1 de dez de 2009

Canadá volta à F1 por 75 milhões

O Canadá voltará a sediar uma das provas da F1 já em 2010 até 2014. A confirmação foi feita por Gérald Tremblay, prefeito de Montreal, cujo GP será realizado em 13 de junho do ano que vem. O acordo foi feito entre diretores do autódromo e o detentor dos direitos comerciais da F1, Bernie Ecclestone. Em 2009, o GP do Canadá saiu do calendário por falta de acerto entre as partes. A garantia da realização veio devido à injeção de recursos de instâncias públicas canadenses. Ecclestone pediu US$ 100 milhões (R$ 175 milhões), mas obteve apenas 75 milhões de dólares canadenses, equivalente a R$ 123 milhões.

Redação Sport Marketing