3 de mai de 2009

Flamengo faz desfile de marcas na decisão do carioca

Enquanto a nação rubro-negra realizava um verdadeiro espetáculo de fidelidade e amor ao time, festejando o desejado e merecido tricampeonato carioca, alguns jogadores do Flamengo não perderam a chance de fazer da conquista do tricampeonato diante do Botafogo, nos pênaltis, uma oportunidade de realizar ações de marketing. O desempenho do time da Gávea, dentro das quatro linhas, foi maravilhoso, mas, infelizmente, num reflexo da falta de organização e de pulso da diretoria e do departamento de marketing do time, vários jogadores fizeram da festa, um verdadeiro desfile de marcas no Maracanã, diante das câmeras de tv e de toda uma nação de torcedores. Na hora da festa, jogadores do Flamengo tiraram o manto do time e exibiram camisas com frases e logomarcas de endosso pessoal. O goleiro Bruno, por exemplo, um dos grandes destaques da partida e do campeonato, não titubeou em tirar a camisa do Flamengo e posar para fotos e entrevistas para emissoras de tv, usando uma camisa branca, na qual estava escrito em letras garrafais a marca Poker, patrocinadora pessoal do goleiro, fornecedora de luvas. Ronaldo Angelim, também tirou a camisa rubro-negra e fez, além de 'marketing religioso', expondo a frase 'Deus é fiel', o marketing da marca Cobra D'água, que carregava estampada nos ombros. A conquista do tricampeonato carioca provou que se a torcida está de parabéns pela festa e os jogadores pela conquista, o marketing e a gestão do Flamengo continuam deixando a desejar. Afinal, um time que está com sérios problemas financeiros, que segue sem patrocínio desde que encerrou com a Petrobras e que está à procura de um novo parceiro, precisa ter domínio sobre questões básicas de marketing, ainda mais em momentos decisivos como uma conquista! Qual patrocinador vai pagar uma fábula para ter a marca deixada de lado e não aparecer, justamente na hora em que o retorno de visibilidade promete ser maior! Em ano de eleição na Gávea, é prudente que seja adotada a visão que a mesma torcida que festeja o título, também deseja que o time da Gávea saia do 'vermelho', pague em dia jogadores, funcionários e consiga um patrocínio!!! Para isso é necessário gestão, disciplina e comprometimento, inclusive nos momentos de festa! Este é o quinto tricampeonato do Flamengo (1942, 1943 e 1944; 1953, 1954 e 1955; 1978, 1979 e 1979; 1999, 2000 e 2001; 2007, 2008 e 2009) que ultrapassou o Fluminense na história da competição e agora é o maior detentor de títulos do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro: 31 a 30.

Redação Sport Marketing