9 de abr de 2009

Forbes publica lista de clubes mais ricos

O valor dos top 25 times de futebol é de, em média, US$ 597 milhões, 8% a mais que no ano passado. Este cálculo foi realizado pela Forbes Business Magazine. A matéria relata que os contratos de transmissão e os patrocínios são os responsáveis por manter os clubes longe da crise financeira mundial. De acordo com a pesquisa Forbes, cinco clubes valem mais de US $ 1 bilhão: Manchester United, Real Madrid, Arsenal, Bayern de Munique e Liverpool. O Manchester United está avaliado em US$ 1,87 bilhão. Com US$ 160 milhões em receitas operacionais, o clube inglês lidera o ranking dos mais ricos. O valor real do time é o estádio Old Trafford (capacidade: 76.000) que arrecadou mais de US $ 200 milhões em ingressos e concessões na última temporada - mais do que qualquer outra equipe. Os donos ainda poderão vender o 'naming rights' do estádio que tem dívida estimada em US$ 1 bilhão. O espanhol Real Madrid, aparece em segundo lugar na lista da Forbes - US$ 1,35 bilhão. A segunda temporada da parceria avaliada em US$ 1,4 bilhão em direitos de transmissão com a Mediapro gerou US $ 576 milhões em receitas para a equipe. Apesar da perda do patrocinador de camisa, BenQ Mobile, o time espanhol apostou nas recentes melhorias no estádio que passou a oferecer camarotes de luxo, fortificando ações de hospitalidade que ajudaram a aumentar as receitas desta temporada. O Arsenal do milionário Alisher Usmanov está avaliado em US$ 1,2 bilhão. O time tem lotado o novo Emirates Stadium, apesar do aumento dos preços dos ingressos. O 'naming rights' paga em média US $ 18 milhões ano (contrato válido até 2021), quantia que ajuda a pagar a dívida estádio. De acordo com a Forbes, existem 50.000 torcedores em lista de espera para a compra de ingressos para a temporada. O Bayern de Munique está avaliado em US$ 1,11 bilhão. Já o Liverpool somava cerca de US $ 600 milhões em dívidas e graças a aquisição pelos empresários americanos Thomas O. Hicks e George Gillett, a equipe alavancou US$ 314 milhões. Entretanto, Hicks e Gillett têm cerca de três meses para reembolsar ou refinanciar US$ 600 milhões em dívidas com a RBS / Wachovia. Os donos do time poderão ser forçados a vender apenas um ano depois do clube jogar as semifinais da Liga dos Campeões. Completam a lista da Forbes: Milan (US$990 milhões), Barcelona (US$960 milhões), Chelsea ( US$800 milhões), Juventus (US$600 milhões), Schalke 04 (US$510 milhões), Tottenham Hotspur (US$ 445 milhões), Olympique Lyonnais(US$ 423 milhões), AS Roma (US$ 381 milhões), Internazionale Milan (US$ 370 milhões), Hamburg SV (US$ 330 milhões), Borussia Dortmund (US$ 325 milhões), Manchester City (US$ 310 milhões), Werder Bremen (US$ 292 milhões), Newcastle United (US$ 285 milhões), VfB Stuttgart (US$ 264milhões), Aston Villa (US$ 240 milhões), Olympique Marseille (US$ 200 milhões), Celtic (US$ 218 milhões), Everton (US$ 207 milhões), Glasgow Rangers (US$ 194 milhões). "O valor do futebol europeu ainda está lá " - disse Robert J. Tilliss, fundador do Inner Circle Sports, à Forbes. "A procura por parte das emissoras de tv e patrocinadores continua crescendo" - acrescentou. A BSkyB, propriedade da News Corp (NWS) e Setanta pagaram aproximadamente US $ 1,8 bilhão por ano pelos direitos da Premier League. Arsenal, Liverpool e Schalke 04 tiveram acordos de longo prazo com Emirates, Carlsberg e Gazprom que pagam mais de US$ 15 milhões por temporada. Mais de metade dos 20 clubes com maior receita têm contratos de patrocínios de camisa assinados nos últimos dois anos. Quanto aos direitos de tv, todos os clubes da Alemanha, Inglaterra e Espanha têm contratos em vigor até 2014. Os direitos de tv da França serão renegociados em 2012 e da Itália em 2010, de acordo com um relatório elaborado pela Sports Business Group at Deloitte. A relativa estabilidade financeira e a crescente popularidade do futebol na China e Sudeste Asiático, está alavancando investidores nos clubes da Inglaterra. No ano passado, por exemplo, a venda do Manchester City para o Sheikh Mansour Bin Zayed Al Nahyan foi em torno de US $ 385 milhões. Ler matérias arquivoSport Marketing: Kroenke se torna segundo maior acionista do Arsenal,Sport Marketing: Quem é Alisher Usmanov?,Sport Marketing: Americano Stan Kroenke vende o Arsenal,Sport Marketing: Quem é Roman Abramovich?,Sport Marketing: Liga inglesa vive duelo de Titãs,Sport Marketing: Dono do Chelsea compra Lua,Sport Marketing: Dono do Manchester City é o homem mais rico do ... ,Sport Marketing: World Soccer divulga lista dos mais influentes do ... ,Sport Marketing: Árabes de olho no Chelsea, Sport Marketing: Chelsea à venda?

Redação Sport Marketing