16 de jul de 2009

Cortes em despesas públicas não vão afetar Jogos de 2012

Sebastian Coe, presidente do LOCOG - London Organizing Committee Olympic Games - Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres, negou que os cortes nas despesas públicas no Reino Unido possam comprometer o financiamento para os Jogos de 2012 na capital britânica. A crise financeira no início deste ano, pôs o governo sob enorme pressão para implementar cortes no setor público. "Os orçamentos são definidos de modo os Jogos não sofreram cortes. O orçamento para a infra-estrutura fixa, se mantém em vigor e é resistente. O orçamento para o estádio não tem nada a ver com a despesa pública. Temos de levantar cada centavo gasto do setor privado. Nós temos os nossos parceiros e patrocinadores de forma que realmente não tem qualquer efeito sobre nós a crise e a recessão. Até agora temos mais dinheiro do que qualquer cidade anfitriã já conseguiu levantar - pouco mais da metade de um bilhão de libras ", disse o ex-atleta de 52 anos que ganhou ouro medalhas para a Grã-Bretanha em 1980 e 1984 em Jogos Olímpicos.
Leandro Rabello - Correspondente Sport Marketing - Londres