17 de mai de 2009

Ministério Público move ação contra Ambev por comercial com Ronaldo

O Ministério Público Federal (MPF), em São José dos Campos, está movendo uma ação pública contra a Ambev e a África Publicidade com pedido de condenação por danos morais coletivos por conta do anúncio em que o jogador Ronaldo aparece como garoto-propaganda da Brahma. De acordo com o MPF, o comercial fere o Código de Autorregulamentação Publicitária ao desrespeitar o princípio da responsabilidade social, induzindo as pessoas ao consumo de bebida alcoólica. Na ação, pede-se que a indenização seja fixada em valor "condizente com o milionário volume financeiro envolvido". A Schincariol, segunda colocada no mercado de cervejas , havia encaminhado uma denúncia junto ao Conar (Conselho de Autorregulamentação Publicitária), pedindo a suspensão do anúncio e de acordo com a empresa, Ronaldo tem forte influência sobre o público infantil, o que deveria impedi-lo de aparecer em comercial de cerveja. Além disso, o vínculo do jogador de futebol, um esporte olímpico, a bebidas se encaixaria em um tipo de associação condenada pelo Conar. A informação é do Portal EXAME, que procurou a assessoria da AmBev que afirmou que a companhia ainda não foi notificada sobre a ação que está sendo movida pelo MPF.

Ler matéria arquivo:
Sport Marketing: Schincariol denuncia propaganda de Ronaldo no Conar

Redação Sport Marketing