21 de abr de 2009

Comissão avalia dívidas de clubes ingleses

Uma comissão parlamentar inglesa acusou os clubes britânicos: Manchester United, Chelsea e Liverpool, de terem caído numa espécie de "doping financeiro". A comissão parlamentar realizou uma investigação que demorou cerca de um ano e produziu 27 recomendações. A comissão apoia a regra do "6+5", defendida pela Federação Internacional de Futebol (FIFA), e que prevê que cada equipa utilize seis jogadores selecionáveis para a equipe nacional do respectivo país. O deputado trabalhista Alan Keen, presidente da Comissão, destacou que "o mundo financeiro aprendeu uma séria lição" no último ano e "há um perigo real de que o futebol inglês vá pelo mesmo caminho". "A falta de uma gestão adequada e a instabilidade financeira são as principais vulnerabilidades de que sofreu recentemente o futebol inglês"-sublinhou Keen. O relatório destaca que o relatório "inclui medidas duras para melhorar a gestão do futebol e para combater o 'doping financeiro', onde o êxito no curto prazo pode comprar-se à custa da estabilidade financeira a longo prazo".

Redação Sport Marketing