9 de jul de 2009

COI teme canal de tv do USOC

A iniciativa do United States Olympic Committee (USOC) - Comitê Olímpico dos Estados Unidos em colocar no ar um canal olímpico começou a incomodar alguns membros do IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional. Entre as principais preocupações do COI é a forma como a nova rede de promoção do Movimento Olímpico irá afetar os relacionamentos do COI e USOC com a NBC, rede detentora dos direitos de tv, com exclusividade para os Estados Unidos. Outra preocupação é com relação à venda dos direitos e no que o novo canal do USOC poderá afetar em termos de retorno financeiro para o COI. "Deveríamos ter sentado para discutir o assunto antes de algo ter sido feito unilateralmente", disse Richard Carrion, responsável pelos direitos de tv do COI, em uma entrevista ao The New York Times. A nova rede de tv do USOC pode representar uma concorrência para a NBC e a parceira, Universal Sports, principalmente após 2012, quando os contratos de direitos de tv expiram. O USOC negocia com NBC e parceiros na tentativa de colocar o canal olímpico no ar, mas ainda não chegaram a um acordo. "Acreditamos firmemente que o que estamos fazendo com esta rede está no melhor interesse do movimento olímpico. Isto é algo que vai entregar grande valor. Fala dos ideais do Movimento Olímpico", disse Norman Bellingham chefe de operações do canal do USOC. A NBC tem a intenção de comprar os direitos dos Jogos de 2014 e 2016, mas devido à precária economia, a licitação foi adiada até outubro, quando será decidida a cidade sede dos Jogos de 2016.
Redação Sport Marketing