10 de jul de 2009

Nortel pede falência e sai dos Jogos Olímpicos de Londres

O LOCOG - London Organizing Committee Olympic Games - Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres acaba de sentir os reflexos da crise econômica mundial. A empresa de tecnologia Cisco Systems Inc. irá substituir a falida Nortel Networks Corp. entre os patrocinadores locais do mega evento. A mudança vai custar os Jogos uma estimativa US$ 19,4 milhões em receitas perdidas, porque baseada em San Jose, na Califórnia, a Cisco fechou acordo para o 'nível dois' de patrocínio, enquanto a Nortel era 'nível um'. A mudança foi feita porque Nortel já não podia fornecer a infra-estrutura de rede que tinha prometido. O LOCOG soma até agora cerca de US$ 810 milhões a partir de 20 patrocinadores, aquém do seu objetivo final de ficar entre US$ 1,05 bilhão e US$ 1,13 bilhão. Pertencem ao nível um de patrocínio local seis parceiros: Adidas, BP, British Airways, BT, EDF Energy e Lloyds TSB. No nível dois estão quatro empresas: Adecco, Cadbury, Cisco e Deloitte. Além disso, o 'nível três' de patrocínio soma dez fornecedores e prestadores: Airwave, Atkins, Boston Consulting Group, Crystal CG, Freshfields Bruckhaus Deringer LLP, Holiday Inn, McCann Worldgroup, The Nielsen Company, Populous e Trident. Entre os patrocinadores do IOC - Internactional Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI) estão: Coca-Cola, Acer, Atos Origin, GE, McDonald's, Omega, Panasonic, Samsung e Visa.
Leandro Rabello - Correspondente Sport Marketing - Londres