4 de mai de 2009

Unicer disposta a pagar multa contratual do Sporting

A Unicer está disposta ajudar o pagamento da multa referente à rescisão de contrato entre o Sporting e a Sagres, da Central de Cervejas. A Central anunciou que vai processar o clube pela rescisão de contrato de forma unilateral, para poder associar-se à Super Bock . Em dezembro, a Central assinou com o Sporting uma extensão ao contrato. O Sporting, por sua vez, alega que avisou a Central que a rescisão teria efeito a partir de 1 de julho. O contrato inicial entre a Central e o Sporting era de €900 mil distribuídos entre as modalidades amadoras. As contrapartidas abrangiam publicidade no estádio, venda de cerveja, etc. Mas a Sagres quis ligar-se mais ao futebol e assinou uma extensão do contrato no valor de €1,4 milhão. Especula-se que o contrato com a Unicer é mais satisfatório e envolve cerca de €1 milhão do total pago por temporada (cerca de €2,2 milhões). A Super Bock paga mais 50% do que pagava o BES, que não renovou contrato com o cliube, para ostentar o logotipo nas costas dos jogadores. As duas cervejeiras costumam disputar os espaços nos times portugueses. Há um ano ambas buscaram o patrocínio da Liga de Futebol. A Sagres levou a melhor e reforçou a exposição no futebol, iniciada há 15 anos com a ligação à seleção portuguesa.
Ler matérias arquivo:
Sport Marketing: Porto celebra patrocínio da Unicer
Sport Marketing: Sporting garante novo patrocinador
Sport Marketing: Sporting rompe com Sagres

Redação Sport Marketing