28 de abr de 2009

Santander conversa com Ferrari

O Santander pode ser a primeira empresa a deixar a McLaren. O êxodo dos patrociandores é uma ameaça que a equipe sofre desde que se envolveu em vários escândalos. A equipe inglesa
foi desclassificada do GP da Austrália por ter omitido informações em uma situação envolvendo a ultrapassagem de Jarno Trulli, da Toyota, sobre Lewis Hamilton em um momento de safety car na pista. Por causa disso, o time liderado por Martin Whitmarsh corre o risco de ser excluído do campeonato deste ano. Emilio Botín, presidente mundial do banco espanhol que já aventou a possibilidade de ir à Ferrari, de acordo com o jornal "Marca", reuniu-se por 20 minutos com Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari. Ainda de acordo com o periódico, Botín também conversou com Fernando Alonso e Bernie Ecclestone, aumentando os boatos sobre ida do piloto espanhol para a escuderia italiana.

Ler matérias arquivo:
Sport Marketing: Santander se prepara para GP da Inglaterra
Sport Marketing: Santander aperta cerco na F1

Redação Sport Marketing