14 de mar de 2009

FINA estipula e aprova regras de maiôs

A Federação Internacional de Natação (FINA) aprovou as emendas propostas em fevereiro sobre a fabricação e as condições de utilização dos maiôs, durante uma reunião do comitê executivo, em Dubai, nos Emirados Árabes. De acordo com as novas regras, os maiôs não devem cobrir o pescoço e não podem ir além dos ombros e dos tornozelos; a espessura do material está limitada a um milímetro, o uniforme precisa se manter preso ao corpo do nadador, sem permitir que haja armazenamento de ar, os nadadores não podem levar mais de um maiô para as competições, o maiô não pode ser personalizado,o nível de flutuação da roupa não pode exceder um newton. Todos os modelos de maiô devem ser apresentados à federação antes de 31 de março, inclusive os que já tiverem sido homologados. Os uniformes aprovados conforme as novas regras poderão ser utilizados até o dia 31 de dezembro e deverão levar o selo da Federação. A partir de 1º de janeiro de 2010, os maiôs utilizados em competições deverão atender a critérios de permeabilidade definidos pela FINA, que vai realizar um teste. Os materiais não permeáveis (tipo neoprene) não podem constituir mais de 50% do traje.

Redação Sport Marketing

Manchester United no Brasil pela Petrobras

A Petrobras continua na mira das intenções de patrocínios (ler matéria Sport Marketing: Petrobras a marca do esporte) e estará realizando na segunda-feira uma reunião com os representantes do Manchester United. A empresa estuda a possibilidade de patrocinar o clube de futebol mais popular da Inglaterra (ler matéria arquivo Sport Marketing: Manchester e Petrobras conversam sobre patrocínio), embora, a empresa já tenha anunciado cortes nos projetos de patrocínios devido à crise econômica mundial. A Petrobras recentemente saiu da F1 (ler matérias arquivo Sport Marketing: Petrobras nega patrocínio com Honda e Senna; Sport Marketing: Petrobras estuda permanência na F1; Sport Marketing: Petrobras não renova com Williams; Sport Marketing: Equipes de olho em Bruno Senna e no patrocínio ...) e ainda não renovou com o Flamengo (ler matéria arquivo Sport Marketing: Petrobras e Flamengo - tanque cheio de reclamações; Sport Marketing: Petrobras e Flamengo - sem combustível para continuar; Sport Marketing: Flamengo cede à Petrobras; Sport Marketing: Termina novela Petrobras/Flamengo; Sport Marketing: Marketing do Flamengo ganha prêmio mico 2008).

Redação Sport Marketing

Samsung faz homenagem a atletas australianos

Sete meses após os Jogos Olímpicos Beijing 2008, a Samsung felicitou os 26 atletas australianos medalhistas de ouro. Os atletas ganharam modelos do Samsung F480, modelo de celular em ouro, lançado pela empresa que faz parte da lista de parocinadores oficiais do programa de marketing TOP do IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI). A Samsung Electronics Co., Ltd. é uma das líderes globais com vendas de US$ 63,4 bilhões e lucro líquido de US$ 8,5 bilhões. A emprega empreganda aproximadamente 138.000 pessoas em 124 escritórios em 56 países.

Redação Sport Marketing

Turismo na China baixo durante e pós Jogos Olímpicos

Os Jogos Olímpicos de Beijing, realizados em agosto de 2008, tiveram menos turistas que o esperado. "A Administração de Turismo está trabalhando em vários mercados internacionais para mudar a tendência observada e buscar diferenciais com plataformas promocionais mais inovadoras"- afirmou a subdiretora Gu Xiaoyuan, que recentemente visitou Barcelona, em busca de uma estratégia posterior aos Jogos. Com relação aos equipamentos construídos, como o estádio ‘Ninho’ ou o ‘Cubo’, a executiva salientou que eles tem sido utilizados como espaços para a organização de eventos empresariais, festivais artísticos e espetáculos. Os turistas estrangeiros que estiveram no ano passado na capital chinesa, - 3,5 milhões – somados aos 142 milhões de chineses, resultaram economicamente em um movimento financeiro de 25 milhões de euros. Para 2009, os dirigentes chineses pretendem trabalhar na manutenção do fluxo internacional e aumentar o doméstico em pelo menos 6%. Beijing vai utilizar 22 milhões de euros para promover neste ano, com três pontos chaves: fomentar o aumento do interno, buscar os mercados emissores mais próximos e buscar outros segmentos além do convencional, partindo para os segmentos de incentivos, congressos e exposições.

Redação Sport Marketing

Coreia do Sul se candidata a receber Copas

A Coreia do Sul apresentou à FIFA a intenção de se tornar sede das Copa de 2018 ou de 2022. Agora são cinco interessados: Espanha, Portugal, México, Estados Unidos e Rússia. De acordo com a federação de futebol da Coreia do Sul (KFA), citada pela agência sul-coreana de notícias "Yonhap", o país solicitou a permissão da Fifa para organizar algum dos dois Mundiais antes que encerre o prazo para apresentação de candidaturas, no próximo dia 16 de março. A Coreia do Sul tem experiência na organização de eventos esportivos, como a Copa de 2002, que sediou junto ao Japão. A Copa foi a primeiro da história a ser jogada em dois países ao mesmo tempo e a primeira na Ásia. A FIFA anunciará a sede das Copas de 2018 e 2022 em dezembro de 2010.

Redação Sport Marketing