a reflexão sob o lema "Tudo o que você faz de positivo volta para você" e conta às pessoas como fazer para garantir a qualidade do ar, promover uma vida saudável, poupar as reservas de água e reciclar materiais e idéias. A linha argumentativa se complementa apresentando "como vivemos positivamente", com informações que mostram que a empresa tem buscado preservar o planeta em suas operações em ações, como a economia de mais de 900 milhões de litros de água, em 2007. A gigante americana indicou que como resultado de uma reestruturação, lucro líquido foi de US$ 1,35 bilhão, contra US$ 1,5 bilhão no mesmo período de 2008. Esse resultado significou dividendos de US$ 0,58 por ação em comparação com os US$ 0,64 nos resultados dos primeiros três meses do ano passado. Muhtar Kent, diretor-executivo da Coca-Cola, assinalou em comunicado que esses resultados não são significativos para o destino da companhia. "Embora o ambiente econômico global se mantenha desafiante, estamos bem posicionados para um crescimento no longo prazo", afirmou. "Nossos negócios foram concebidos para momentos como estes. Mais uma vez superamos nossos objetivos de lucro no longo prazo" - acrescentou.

Redação Sport Marketing

Valentino Rossi participa de evento no Japão

O hexacampeão de MotoGP Valentino Rossi participou de um evento em Tóquio, no Japão. O piloto italiano promoveu o GP do Motegi, segunda etapa do mundial da categoria. Na corrida de abertura da temporada, no Qatar, Rossi terminou em segundo lugar, atrás do australiano Casey Stoner, da Ducati. Recentemente, a equipe Fiat Yamaha de Rossi fechou importantes patrocínios como com a fábrica de peças japonesa Exedy Corporation e Petronas.

Ler matérias arquivo:


Redação Sport Marketing

GATTO DE RUA produz camisetas de Neymar

A GATTO DE RUA fechou parceria com o jogador Neymar do Santos FC. Os valores do acordo não foram divulgados. ¨Futebol é momento e aproveitamos para lançar um primeiro modelo para os ídolos de Neymar. Ele é um grande atleta e estamos apostando na explosão nas vendas da camiseta¨- disse Elaine Guapo - diretora comercial da GATTO DE RUA. As peças serão comercializados por um escritório em São Paulo que fará a distribuição para os estados do Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo. A expectativa é de vender 5 mil peças somente no mês de abril. Se houver uma maior demanda serão fabricadas mais lotes com outras estampas. Parte da venda das camisetas será revertida para projetos sociais do jogador.  Em breve as peças estarão nas melhores lojas de esportes, inclusive as virtuais.

Redação Sport Marketing

Amway Nutrilite aposta firme no futebol

A Amway Nutrilite entrou oficialmente no mundo do futebol. Começou com um endosso com estrelas de renome mundial, como Ronaldinho Gaúcho. Depois, a empresa americana de cosméticos e produtos nutricionais solidificou a marca com o patrocínio do AC Milan. Na sequência, a Amway fechou com quatro equipes de futebol em solo norte-americano, entre elas o San Jose Earthquakes, da MLS, que vai utilizar a marca Amway na camisa pelas próximas três temporadas. O Los Angeles Sol da recém-criada Women's Professional Soccer League, também passou a carregar o logotipo da Amway por três anos de operação. Outra vitória da empresa foi o contrato de endosso com a estrela brasileira do futebol feminino, Marta Vieira da Silva (Marta), que, inclusive, ganhou um espaço de destaque especial no estádio para os torcedores do Los Angeles Sol - o "Marta's Maniacs" (Maníacos pela Marta). Os valores da negociação não foram divulgados oficialmente e nem a duração do contrato, mas especula-se que o compromisso é de três anos, com opção de renovação por mais dois. A Amway também estendeu por três anos o patrocínio da Nutrilite Canadian Championship, iniciando uma nova era para o futebol canadense.

Ler matérias arquivo:

Redação Sport Marketing

FIFA vislumbra lucros com direitos de tv da Copa 2010

A FIFA irá ganhar em direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2010 cerca de US$ 3,74 bilhões. A informação partiu do diretor da FIFA TV Niclas Ericson durante uma conferência de imprensa em Joanesburgo. A FIFA vai gastar US $ 221,36 milhões na produção de TV da Copa do Mundo da África do Sul e pretende aumentar a cota de 26 bilhões de espectadores no mundo inteiro. Entretanto, a audiência televisiva global da Copa da África do Sul, não irá sofrer mudança com relação à Copa da Alemanha em 2006. A FIFA acredita que em 2010, a audiência ficará em torno de 26,3 bilhões de espectadores, quando o evento foi transmitido para 214 países.

Redação Sport Marketing

Lola pode voltar à F1

A Lola, fábrica britânica de carros, com base em Huntingdon, estuda retornar às pistas de F1 no próximo ano. A empresa que tem história na fabricação de chassis. A marca já foi pilotada pelo brasileiro Nelson Piquet, época em que ele carregava o patrocínio da Arisco. Piquet disputou Lola Buick V6 na 76 edição das 500 Milhas de Indianápolis (foto). A decisão vem em decorrência do anúncio da FIA em reduzir custos, tornando possível que equipes sejam capazes de competir na F1 com orçamento de até £ 30 milhões. O presidente da Lola, Martin Birran, crê que agora chegou o momento adequado para considerar um retorno. "O anúncio de que as equipes podem optar por uma abordagem prudente, financeiramente responsável, nos levou a a avaliar a oportunidade de desenvolver um carro para competir no Mundial de F1" - disse. A  Lola já nomeou engenheiros e técnicos para avaliar a possibilidade de um regresso para a F1. Especula-se que a Lola seja uma das oito novas equipes que tenham entrado em conversações com a Cosworth V8 para fornecimento de motores para a temporada 2010.

Redação Sport Marketing

Sochi 2014 convida empresas para categoria veículos

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de 2014 convidou as empresas GAZ e AvtoVAZ para serem parceiras locais do mega-evento de inverno. Outras empresas na categoria de automóveis também receberam cartas convites como as gigantes Toyota, Volvo e Volkswagen. A Comissão Organizadora Sochi 2014 criou uma força trabalho para fornecer transporte aos participantes e convidados dos Jogos Olímpicos. O grupo de empresas que recebeu a carta convite é composto por representantes de pelo menos seis fabricantes que desejam tornar-se parceiras dos Jogos. A Volkswagen está interessada em projetos olímpicos, mas disse que é prematuro discutir os detalhes de uma eventual cooperação. A AvtoVAZ ainda não tomou uma decisão. A GAZ se mostrou interessada em ser parceira dos Jogos de Sotchi, mas, de acordo com Yelena Matveyeva, porta-voz da empresa, "a preocupação é produzir todos os tipos de veículos necessários e estipulados pela Comissão Organizadora". A empresa acredita que até os Jogos Olímpicos terá lançado um número necessário de novos modelos. Toyota e Volvo receberam a carta convite, mas não deram uma resposta oficial. Especula-se que para tornar-se patrocinador local dos Jogos de 2014, um patrocinador tenha que pagar algo em torno de US $ 100 milhões, em aporte financeiro e serviços e produtos. A empresa que vencer a licitação e se tornar parceira da categoria "veículos" terá que fornecer para a Comissão Organizadora, com cerca de 1000 veículos, para o período dos Jogos Olímpicos e cerca de 3000 veículos para a seleção nacional utilizar até os Jogos Olímpicos de 2016.

Redação Sport Marketing

Manchester United tem novo patrocinador

A imprensa inglesa anuncia o fim da angústia do Manchester United. O clube inglês, teria finalmente fechado um novo contrato de patrocínio. O clube confirmou o negócio de três anos e meio com a empresa 3 Indonésia, marca do grupo Hutchison Telecommunications International. A empresa terá permissão para transmitir, com exclusividade, conteúdos do time em vídeos para toda a Indonésia. Além disso de patrocinadora exclusiva de categoria móvel da equipe para a Indonésia, a empresa também será patrocinadora da turnê do time pela Ásia. Os detalhes financeiros do contrato ainda não foram divulgados, mas especialistas em marketing esportivo asseguram que o business está em torno de sete dígitos. Em abril de 2009, a empresa tem cerca de 4,5 milhões de clientes em sua rede GSM. A Indonésia é uma candidata a sediar a Copa do Mundo FIFA de 2018 ou 2022. De acordo com a Deloitte LLP, o Manchester United é o segundo clube mais rico em vendas atrás Real Madrid. As vendas aumentaram 22% para um recorde 256,2 milhões de libras (US$ 373 milhões). Ainda assim, a Red Football Joint Venture Ltd. teve perda de 43,2 milhões de libras, após o pagamento de juros sobre 649,4 milhões de libras em empréstimos. O clube também está no processo de encontrar um novo patrocinador de camisa após seguradora American International Group Inc., (AIG) ter decidido não renovar o contrato de 56,5 milhões de libras que expira na próxima temporada. Empresas como a indiana Tata Group, Sara Índia Pariwar, Saudi Telecom e Malásia Air Asia Co. têm sido apontadas como possíveis substitutas. Em Abril de 2009, a empresa tem cerca de 4,5 milhões de clientes em sua rede GSM.
Leandro Rabello - Correspondente Sport Marketing - Londres

Penalty apresenta bola da final do Carioca

A Penalty, fornecedora oficial de materiais esportivos do campeonato, desenvolveu uma nova bola para os dois jogos da final do Estadual 2009. Nas cores dourada e branca, a bola foi desenhada especialmente para a grande decisão e mantém as mesmas características de forma e peso da bola que estava sendo utilizada. Até a Taça Rio, as cores eram preta e branca. O peso é o mesmo.

Redação Sport Marketing

Ray-Ban lucra com Brawn GP

Ao optar por continuar na F1, a Ray-Ban acabou lucrando. A marca de óculos escuros, que patrocinava, até o ano passado, a Honda por US$ 2,5 milhões ano, nesta temporada, anuncia nas viseiras dos capacetes de pilotos da Brawn por US$ 500 mil. As informações são da revista "SportsPro", que informa que o valor pode mudar se a parceria continuar no futuro.

Ler matérias arquivo:
Sport Marketing: Brawn GP pode ficar sem verba e a pé
Sport Marketing: Brawn GP fecha patrocínio
Sport Marketing: Brawn GP tem novo patrocinador
Sport Marketing: Virgin pode dar nome à Brawn GP
Sport Marketing: Oficial: Grupo Virgin é o mais novo patrocinador ...
Sport Marketing: Equipe de Barrichelo fecha segundo patrocínio

Redação Sport Marketing

MLB segue somando patrocinadores

A empresa japonesa de produtos farmacêuticos Kowa vai patrocinar Major League Baseball. O contrato tem validade de dois anos, período em que a Kowa realizará um aporte financeiro no valor de US$1 milhão. A empresa pretende lançar uma série de campanhas de publicidade utilizando a parceria e a imagem do astro da MLB, Daisuke Matsuzaka, do Boston Red Sox, nomeado MVP da World Baseball Classic pelo segundo ano consecutivo. O negócio vem como mais um de uma série de contratos assinados pela MLB nos últimos dias. "O forte compromisso por parte destas empresas para unir forças com o beisebol é um testemunho da força do nosso jogo e do nosso negócio, como parte do tecido cultural da sociedade e a capacidade de tocar tantas pessoas ao redor do mundo" - disse Tim Brosnan, vice-presidente da MLB. O beisebol é o
esporte mais popular no Japão desde a fundação da primeira equipe do país, o Shimbashi Athletic Club, em 1878.

Redação Sport Marketing