17 de fev de 2009

Barça e Real continuam sendo populares

Barcelona e Real Madrid continuam liderando o ranking de popularidade de clubes na Europa.
Os resultados foram apresentados pela empresa de marketing alemã, a "Sport Markt", que concluiu que o clube de Cristiano Ronaldo soma 37,6 milhões de adeptos, ocupando a 3.ª posição, atrás do Barça (44,2 milhões) e merengues (41 milhões). O Chelsea ascendeu à 4.ª posição, ao contabilizar 25,6 milhões de adeptos, registando a maior subida no ranking, comparativamente ao estudo anterior. A lista inclui, também, o vencedor da Taça UEFA e da Supertaça Europeia, o Zenit de São Petersburgo, com 23,9 milhões de adeptos, que conseguiu ultrapassar a popularidade de clubes como o Liverpool, Arsenal e AC Milan.

Redação Sport Marketing

Petrobras nega patrocínio com Honda e Senna

A Petrobras afirmou em nota oficial que não pretende fazer parte de nenhum programa de marketing para salvar a Honda. Neste final de semana, surgiram informações na mídia de que a empresa brasileira ajudaria o piloto Bruno Senna a alinhar no grid para a etapa de abertura da temporada na Austrália. No entanto, a empresa além de negar o patrocínio para Senna, também anunciou que não vai investir os US$ 10 milhões que haviam sido negociados no final do ano passado. Com isso a empresa deixa a F-1, após não encontrar uma equipe para continuar o processo de desenvolvimento na categoria. "A presença da Petrobras na F-1 era o nosso meio para continuar o desenvolvimento tecnológico e para isso precisávamos de um estreito relacionamento com um fabricante" - explicou Claudio Thompson, chefe de patrocínios da pretroleira."Uma vez que a Honda anunciou a saída da categoria, decidimos parar também. Não estamos interessados em ser apenas um patrocinador comercial, mas queremos também poder desenvolver nossos produtos" - acrescentou. Em nota divulgada a empresa confirmou sua saída da F-1 e negou qualquer envolvimento com a possível contratação de Bruno Senna. De acordo com o comunicado são inverídicas as infomações sobre o provável apoio ao piloto. "A Petrobras nega os rumores veículados na mídia sobre a contratação do piloto Bruno Senna pela ex-equipe Honda com o apoio da empresa. A petroleira não tem contrato com a Honda ou qualquer equipe que venha a ser formada para a temporada 2009. A empresa reitera que não promove patrocínio individual de pilotos" - disse a nota.

Redação Sport Marketing

Santa Cruz estende contrato de patrocínio

O Santa Cruz estendeu o contrato de patrocínio com a Shineray. Os valores não foram revelados, mas especula-se que o total de investimentos aumentará na faixa de 30%. A renovação implica que a empresa segue estampando a marca na manga da camisa tricolor por mais um ano. Edson Medeiros, diretor da Shineray, informou que a empresa planeja ações de marketing voltadas ao tricolor, como sorteios e promoções. Outra novidade é que o clube vai passar a ter uniformes fornecidos pela Penalty. O contrato tem dois anos de duração e passa a valer a partir do dia 2 de março, no jogo contra o Sete de Setembro, pela primeira rodada do segundo turno do Campeonato Pernambucano. O anúncio foi feito pela empresa de material esportivo, que não divulgou valores do acordo."Desde o início de nossas atividades, o futebol sempre foi muito importante para a Penalty, e fechar este acordo com o Santa Cruz, uma das principais equipes do Nordeste e uma das mais tradicionais do Brasil, é motivo de orgulho"- afirmou Carlos Saraiva, gerente de Relações Esportivas da Penalty. A Penalty veste outros cinco clubes brasileiros: Criciúma, Juventude, Paraná, Portuguesa e Vila Nova, além de Racing e Vélez Sarsfield, da Argentina.

Redação Sport Marketing