1 de mai de 2009

Show de micos impera na Gávea

Um show de micos, para não dizer, falta de profissionalismo e de estratégia de comunicação, impera na Gávea! Ontem, o presidente em exercício do Flamengo Delair Dumbrosck anunciou, em bom português, que o clube 'havia conseguido o que faltava para fechar o contrato de Adriano'. O blogão do Flamengo colocou uma matéria com foto do jogador destacando 'que em reunião na última terça-feira, o presidente em exercício Delair Dumbrosck fechou contrato com um patrocinador que bancaria a maior parte do salário do atacante'. Especula-se que o patrocinador cujo nome é mantido em segredo seja a Olympikus. A matéria ainda ressalta que 'o anúncio oficial da contratação será feito após a final do Campeonato Carioca contra o Botafogo e que na Gávea, o retorno do centroavante é considerado “mais do que certo”'. A mídia de todo o país seguiu o exemplo. Pois bem, prá variar, a alegria rubro-negra durou pouco e no final do dia, o vice-presidente de futebol rubro-negro Kleber Leite voltou a falar com a imprensa com outro discurso. Kleber Leite declarou à Gazeta Esportiva que o clube ainda não fechou com o atacante. "Não é verdade (que Adriano teria fechado com o Flamengo). Estamos trabalhando, discutindo o tema. A coisa está bem encaminhada, mas temos deveres de casa que devem ser feitos. Este é um assunto que vai estar resolvido entre o dia 8 e 10 de maio"- declarou Kleber Leite à GazetaEsportiva.Net em matéria publicada às 13h57, ou seja, muito antes do que muitos outros veículos de mídia."A posição oficial do Flamengo é a de que o assunto está sendo encaminhado. No futebol só de pode anunciar uma contratação quando os papeis estão assinados. Ainda faltam algumas peças"- concluiu. "O que houve foi um problema de comunicação"- acrescentou Kleber Leite, ao tentar arrumar uma desculpa para a falta de habilidade do dirigente rubro-negro, clube que tem um departamento de assessoria de imprensa que deveria estar atento ao quesito assessorar. Como se não bastasse, o diretor de marketing do clube, Ricardo Hinrichsen, também em entrevista à GazetaEsportiva.Net, complementou os micos da hora afimando: "Estamos apostando num modelo diferente do Ronaldo com o Corinthians. Patrocinador é uma coisa, parceiro para a contratação de um atleta é outra"- disse o dirigente. "Estamos procurando desvincular o patrocínio do clube com as possíveis parcerias com o jogador. Não queremos misturar as coisas" - explicou Hinrichsen, que ainda afirmou que o Flamengo não fará como o Timão, onde Ronaldo tem direito a 80% do valor dos patrocínios estampados na manga e no calção do uniforme alvinegro. A fórmula mágica que o marketing do Flamengo irá usar, entretanto, não foi divulgada. Mas, torcemos para que seja melhor do que a fórmula fenomenal do Corinthians que, após tirar Ronaldo de dentro da Gávea, somou mais de R$30 milhões de patrocínio na temporada! Apenas em patrocínios pontuais, ação rechaçada pelo marketing do Flamengo, o time paulista já soma R$1,2 milhão durante o Paulistão! Os números e a fórmula são prá lá de fenomenais, mas não serão seguidos pelo time carioca que, com graves problemas financeiros, precisava de um patrocinador particular para arcar com os cerca de R$ 500 mil mensais que Adriano irá receber, caso a negociação se concretize, por um contrato válido até 2010. 'Are Baba!' - o torcedor rubro-negro não merece tanta micagem!!!
Ler matérias arquivo:

Redação Sport Marketing