15 de fev de 2009

GOL segue patrocinando esporte

A Gol manterá o patrocínio, durante todo o ano, do projeto Gol Esportes –composto por um grupo de oito atletas, de diversas modalidades esportivas-, da Confederação Brasileira de Deportes Aquáticos e a cerca de vinte projetos esportivos. A equipe de atletas patrocinada pela Gol é formada por Tiago Camilo, Leandro Guilheiro e Mayra Aguiar, do judô; Ricardo Winicki (o Bimba), do windsurf; Flávia Delaroli, da natação; Clodoaldo Silva, da natação paraolímpica, Adria Santos, do atletismo paraolímpico e João Fernando, do tênis de mesa paraolímpico, que também é colaborador da Gol. "Para que tenhamos resultados significativos em grandes competições, como Jogos Olímpicos é essencial que o incentivo ao esporte –por meio de patrocínio a atletas, confederações e projetos esportivos- seja contínuo, independente do calendário de competições"- afirmou Tarcísio Gargioni, vice-presidente de Marketing e Serviços da Gol. Desde abril do ano passado, a Gol também patrocina a Confederação Brasileira de Desportes Aquáticos (CBDA). Na parceria, são fornecidas passagens aéreas para eventos dos cinco esportes olímpicos da confederação: natação, pólo aquático, saltos ornamentais, nado sincronizado e maratonas aquáticas. A Gol, ao longo do ano de 2009, apoiará seis escolas de surf nos melhores picos do litoral do Rio de Janeiro, em um projeto coordenado pelo renomado surfista Rico de Souza. Além disso, a companhia aérea é a patrocinadora de mais de vinte projetos de esportes aquáticos e de praia, em sua maioria, como surfe, kitesurf, windsurf, vela e vôlei de praia.

Redação Sport Marketing

Campanha Rio 2016 ganha metrô na Barra da Tijuca

O Prefeito Eduardo Paes e o Governador Sérgio Cabral assinaram um acordo para levar o Metrô até a Barra da Tijuca. A iniciativa, uma parceria firmada entre a Prefeitura do Rio e o Governo do Estado, beneficiará diretamente 800 mil moradores da Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Jacarepaguá e áreas próximas. Para realização das obras, orçadas em R$ 2,8 bilhões, a Prefeitura do Rio agilizará junto ao Poder Legislativo Municipal (Câmara de Vereadores) um Projeto de Lei recuperando o potencial construtivo de terrenos remanescentes do sistema de Metrô do Rio. Estes terrenos são áreas que sobraram da construção de estações e túneis ao longo de todo sistema e têm alto potencial imobiliário. Já o Governo do Estado utilizará os valores arrecadados com a venda dessas áreas na extensão da Linha 1 até a Barra da Tijuca. Para o Prefeito, este projeto será uma solução para um problema antigo que a população enfrenta. O projeto de expansão do Metrô prevê a extensão da Linha 1, cruzando a Zona Sul da Cidade, a partir da Estação General Osório até a Barra da Tijuca - Jardim Oceânico, percorrendo Ipanema, Leblon e Gávea. Para isso, serão construídos mais 13,5 km de linha e 6 estações com distância média de 2,25 km entre elas, garantindo melhor relação custo/benefício para a população. A estimativa é que 230 mil passageiros utilizem por dia esse novo trecho, cujo preço da tarifa será R$ 2,60. "A aprovação desse projeto é muito interessante para os cariocas porque viabiliza conforto, tranqüilidade e qualidade ambiental. Além disso, temos o desafio de 2014, da Copa do Mundo, e de 2016, que é realizar as Olimpíadas, uma conquista incomparável ao Rio de Janeiro - destacou o prefeito. Na solenidade estiveram presentes autoridades municipais e estaduais, o Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, e subsecretário Geral do COB, Carlos Roberto Osório, vereadores, representantes do Metrô Rio, e de associações de moradores de diversos bairros, além de convidados.

Redação Sport Marketing