9 de abr de 2009

Corínthians e Porto Seguro

A Porto Seguro está entre as empresas candidatas a estampar a marca na manga da camisa do Corínthias. De acordo com Antônio Boaventura, do site Futebol Interior, o time do Parque São Jorge recebeu uma proposta da seguradora. Banco Pan-Americano e Laboratório CIMED seriam os outros interessados. Caso a negociação se concretize, Ronaldo Fenômeno fatura 80% do valor total. Os outros 20% ficam para os cofres do clube do Parque São Jorge.

Redação Sport Marketing

Figueirense anuncia novo fornecedor

A marca de materiais esportivos FILA será a nova fornecedora do Figueirense. O clube, a partir do final deste mês, deixará de vestir os uniformes da Umbro. A troca foi facilitada pelo fato de, no Brasil, a marca italiana pertencer ao mesmo grupo da grife inglesa que o clube utilizou nos últimos dez anos. Os valores da negociação não foram divulgados.

Redação Sport Marketing

FIA irá avaliar Donington Park

A FIA pretende realizar uma visita de inspeção no circuito de Donington Park. O autódromo tem planos de realizar uma reforma para sediar o GP da Inglaterra de 2010, substituindo o tradicional Silverstone. A informação foi publicada pela britânica Autosport. "Estamos trabalhando com o que há de melhor no mundo. Quando você trabalha com as preferências da Tilke Engineering para pôr em prática as imposições da FIA e a segurança da pista, você tem de dizer que está apostando nos cavalos certos" - afirmou Simon Gillett, diretor-executivo do autódromo à revista. Donington Park já hospedou uma prova da categoria em 1993 (vencida por Ayrton Senna). Outro ponto que deverá ser confirmado nos próximos dias será a introdução de novos investidores para o projeto.

Redação Sport Marketing

Flamengo contrata remador argentino

Quem consegue entender o Flamengo! O mesmo clube que alega não pagar salários dos atletas olímpícos do clube e que, inclusive, ameaça terminar com as modalidades, é o mesmo que vai à imprensa e anuncia a contratação de um remador argentino Santiago Fernández, tido como melhor atleta sul-americano da atualidade. De acordo com informações do jornal carioca “O Globo”, o remador irá disputar, pelo clube, o Estadual de Remo. A matéria destaca que segundo o técnico responsável pelo remo do Flamengo, Marcos Amorim, a contratação do atleta era uma das prioridades do clube, já que, na briga pelo título Estadual com o Vasco, o clube está em desvantagem. 'Are Baba' - quem pode entender!

Redação Sport Marketing

Ministro do Esporte pretende resgatar verbas

O Ministro do Esporte, Orlando Silva tem esperanças de que o corte de verbas do Ministério seja corrigido ainda neste primeiro semestre. Em audiência pública promovida na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado, ele apresentou aos parlamentares os programas prioritários, as metas e os recursos orçamentários disponíveis para 2009, no âmbito do Ministério do Esporte. Para este ano, o Ministério do Esporte tem a meta de atender cinco programas de inclusão social e de qualificação do esporte, tidos como prioritários para a pasta: Segundo Tempo, Pintando a Liberdade, Pintando a Cidadania, Esporte e Lazer da Cidade e Programa Bolsa Atleta. O ministro relatou aos parlamentares que, em conversa recente com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entendeu que os cortes não irão prejudicar os programas Esporte e Lazer da Cidade, Bolsa-Atleta e Segundo Tempo. ''O presidente disse que adotará medidas administrativas para que isso aconteça. A minha leitura foi que o contingenciamento será relaxado naquilo que for manutenção de atividade por parte do Ministério do Esporte. Por isso, eu não planejo restringir nenhum programa como esses que citei''. O contingenciamento de 86% do orçamento previsto para o Ministério do Esporte em 2009, não atingirá a preparação do país para receber a Copa do Mundo em 2014. ''Se não tiver infra-estrutura necessária para receber milhares e milhares de turistas não tem capacidade de cumprir a missão que a Federação Internacional de Futebol nos deu'', salientou. A expectativa, segundo o ministro, é obter em 2009 recursos maiores que os dois anos anteriores por meio dos desbloqueio das emendas e de investimentos privados. O Ministério do Esporte teve seu orçamento deste ano reduzido de R$ 1,37 bilhão para R$ 196 milhões. Ler matérias arquivo Sport Marketing: Ministério do Esporte sofre corte de verba, Sport Marketing: Ministério do Esporte publica a liberação de ...,Sport Marketing: Governo bloqueia verba do Ministério do Esporte,Sport Marketing: Ministério do Esporte amplia bolsa atleta,Sport Marketing: Ministério do Esporte lança Escola Internacional ... ,Sport Marketing: Ministério do Esporte constrói ginásio multiuso,Sport Marketing: Ministério do Esporte libera 810,9 mil para Maceió,Sport Marketing: Ministério apresenta balanço da Lei de Incentivo.

Redação Sport Marketing

Nike lança comercial em homenagem a Ronaldo

A Nike lançou um novo filme comercial em comemoração à volta de Ronaldo Fenômeno aos gramados. O comercial destaca o slogan "Ele voltou" e mostra a importância que Ronaldo faz para o futebol. No filme, Ronaldo conta o que significa ficar 419 dias sem jogar, sem fazer gols, e compara o período fora dos gramados a animais privados de liberdade. O spot "419 dias" tem 30 segundos e estreou na TV aberta no intervalo do "Big Brother Brasil" no último domingo. O comercial está disponível no Youtube. Eduardo Lima, Pedro Prado e Rodrigo Castellari, foram os criadore e a direção de criação foi de Fabio Fernandes e Eduardo Lima.

Redação Sport Marketing

Governo cria projeto de financiamento para atletas britânicos

Os atletas britânicos que se preparam para os Jogos Olímpicos de Londres 2012 estão passando por um dilema que poderá doer no bolso. Os advogados têm aconselhado algumas estrelas olímpicas para não assinar o novo contrato com o Team 2012, um pacote do governo que faz pate de um esquema para aproximar outras empresas dos Jogos. De acordo com o pacote, o atleta poderá ter um financiamento público no valor de até 70.000 libras por ano. O jornal inglês The Times, noticia que empresas como Nike, BSkB e Siemens, que patrocinam atletas do atletismo, ciclismo e remo, estão com receio de desvalorizar as ofertas, uma vez que tornaria os atletas abertos a outros patrocinadores. Sob os termos do contrato proposto pelo governo, os atletas teriam de promover "parceiros" corporativos, selecionados em uma lista de patrocinadores, que inclui Lloyds Banking Group, adidas, a EDF Energy e Samsung. Os agentes, cujos clientes incluem Christine Ohuruogu, Victoria Pendleton, Bradley Wiggins, Tom Daley, Sarah Ayton e Kelly Sotherton, acreditam que os atletas terão problemas no futuro, pois a redação do contrato está confusa, abrindo várias interpretações. Alguns atletas já assinaram o contrato, porém, cerca de 80 atletas ainda não assinaram. Os contratos de cobertura ds Jogos de Beijing expirou no final do mês passado. Os advogados e agentesdos atletas temem que o Team 2012 entre em conflito com ofertas de patrocínios pessoais já existentes ou prejudique que os atletas assinem novos acordos.

Redação Sport Marketing

Audiência da Liga dos Campeões supera expectativas

A audiência da Liga dos Campeões superou expectativas. Em Portugal, a RTP 1 foi o canal de televisão mais visto no dia da transmissão do jogo entre Manchester United-FC Porto. A partida, que ocorreu em Manchester (Reino Unido) e terminou em empate, foi seguida por 2 036 400 de telespectadores (21,5% de audiência) e registou um share de 52,9%.

Redação Sport Marketing

ESPN Brasil compra direitos da UEFA Europa League

A ESPN Brasil assegurou os direitos de transmissão da UEFA Europa League para os próximos três anos. O valor da negociação foi de US$2 milhões por ano, US$6 milhões no total "Nas últimas temporadas os melhores clubes de futebol europeus têm jogadores e estrelas da América Central e da América Latina. Isso tem alimentado o interesse local nas competições" - disse um porta voz da UEFA. O negócio representa um impulso à ESPN, que perdeu os direitos para a Liga dos Campeões para a América do Sul para a Fox no início deste ano. A empresa transmite uma vasta gama de jogos do futebol europeu, no Brasil, onde soma mais de dois milhões de assinantes.

Redação Sport Marketing

Portal estende contrato com Chinese Football Association

O portal Sina.com assinou contrato com a Chinese Football Association - Associação Chinesa de Futebol para continuar sendo a única mídia on-line da China Super League. O acordo de exclusividade é de três anos, valorado em US$200.000 e permitirá que a Sina continue mostrando, ao vivo, vídeos e notícias do campeonato. A empresa alega que mais de dez milhões de pessoas já visitaram o site durante os cinco anos de parceria com a China Super League. Nas últimas semanas houve um aumento de investimentos na Liga, incluindo o patrocínio da Pirelli . Futebol chinês tem sido perseguidos pela apostas escândalos e corrupção nos últimos anos, mas o governo anunciou uma nova política rigorosa para eliminar tais problemas. Ler matérias arquivo Sport Marketing: Futebol chinês se prepara para ser potência no futuro, Sport Marketing: Pirelli corre atrás do futebol chinês,Sport Marketing: Nike pretende investir forte na China,Sport Marketing: Novotel quer alcançar Oriente Médio pelo futebol.

Redação Sport Marketing

Forbes publica lista de clubes mais ricos

O valor dos top 25 times de futebol é de, em média, US$ 597 milhões, 8% a mais que no ano passado. Este cálculo foi realizado pela Forbes Business Magazine. A matéria relata que os contratos de transmissão e os patrocínios são os responsáveis por manter os clubes longe da crise financeira mundial. De acordo com a pesquisa Forbes, cinco clubes valem mais de US $ 1 bilhão: Manchester United, Real Madrid, Arsenal, Bayern de Munique e Liverpool. O Manchester United está avaliado em US$ 1,87 bilhão. Com US$ 160 milhões em receitas operacionais, o clube inglês lidera o ranking dos mais ricos. O valor real do time é o estádio Old Trafford (capacidade: 76.000) que arrecadou mais de US $ 200 milhões em ingressos e concessões na última temporada - mais do que qualquer outra equipe. Os donos ainda poderão vender o 'naming rights' do estádio que tem dívida estimada em US$ 1 bilhão. O espanhol Real Madrid, aparece em segundo lugar na lista da Forbes - US$ 1,35 bilhão. A segunda temporada da parceria avaliada em US$ 1,4 bilhão em direitos de transmissão com a Mediapro gerou US $ 576 milhões em receitas para a equipe. Apesar da perda do patrocinador de camisa, BenQ Mobile, o time espanhol apostou nas recentes melhorias no estádio que passou a oferecer camarotes de luxo, fortificando ações de hospitalidade que ajudaram a aumentar as receitas desta temporada. O Arsenal do milionário Alisher Usmanov está avaliado em US$ 1,2 bilhão. O time tem lotado o novo Emirates Stadium, apesar do aumento dos preços dos ingressos. O 'naming rights' paga em média US $ 18 milhões ano (contrato válido até 2021), quantia que ajuda a pagar a dívida estádio. De acordo com a Forbes, existem 50.000 torcedores em lista de espera para a compra de ingressos para a temporada. O Bayern de Munique está avaliado em US$ 1,11 bilhão. Já o Liverpool somava cerca de US $ 600 milhões em dívidas e graças a aquisição pelos empresários americanos Thomas O. Hicks e George Gillett, a equipe alavancou US$ 314 milhões. Entretanto, Hicks e Gillett têm cerca de três meses para reembolsar ou refinanciar US$ 600 milhões em dívidas com a RBS / Wachovia. Os donos do time poderão ser forçados a vender apenas um ano depois do clube jogar as semifinais da Liga dos Campeões. Completam a lista da Forbes: Milan (US$990 milhões), Barcelona (US$960 milhões), Chelsea ( US$800 milhões), Juventus (US$600 milhões), Schalke 04 (US$510 milhões), Tottenham Hotspur (US$ 445 milhões), Olympique Lyonnais(US$ 423 milhões), AS Roma (US$ 381 milhões), Internazionale Milan (US$ 370 milhões), Hamburg SV (US$ 330 milhões), Borussia Dortmund (US$ 325 milhões), Manchester City (US$ 310 milhões), Werder Bremen (US$ 292 milhões), Newcastle United (US$ 285 milhões), VfB Stuttgart (US$ 264milhões), Aston Villa (US$ 240 milhões), Olympique Marseille (US$ 200 milhões), Celtic (US$ 218 milhões), Everton (US$ 207 milhões), Glasgow Rangers (US$ 194 milhões). "O valor do futebol europeu ainda está lá " - disse Robert J. Tilliss, fundador do Inner Circle Sports, à Forbes. "A procura por parte das emissoras de tv e patrocinadores continua crescendo" - acrescentou. A BSkyB, propriedade da News Corp (NWS) e Setanta pagaram aproximadamente US $ 1,8 bilhão por ano pelos direitos da Premier League. Arsenal, Liverpool e Schalke 04 tiveram acordos de longo prazo com Emirates, Carlsberg e Gazprom que pagam mais de US$ 15 milhões por temporada. Mais de metade dos 20 clubes com maior receita têm contratos de patrocínios de camisa assinados nos últimos dois anos. Quanto aos direitos de tv, todos os clubes da Alemanha, Inglaterra e Espanha têm contratos em vigor até 2014. Os direitos de tv da França serão renegociados em 2012 e da Itália em 2010, de acordo com um relatório elaborado pela Sports Business Group at Deloitte. A relativa estabilidade financeira e a crescente popularidade do futebol na China e Sudeste Asiático, está alavancando investidores nos clubes da Inglaterra. No ano passado, por exemplo, a venda do Manchester City para o Sheikh Mansour Bin Zayed Al Nahyan foi em torno de US $ 385 milhões. Ler matérias arquivoSport Marketing: Kroenke se torna segundo maior acionista do Arsenal,Sport Marketing: Quem é Alisher Usmanov?,Sport Marketing: Americano Stan Kroenke vende o Arsenal,Sport Marketing: Quem é Roman Abramovich?,Sport Marketing: Liga inglesa vive duelo de Titãs,Sport Marketing: Dono do Chelsea compra Lua,Sport Marketing: Dono do Manchester City é o homem mais rico do ... ,Sport Marketing: World Soccer divulga lista dos mais influentes do ... ,Sport Marketing: Árabes de olho no Chelsea, Sport Marketing: Chelsea à venda?

Redação Sport Marketing

UEFA cede direitos de tv para Canadá

A UEFA cedeu os direitos de tv para o Canadá da Liga dos Campeões e da Super Taça Europeia. Até 2012, a Rogers Sportsnet, do Canadá terá os direitos de transmitir jogos, além dos melhores momentos de cada jogo e programas semanais. O acordo com a rede permite que a Setanta Sports ofereça uma maior cobertura da competição de jogos ao vivo e os transmitidos via Rogers Sportsnet. "A UEFA está extremamente satisfeita por confirmar este novo acordo referente a direitos televisivos da UEFA Champions League"- afirmou a UEFA. "A Rogers Sportsnet e a Setanta Sports vão assegurar uma enorme exposição da competição no Canadá ao longo do próximo triénio, sendo que a UEFA procurará desenvolver esta relação ao longo do tempo". A TEAM Marketing AG é o agente de marketing exclusivo da UEFA para a UEFA Champions League, Super Taça Europeia e UEFA Europa League.

Redação Sport Marketing