13 de jan de 2009

Jelena Jankovic não fecha com Prince

Jelena Jankovic faz segredo a respeito da marca do vestido que vai usar no Aberto da Austrália. Especula-se que Jelena, que a exemplo de Serena Williams e Maria Sharapova, também se interessa pelo mundo da moda, vai usar no Aberto da Austrália, uma roupa da própria confecção, com as iniciais JJ. "Não posso dizer o que vestirei na Austrália porque ainda não assinei nenhum contrato, não antes de se tornar oficial. Mas espero que gostem!" - afirmou no blog. A número 1 do mundo informa que o contrato de patrocínio com a Prince expirou e que também terá de trocar de raquete. "Mas não ainda. Leva tempo para se acostumar a uma nova raquete. Provavelmente, não é a melhor coisa a fazer antes de um Grand Slam. Ainda não decidi para qual raquete vou mudar, mas deve ser em breve." Jankovic também vai escrever no blog dela durante o Aberto da Austrália, para o jornal The Age. "Será no segundo dia depois de cada jogo. Estão me pagando para isso, mas todo o dinheiro irá para a Unicef."

Redação Sport Marketing

Consul não renova com Joinville que fecha com Santa Rita

O Joinville vai estrear no Campeonato Catarinense, com novo patrocinador estampado na camisa tricolor. O lote do uniforme fabricado pela Champs com a marca da empresa de engenharia elétrica Santa Rita será entregue ao clube um dia antes da partida. Por isso, a diretoria não fará qualquer evento de apresentação dos uniformes antes do Estadual. O contrato com a Consul e o clube havia encerrado em julho do ano passado. Mesmo assim, a marca de refrigeradores aparecia nos uniformes e banners do Joinville. A Santa Rita colocará nos cofres do JEC aproximadamente R$ 65 mil por mês durante o Estadual 2009. "Claro que se a parceria der certo ela pode continuar por mais tempo" — disse o presidente do Joinville, Márcio Vogelsanger. Somente após a primeira partida do Catarinense, a diretoria do tricolor planeja um evento para apresentar oficialmente os uniformes com a marca Santa Rita.

Redação Sport Marketing

Figueirense apresenta projeto de nova arena visando Copa

O Figueirense apresentou o projeto final do novo estádio, a Arena Florianópolis visando a Copa do Mundo de 2014. “Primeiramente, nós fizemos um projeto básico para concepção de espaço, de capacidade e de custo. Agora, entregamos o projeto definitivo arquitetônico coordenado pelo arquiteto Thiago Brüggemann Fortkamp com a participação de toda equipe de engenharia do Figueirense Futebol Clube”- afirmou Carlos Aragão. O novo estádio do Figueirense terá capacidade para 42.473 pessoas, com todos os lugares cobertos, além de ser uma Arena Multiuso, que ficará aberta todos os dias oferecendo diversas opções para os visitantes. “O objetivo é otimizar o investimento, independente dos eventos. A Arena vai funcionar todos os dias, oferecendo opções de lazer, salas comerciais e lojas. Queremos colocar Florianópolis na rota de grandes eventos”- concluiu Carlos Aragão. A construção da Arena custará cerca de R$ 166 milhões e a principal responsável pela viabilidade do novo estádio é a OAS, empresa de engenharia que firmou parceria com o Figueirense.

Redação Sport Marketing

Organizadores da Rio 2016 recebem imprensa

Os organizadores da Rio 2016 realizaram uma apresentação sobre a candidatura da cidade como anfitriã dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos na sede do Comitê Olímpico Brasileiro, na Barra, onde foram explicados detalhes sobre as etapas de candidatura, cujo resultado será divulgado no dia 02 de outubro de 2009, na Suiça. É a primeira vez que o Rio fica entre as quatro finalistas, concorrendo com Madri, Tóquio e Chicago. O evento serviu para informar à imprensa tudo sobre a disputa como sede olímpica, que segue rigorosos padrões internacionais. "Grandes eventos são instrumentos de apoio à entrega de políticas públicas. E, entre eles, as Olimpíadas são o maior e mais complexo evento do mundo. Por isso é tão grande a concorrência, e tão sofisticado o método de avaliação" - disse Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, que abriu a série de palestras. O Plano Diretor do Rio, de responsabilidade da Prefeitura, está previsto no chamado Plano Mestre dos Jogos Olímpicos, que será apresentado ao COI. "Fizemos um levantamento de cerca de 250 projetos urbanos, alguns com mais de 30 anos. Só por isto, a candidatura já deixa um legado para a cidade" - disse Osório.

Redação Sport Marketing

Porto Alegre assina convênio para Copa 2014

O prefeito de Porto Alegre, José Fogaça, assinou convênio com o Ministério do Turismo para a liberação de R$ 4 milhões para o projeto de revitalização da orla do Rio Guaíba, visando a Copa 2014. A assinatura ocorreu durante a primeira reunião do Comitê Executivo da Copa de 2014 na presença do ministro do Turismo, Luiz Barreto, e da governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius. A obra está prevista para terminar no segundo semestre deste ano, e deve custar, ao todo, R$ 24 milhões. "É um recurso importante, resultado do trabalho dos parlamentares gaúchos para uma obra em benefício da população. Porto Alegre está imprimindo um grande nível de excelência para cumprir pontualmente as etapas exigidas pela FIFA" - disse Fogaça. O prefeito também aproveitou a reunião para falar das iniciativas da prefeitura e do governo estadual, como a Secretaria Extraordinária da Copa de 2014, os investimentos privados dos estádios de futebol e o projeto de capacitação de voluntários. "Porto Alegre é a quarta cidade que visitamos e tem muita chance. A criação da Secretaria Extraordinária da Copa de 2014 demonstra toda a importância que a gestão municipal está dando à Copa do Mundo. O ministério quer conhecer os projetos para, assim que as cidades forem escolhidas, ter um plano de ação. A Copa significa acelerar um conjunto de obras públicas de infra-estrutura e a palavra chave é planejamento"- ressaltou o ministro.As cidades escolhidas para sede de jogos serão anunciadas pela Fifa no dia 15 de março.

Redação Sport Marketing

Clubes de MS não atraem patrocinadores

Os três maiores clubes do Mato Grosso do Sul (Operário, Comercial e Cene) permanecem sem patrocinador. A falta de interesse dos empresários pode ser explicada pela atuação pífia dos times do Estado nos campeonatos nacionais. O Campeonato Estadual começa no dia 31 de janeiro e contará com a participação de 18 clubes. Para 2009, o Comercial conta apenas com o dinheiro de torcedores e da administração. “Esperamos que os governos nos ajudem. Os clubes não podem depender só do Poder Público, mas é difícil resgatar o futebol sem a ajuda deles” -afirmou o diretor de futebol do clube, Fernando Doldan. A folha de pagamento dos 26 jogadores e comissão técnica é bem enxuta: R$ 27 mil. Embora sem patrocinador e nem contratações milionárias, o Operário irá repetir a fórmula de importar jogadores de outros estados. A folha de pagamento do Operário será de R$ 65 mil, incluindo não só o salário dos jogadores, mas também da comissão técnica. Parte desse valor - cerca de R$ 20 mil, ainda conforme o presidente do Operário - será paga por empresários, que ficarão com 90% do valor dos passes dos jogadores vinculados a eles. Considerando os gastos com alimentação e transporte, o Operário espera gastar R$ 80 mil por mês durante o Campeonato Estadual. Até mesmo o time do Reverendo Moon, o Cene, não terá nos quadros nenhuma contratação milionária. Sem patrocínio, o time concentrará investimentos na conclusão do estádio, na Morada do Sol. Com capacidade inicial para 3 mil pessoas (será ampliado para 12 mil em uma segunda etapa), o estádio custará cerca de R$ 1 milhão. A obra começou há três anos e deve ser concluída dentro de quatro meses, na previsão do presidente do clube, José Rodrigues. O estádio, que ainda não tem nome, beneficiará uma região carente de Campo Grande, no sul da cidade. Ali não há opção de lazer para a população, nem mesmo um parque. Para ter dinheiro para a conclusão da obra, a diretoria preferiu contratar atletas do Estado. A direção do Cene guarda a sete chaves o valor da folha de pagamento dos funcionários.

Redação Sport Marketing

COB troca experiência com Comitê Olímpico Australiano

O Comitê Olímpico Brasileiro enviará, dois representantes para intercâmbio com o Comitê Olímpico Australiano e observação da quinta edição do Festival Olímpico Australiano da Juventude (Australian Youth Olympic Festival), que será realizado de 14 a 18 de janeiro. O superintendente executivo de esportes do COB, Marcus Vinicius Freire, e o gerente de relações internacionais Rio 2016, Mario Cilenti, assistirão de perto a competição que conta com 25 países convidados e reúne cerca de 1.600 jovens atletas disputando medalhas em 17 esportes. O evento ganha importância ainda maior devido a realização dos primeiros Jogos Olímpicos da Juventude, em 2010, em Cingapura. A competição australiana segue os padrões olímpicos e está alinhada com o projeto das Olimpíadas Estudantis Brasileiras (Escolares e Universitárias), além de ser uma oportunidade de intercâmbio para os observadores do COB. “A oportunidade de acompanhar in loco o maior evento estudantil da Austrália é importante para trazermos experiência internacional para incorporar às nossas Olimpíadas Estudantis” - avaliou o superintendente executivo de esportes do COB, Marcus Vinicius Freire autor do livro Ouro Olímpico, a história do marketing dos aros, em parceria com a jornalista Deborah Ribeiro. Aproveitando a viagem à Austrália, os representantes do COB visitarão o Comitê Olímpico local. “Essas viagens contribuem de forma efetiva para entendermos como trabalham os principais comitês olímpicos do mundo, tendo um contato mais direto com suas experiências e seus projetos. A Austrália é um dos países que têm um trabalho diferenciado no que diz respeito aos Centros Olímpicos (são sete distribuídos pelo país). Sempre que viajo para conhecer outros Comitês, vou com a intenção de convidar algum representante para dividir seus conhecimentos conosco”- declarou Marcus Vinicius, adiantando que o COB estará pronto para receber os australianos em uma próxima visita.

Redação Sport Marketing

Vancouver pede dinheiro emprestado para construção de Vila Olímpica

Vancouver, palco dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2010, está à procura de um empréstimo de emergência de 458 milhões de dólares canadenses (cerca de 282,7 milhões de euros) da província de British Columbia, para poder completar a construção da Vila Olímpica. A assembleia muncipal da cidade aprovou por unanimidade, a alteração temporária aos estatutos de forma a poder contrair o empréstimo do governo sem ter de realizar um referendo. O "Globe and Mail" e a "Canadian Broadcasting Corp" noticiam que o financiador do projeto, o "Fortress Investment Group", deixou de adiantar dinheiro em setembro, altura em que os custos de construção dispararam. Receios que a crise no mercado imobiliário afetasse a venda das instalações pós-Jogos, inviabilizando assim o pagamento dos empréstimos, são a base desta crise. O custo de construção das 1.100 casas está hoje em, aproximadamente, 875 milhões de dólares canadenses (cerca de 538,9 milhões de euros), face aos 750 mihões (461,9 milhões de euros) iniciais. O "Fortress Investment Group" adiantou até agora 317 milhões de dólares canadenses (mais de 195,5 milhões de euros) e a cidade mais 100 milhões (mais de 61,6 milhões de euros), deixando 458 milhões em aberto, quantia que Vancouver quer agora pedir emprestado ao governo da província.

Redação Sport Marketing

Marta aposta no projeto Rio 2016

Marta aposta no sucesso da candidatura do Rio de Janeiro à sede dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016. A jogadora, que recebeu o troféu da FIFA, pela terceira vez, eleita a melhor jogadora de futebol do planeta, já conquistou duas medalhas olímpicas (Atenas 2004, Beijing 2008) e aposta que os Jogos de 2016, no Rio de Janeiro, serão inspiração para a formação de novos craques brasileiros de diversos esportes. Marta acredita que o projeto do Rio de Janeiro de utilizar os Jogos Olímpicos como ferramenta de transformação e inclusão social pode ser positivo para o esporte nacional. "Conheci o Rio aos 14 anos, quando vim tentar a sorte no futebol. Lógico que me apaixonei pela cidade. A ideia de disputar os Jogos Olímpicos no Rio me deixa muito entusiasmada, porque me faz lembrar a final dos Jogos Pan-americanos, quando jogamos diante de 70 mil pessoas em um Maracanã lotado. Além disso, tenho certeza que ver de perto os melhores atletas do mundo é o incentivo que milhares de jovens precisam para descobrir ou redescobrir o esporte"- disse a jogadora.

Redação Sport Marketing

Cimed contrata reforço de peso

Renan dal Zotto, medalhista de prata olímpico da seleção de vôlei que foi aos Jogos de Los Angeles 1984, aceitou o convite da Cimed para retornar ao Brasil e assumir os projetos esportivos da empresa. "Fui um dos fundadores do vitorioso projeto de vôlei da Cimed que se tornou um case de sucesso mundial. Mas agora, além do vôlei, que continuará sendo o carro-chefe do marketing esportivo da empresa, outras modalidades aumentam ainda mais o desafio" — destacou Renan. Além do vôlei bicampeão da Superliga, Renan será o responsável pela administração dos investimentos esportivos na vela, atletismo, triatlo e surf. "A Cimed é uma empresa nacional e a tendência para os próximos anos é abrirmos ainda mais o leque para outras modalidades com abrangência em todo o território brasileiro. Já estamos como alguns projetos engatilhados, e em breve devemos ter boas surpresas para apresentar "— afirmou Renan, que atualmente mora em Florianópolis/SC, depois de um ano e sete meses como treinador do time italiano de vôlei Sisley Treviso.

Redação Sport Marketing

Ana Ivanovic é musa de campanha Adidas

Ana Ivanovic é a estrela da nova campanha de marketing da Adidas. A fabricante alemã de produtos esportivos, patrocinadora da tenista, lançou uma campanha que visa divulgar a marca falando sobre a individualidade da mulher. A musa sérvia aparece no cartaz promocional em uma foto preta e branca e em várias outras fotos coloridas que a mostram usando roupas Adidas no dia-a-dia de treinos. O título da campanha é 'Me, Myself' - que significa 'Eu, eu mesma'. "A nova filosofia da Adidas me inspira, porque mostra a individualidade da mulher"- disse Ivanovic, atual número 5 do mundo.


Redação Sport Marketing

Ministério dos Esportes repassa R$ 3 milhões para escolas em MS

Mato Grosso do Sul terá garantido pelo Ministério dos Esportes R$ 3 milhões para a cobertura de quadras em trinta escolas municipais e estaduais de 27 cidades. A Capital ficou com mais recursos devido a grande extensão de escolas municipais e estaduais. O governo visa proteger ainda mais os alunos dos efeitos nocivos do sol para a pratica de esportes. Cada cobertura custa R$ 100,00 em média, e só assim foi possível chegar em outras cidades.

Redação Sport Marketing

Nike homenageia Cristiano Ronaldo

A Nike comemorou o troféu de Jogador do Ano 2008 atribuído pela FIFA, ao jogador Cristiano Ronaldo, com o lançamento de um vídeo de um minuto no site da empresa. Intitulado "Amor/Ódio por Ronaldo", o filme mostra vários adeptos de futebol que adoram o atleta português e outros que o detestam. No entanto, até as mensagens de ódio são elogios para o jogador. O próprio Cristiano Ronaldo aparece disfarçado no vídeo.

Redação Sport Marketing

Olympikus revova com CBV

A Olympikus e a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) oficializaram renovação do contrato de patrocínio e fornecimento de material esportivo. O novo acordo é de quatro anos e inclui todo o ciclo de competições nacionais e internacionais, como Liga Mundial, Grand Prix, copas do mundo, campeonatos mundiais, entre outros. "Esta renovação é mais uma vitória para o voleibol brasileiro. A parceria entre Olympikus e CBV é vitoriosa há 12 anos. É com grande satisfação que continuamos esta dupla vitoriosa dentro e fora das quadras"- disse Ary Graça, presidente da CBV. Por ano, a Confederação deve receber da Olympikus em torno de 20 mil peças para atletas, comissão técnica e equipe de suporte. O novo contrato vigora até dezembro 2012.

Redação Sport Marketing

Mercado: Unimed é 27ª marca mais valiosa do Brasil

Maior experiência de cooperativismo médico do mundo, a Unimed, empresa que realiza várias ações de marketing esportivo no país, fecha 2008 com um saldo muito positivo: 27ª marca mais valiosa do Brasil, com R$ 2,5 bilhões (BrandFinance); 34% de participação no mercado (Datafolha); 15 milhões de clientes; Top Of Mind pela 15ª vez consecutiva. “São muitas conquistas ao longo deste e dos últimos anos. A marca se fortaleceu como sinônimo de saúde, de qualidade de vida, de responsabilidade social e de patrocínio esportivo” - analisou Celso Barros, presidente da Unimed do Brasil. “Somos líderes absolutos porque conquistamos o coração de nossos clientes, com a soma de conceitos que são a essência da Unimed: felicidade, diversidade, confiança e união” - acrescentou Almir Gentil, diretor de Marketing e Desenvolvimento da Unimed do Brasil.

Redação Sport Marketing

Alpargatas aposta na Topper

A bola da vez da São Paulo Alpargatas é a linha de artigos esportivos da marca Topper. A marca será reposicionada para deixar de ser lembrada apenas como uma marca de futsal ou de futebol. A empresa decidiu aumentar o mix de produtos com a marca para outros esportes, principalmente, o tênis e o running. A meta do grupo é expandir participação de mercado, em princípio, na América Latina, nos próximos dois anos. Várias ações estão previstas para a consolidação do novo posicionamento, entre elas, uma nova campanha publicitária. Além disso, utilizará garotos-propaganda das modalidades em que acaba de aportar. Além do patrocínio tradicional à seleção brasileira de futsal, a Alpargatas firmou contratos com jogadores de futebol, como Jorge Wagner do São Paulo e Marcos do Palmeiras, e no tênis, com o número 1 do ranking brasileiro, Thomaz Bellucci. "Além da campanha, contratamos uma empresa de branding para unificar a identidade visual da marca, que tinha dois logotipos diferentes, um no Brasil e outro na Argentina"- disse Fernando Beer, diretor de artigos esportivos da Alpargatas, que não revelou os valores investidos. De acordo com reportagem do DCI, esse número deve ser próximo ao que investe para as Havaianas (matéria completa na rede social Sport Marketing).

Redação Sport Marketing

Meio Ambiente: Desafio em âmbito mundial

Premier Farnell, distribuidora líder de alta qualidade e multicanais de produtos e serviços especializados eletrônicos e industriais na Europa, Américas e Ásia do Pacífico e suas empresas (Farnell, Newark, Premier Electronics, Farnell-Newark CPC e MCM) anunciaram que as inscrições na competição internacional de projetos, Live EDGE - Projeto Eletrônico para o Meio Ambiente Mundial, estarão abertas até 31 de janeiro de 2009. Desde que a competição foi aberta, em outubro passado, engenheiros, estudantes e professores da área de projetos de engenharia do mundo inteiro já se inscreveram no website http://www.live-edge.com/ a fim de enviar projetos para um produto inovador que utilize componentes eletrônicos e que tenha um impacto positivo sobre o meio ambiente. Até agora, a maioria das inscrições vêm da Índia, EUA e China. Um pacote de prêmio exclusivo será oferecido tanto na competição para estudantes quanto na competição aberta ao público geral. Ambas competições estão sendo realizadas concomitantemente. O vencedor de cada competição receberá um prêmio em dinheiro no valor de US$25.000, além de um pacote, exclusivo de serviços de suporte, avaliado em mais US$25.000, de especialistas em projeto dos setores de consultoria, marketing, jurídico e comercial para que os projetos vencedores sejam levados à produção. Além disso, os três primeiros colocados de cada competição receberão, cada um deles, US$5.000. "Estamos muito felizes que o momento de começar a julgar a competição Live EDGE de 2008 está se aproximando e aguardamos ansiosamente a oportunidade de, novamente, testemunhar a capacidade brilhante de nossos clientes do mundo inteiro", diz Harriet Green, CEO da Premier Farnell plc. "Mais uma vez, a Live EDGE apresentará os projetos mais inovadores da comunidade de engenharia internacional. A competição do ano passado foi um estrondoso sucesso. Estou ansiosa para ver os vencedores deste ano e ajudar a comercializar projetos". Vencedores da competição Live EDGE do ano passado criaram blogs oferecendo conselhos aos participantes e detalhando sua experiência. Esses blogs, uma amostra de projeto participante e detalhes completos sobre o desafio podem ser encontrados no website http://www.live-edge.com/ . Grupos do desafio da competição de projetos Live EDGE também estão disponíveis no Facebook e no LinkedIn. Sobre a competição Live EDGE: Engenheiros, estudantes e inventores da área de engenharia eletrônica do mundo inteiro são convidados a inscrever na competição projetos para um produto inovador que utilize componentes eletrônicos e tenha um impacto positivo sobre o meio ambiente. As inscrições podem ser enviadas entre 1o de outubro de 2008 e 31 de janeiro de 2009. As inscrições começarão a ser julgadas em 1o de fevereiro de 2009 e os vencedores serão anunciados em 2 de abril de 2009. A competição está aberta a qualquer indivíduo com 18 anos de idade ou mais. O participante vencedor, tanto da categoria para estudantes em tempo integral quanto da categoria aberta ao público em geral, receberá um prêmio em dinheiro no valor de US$25.000, além de um pacote de suporte avaliado em mais US$25.000 para que seu projeto seja levado à produção. O pacote de suporte inclui serviços de consultoria em projeto na área de eletrônica para ajudar a desenvolver os projetos até a fase de protótipo, assistência com questões legais e registro de patente internacional, serviços limitados de marketing e publicidade, bem como a ajuda da Premier Farnell com a finalidade de obter financiamento para o investimento. O grupo comercializará ativamente o produto final para milhões de clientes do mundo inteiro por meio de seu website, catálogo e marketing direto líderes do mercado. Além disso, até três participantes da categoria para estudantes em tempo integral e três participantes da categoria aberta ao público em geral estarão qualificados para "menções honrosas", cada um deles recebendo um prêmio em dinheiro no valor de US$5.000. Mais informações sobre a competição Live EDGE estão disponíveis no website http://www.live-edge.com/ .

Redação Sport Marketing

Anna Chakvetadze fecha com Fila

Anna Chakvetadze vai estrear novo patrocínio de roupas no Aberto da Austrália. A Fila, confecção esportiva italiana fechou contrato com a número 18 do mundo, que anteriormente tinha o apoio da Adidas. Com isso, Chakvetadze se junta à compatriota russa Svetlana Kuznetsova, que também veste a marca italiana e vai estrear em Melbourne a linha "Baseline Apparel Collection" e o modelo "Alfa" de tênis. "Estamos entusiasmados por ter Anna como parte da família Fila" - disse Gene Yoon, presidente da empresa. A jogadora de 21 anos ganhou o sétimo título de WTA em Paris e foi vice em New Haven na temporada passada.

Redação Sport Marketing

Samsung fecha com Palmeiras

O Palmeiras já tem novo patrocinador: a Samsung. A empresa coreana vai pagar 45 milhões de reais por três anos - 15 milhões de reais anuais. O valor pode subir já que foi acordado que a Samsung fará ações de uso de imagem durante a vigência do contrato, como a presença do time ou de alguns jogadores num evento de lançamento de produtos etc. Cada ação de marketing corresponderá uma grana a mais para os cofres do Verdão.

Redação Sport Marketing

Grandes portugueses negociam com BES

Os três principais clubes de futebol portugueses negociando alternativas de patrocínio com o Banco Espírito Santo (BES), que termina no final da atual temporada. "A marca Benfica tem proporcionado um forte retorno aos principais parceiros e acreditamos que, durante as próximas semanas, será possível definir uma alternativa que não representará qualquer perda de receita para a Benfica Futebol SAD" - acredira Domingos Soares de Oliveira, administrador da SAD do Benfica. "A não renovação do contrato com o BES nunca foi alarmante para a Futebol Clube do Porto SAD" - afirmou Fernando Gomes, administrador da SAD do Porto. "As alternativas para o patrocínio do BES (ao Sporting) estão sendo estudadas. Há empresas interessadas (em patrocinar o clube) e já há negociações em curso" - afirmou Filipe Soares Franco, presidente da SAD do Sporting. Recentemente, o BES anunciou que não vai renovar os patrocínios com os três 'grandes' por não ter chegado a um acordo relativo às verbas que propôs.

Redação Sport Marketing

LOCOG busca agência de publicidade para 2012

O LOCOG - London Organizing Committee Olympic Games - Comitê Olímpico Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres, vai escolher uma agência de publicidade. O Brand Republic anunciou que a agência selecionada será responsável pelos serviços de publicidade e marketing integrados com comunicação above e below-the-line e pelos desenvolvimento da criatividade corporativa do evento. Chris Townsend, diretor comercial dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Londres, e Amanda Jennings, diretora de marketing, são os responsáveis por esta seleção.

Redação Sport Marketing

Gestão: ex-executivo da Nike vira diretor da ATP

Da Nike para a ATP. O americano Adam Helfant foi nomeado como novo dirigente da ATP. De acordo com o site da entidade, o ex-executivo da maior fabricante de materiais esportivos do mundo já assumiu o cargo. Aos 44 anos, Adam, antes de ser alto executivo da Nike, formou-se em direito pela universidade de Harvard, passou três anos como advogado da NHL (liga profissional de hóquei sobre o gelo de Estados Unidos e Canadá). Dentro da fabricante de material esportivo, Helfant ficou 13 anos e ocupou os cargos de diretor de marketing global e vice-presidente de marketing esportivo. Na função, o americano foi responsável por negociar contratos com atletas, clubes, universidades e entidades esportivas. "Não há dúvida de que o tênis profissional é um dos esportes mais populares no mundo e, como fã, é uma grande honra ter a oportunidade de assumir o comando em uma fase empolgante para ATP" - disse Adam. Se fosse no Brasil, a galera do contra já ia colocar o olho grande em cima e levantar falsos testemunhos sobre os futuros negócios que a ATP pode vir a realizar daqui prá frente com a Nike.

Redação Sport Marketing

Federações aprovam instalações da candidatura Rio 2016

As instalações esportivas propostas na candidatura do Rio de Janeiro à sede dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016 foram aprovadas pelas Federações Internacionais de todos os esportes. O Comitê Rio 2016 já recebeu as 26 aprovações oficiais, que farão parte do Dossiê de Candidatura, documento que será entregue ao Comitê Olímpico Internacional (COI) até o dia 12 de fevereiro. Por exigência do IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI), todas as instalações das cidades candidatas devem ser aprovadas pelas Federações Internacionais dos respectivos esportes. Os representantes das entidades elogiaram vários aspectos do projeto Rio 2016, como o conceito compacto da candidatura, a funcionalidade das instalações, o legado dos Jogos Pan-americanos Rio 2007, e a beleza dos locais escolhidos para provas ao ar livre. Os projetos para as instalações construídas para os Jogos Pan-americanos Rio 2007 – Estádio João Havelange, Velódromo da Barra, Parque Aquático Maria Lenk e Arena do Rio – estão entre os aprovados. “Os documentos mostram que o Rio de Janeiro conta com instalações de nível olímpico e que o projeto Rio 2016 é consistente e atende às expectativas das Federações Internacionais. As instalações proporcionarão conforto para atletas, dirigentes e público”, ressaltou o presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman. Além de toda a infraestrutura já existente, o Rio de Janeiro ganhará duas novas instalações. Na Barra da Tijuca, o Centro Olímpico de Treinamento será referência na formação de atletas do Brasil, da América do Sul e da África. Já o X-Park – parque de esportes radicais a ser construído em Deodoro – ajudará a disseminar a prática esportiva entre os jovens.

Redação Sport Marketing