2 de jun de 2009

Sinaenco lança portal da Copa 2014 e apresenta relatório inédito

O Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (Sinaenco) pretende investir cerca de R$ 50 bilhões na Copa do Mundo de 2014. De acordo com a Sinaenco, responsável pela visitação nas arenas das cidades candidatas, as instalações esportivas devem consumir de R$ 6 bilhões a R$ 8 bilhões. Os números ainda não são definitivos. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) irá se reunir na próxima semana com as cidades sedes para a definição de cronograma das obras previstas para cada estádio. A Sinaenco apresenta nesta terça-feira, dia 2 de junho, o relatório inédito que elaborou sobre os desafios que as cidades-sede da Copa de 2014 terão que vencer fora dos gramados, na festa de lançamento do portal Copa 2014, http://www.copa2014.org.br/, que acontece no Auditório Armando Nogueira, no Museu do Futebol, em São Paulo. O documento será entregue ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva; aos ministros do Esporte, do Turismo, do Planejamento e da Casa Civil; e a governadores, prefeitos, secretários estaduais e municipais, deputados e vereadores, entre outras autoridades.

Redação Sport Marketing