3 de jun de 2009

Arnold Schwarzenegger é arma americana pela Copa do Mundo FIFA

O governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger uniu-se à cadidatura dos Estados Unidos para sediar a Copa do Mundo FIFA em 2018 ou 2022. "Futebol é o esporte mais popular do mundo e a Califórnia, foi a casa de alguns dos mais emocionantes jogos, e tenho orgulho fazer parte de trazer a Copa do Mundo de volta para os Estados Unidos" - disse o ex-fisiculturista e astro de Hollywood. Os estádios da Califórnia têm sido tradicionalmente utilizados para a realização de jogos internacionais nos Estados Unidos. Seis arenas na Califórnia estão entre as 58 americanas sob consideração para sediar os jogos em 2018 ou 2022: Rose Bowl, Stanford Stadium, Los Angeles Memorial Coliseum, Qualcomm Stadium em San Diego, Memorial Stadium em Berkeley e Oakland-Alameda County Stadium. Austrália, Inglaterra, Indonésia, Japão, México e Rússia, com propostas conjuntas de Bélgica-Holanda, Portugal-Espanha concorrem com os Estados Unidos. Catar e Coréia do Sul se candidataram apenas para hospedar o torneio 2022. A FIFA vai anunciar as sedes em dezembro de 2010. No dia 29.05.2009, a correspondente internacional do Sport Marketing, nos Estados Unidos, anunciou em primeira mão, o engajamento de Mia Hamm e de Landon Donovan à candidatura americana.

Ler matéria arquivo:
Sport Marketing: Mia Hamm e Landon Donovan - embaixadores da Copa ...

Redação Sport Marketing