19 de fev de 2009

Barcelona tem novo patrocinador

O clube catalão entrou em acordo com a Etisalat, empresa de telecomunicações dos Emirados Árabes. O contrato, de valor estimado em € 12 milhões será de quatro temporadas. A Etisalat lidera o setor nos países árabes (está presente em 18 deles), com uma base de aproximadamente 80 milhões de clientes. Como se tornou um patrocinador Premium dos blaugranas, a empresa árabe terá o direito de explorar conteúdos do clube em telefonia celular, tevê, e publicidade no estádio. “Este é o acordo mais importante já firmado pelo Barcelona internacionalmente. Isto significa que estaremos presentes em uma destacada are de influências, em uma zona emergente do planeta. Estamos muito satisfeitos. Queremos ser globais para sermos mais fortes”- afirmou Joan Laporta, presidente do clube catalão.

Redação Sport Marketing

Williams estende acordo com fornecedor

A Williams confirmou renovação de acordo com a PPG Industries (Pittsburg Plate Glass Company), parceira de longa data. A PPG tem sido um parceiro técnico da equipe desde 2003, fornecendo tintas para os carros da escuderia. "Estamos muito satisfeitos em renovar nossa parceria com a Williams. Desde que nos tornamos parceiros em 2003, esta parceria tem trazido cada vez mais valor e interesse em nossos negócios" - disse o gerente de negócios da PPG, Paul Tranter. "Nós valorizamos a importante contribuição que a PPG nos tem dado e este novo acordo prorrogado será comercialmente muito bem-vindo"- declarou Alex Burns, diretor de operações da Williams.

Redação Sport Marketing

Sportfive fecha com COI

O International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI) fechou acordo com a agência Sportfive. A empresa negociará os direitos de TV dos Jogos Olímpicos de 2016 em 40 países europeus. O acordo prevê também a inclusão dos direitos de veiculação dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014. Em nota oficial, o COI afirmou que a empresa foi escolhida pela capacidade de negociar e também devido ao compromisso com os Jogos e com os valores olímpicos. Apesar do acordo, a agência não negociará os direitos nos países em que as emissoras já possuem acordos de transmissão diretamente com o Comitê como: Reino Unido, Itália, Espanha, Alemanha, França e Turquia. O acordo exige que as emissoras que adquirirem os direitos tenham a obrigação de transmitir ao vivo, pelo menos, 200 horas de competições nos Jogos de 2016, e 100 horas em 2014. A meta do COI, estabelecida antes da crise financeira mundial, era arrecadar pelo menos 1 bilhão de euros apenas com os direitos de TV na Europa. "Esse acordo marca uma nova era na transmissão dos Jogos Olímpicos. Nosso objetivo é que cada vez mais gente tenha direito à experiência de acompanhar as competições" - disse o presidente do COI, Jacques Rogge.

Redação Sport Marketing

Empregados em greve prejudicam construção de estádios da Copa

Cerca de 400 empregados da construção do estádio Mbombela/Nelspruit na África do Sul para a Copa do Mundo de 2010 foram demitidos. A informação foi confirmada por fontes sindicais e responsáveis pela contratação dos trabalhadores, que perderam o trabalho dez dias após greve considerada ilegal por melhoras salariais. "O objetivo é terminar o estádio em julho, mas teremos que aumentar o prazo por causa da greve"- disse um dos responsáveis pelo projeto, Neil Fourie. O estádio de Mbombela/Nelspruit terá capacidade para receber 46 mil torcedores e, durante a construção, já passou por outros protestos de trabalhadores, especialmente em fevereiro de 2008 e no final do mesmo ano. Em 2007, outras greves também afetaram o ritmo das abras nos estádios de Durban e Cidade do Cabo. Cerca de 20 mil trabalhadores estão contratadas atualmente para a preparação dos dez estádios para a Copa do Mundo. Cinco deles são novos projetos, e a outra metade está sendo reformulada.

Redação Sport Marketing

Grupo BWA fecha com a FIFA

O Grupo BWA fechou acordo de exclusividade com a FIFA. O Grupo irá distribuir no Brasil produtos com a marca da entidade. O contrato se refere especificamente à distribuição de bolas de futebol com a logomarca das Copas de 2010 e 2014. Um lote de 65 mil bolas já foi encomendado e será vendido pelo Wall Mart. Cada bola custará R$ 25,00. O Grupo BWA é formado pelas empresas Ingresso Fácil, que opera a pré-venda e venda de ingressos via internet, call center, PDV's e rede credenciada; BWA responsável pela tecnologia de acesso; Unique, que cuida dos negócios em marketing esportivo e pelo FIDIC; Fundo de Investimentos em esportes e entretenimento. No futebol, o Grupo tem 78% de market share e detém 90% do acesso esportivo do Brasil e 86% dos estádios brasileiros. São 3.800 partidas de futebol por ano e 3.500 catracas em operação. Em 2007 foram 60 milhões de ingressos emitidos.

Redação Sport Marketing