8 de abr de 2009

Bernard Rajzman é eleito presidente da Comissão de Atletas do COB

A partir de agora o atleta olímpico brasileiro passa a ser representado por uma verdadeira tropa de elite do esporte nacional. Com o objetivo de aumentar a representatividade dos atletas brasileiros, o Comitê Olímpico Brasileiro apresentou, em cerimônia no Palácio Guanabara, no Rio de Janeiro, a Comissão de Atletas da entidade. A comissão será integrada por 19 atletas, todos com expressiva participação na história do esporte olímpico brasileiro. Juntos, esse 19 atletas conquistaram 30 das 91 medalhas olímpicas do Brasil. “Estamos atendendo a uma necessidade do esporte brasileiro com a criação desta Comissão, que nasce com total independência e autonomia”- afirmou o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman. “Procuramos, além de seguir as diretrizes da Comissão de Atletas do Comitê Olímpico Internacional, escolher atletas com uma importância histórica para o esporte brasileiro uma vez que a contribuição que eles poderão dar será muito grande”- completou Nuzman. Presidida pelo ex-jogador de vôlei medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Los Angeles-84, Bernard Rajzman, a Comissão de Atletas do COB terá como vice-presidente Hortência Macari, campeã mundial de basquete na Austrália, em 94, e medalha de prata em Atlanta 96, e outros 17 ídolos do esporte: Affonso de Miranda - Doda (hipismo), César Cielo (natação), Daiane dos Santos (ginástica), Giovane Gavio (vôlei), Gustavo Borges (natação), Gustavo Kuerten (tênis), Hortência Macari (basquete), Hugo Hoyama (tênis de mesa), Isabel Clark (snowboard), Janeth Arcain (basquete), Marcelo Ferreira (vela), Marta Vieira (futebol), Natália Falavigna (taekwondo), Robert Scheidt (vela), Robson Caetano (atletismo), Rogério Sampaio (judô), Sandra Pires (vôlei de praia) e Vanderlei Cordeiro de Lima (atletismo). César Cielo e Marta ainda não confirmaram oficialmente o convite feito pelo COB. “Nós atletas já somos figuras publicas. Agora, organizados como uma comissão, nossa responsabilidade será muito maior. Temos um compromisso assumido de trabalhar em prol do esporte brasileiro e do surgimento de novos talentos”, declarou Bernard Rajzman. A Comissão de Atletas Olímpicos do COB segue os moldes da Comissão de Atletas do Comitê Olímpico Internacional, inclusive com o mesmo número de integrantes. “Essa atitude do COB de criar a Comissão de Atletas é de fundamental importância para o desenvolvimento do esporte brasileiro”, disse Gustavo Kuerten. “Nosso desafio será trazer ideias e formatar projetos que contemplem não só o esporte de alto rendimento, mas também o esporte como formador da cidadania e toda a sua importância social”, completou Guga. Os objetivos da Comissão são: estabelecer um ambiente de discussão onde os atletas possam compartilhar informações e ideias relacionadas aos Jogos Olímpicos, Pan-americanos e Sul-americanos; oferecer sugestões e recomendações sobre qualquer assunto relacionado ao Movimento Olímpico; analisar a adoção dos melhores modelos, técnicas e padrões para o desenvolvimento dos atletas brasileiros; representar os direitos e interesses dos atletas olímpicos e formular recomendações a este respeito; incentivar a presença feminina no esporte; apoiar o desenvolvimento da educação dos jovens através do esporte. “Fiquei honrada em ter recebido o convite para participar da Comissão de Atletas do COB”, afirmou a ginasta Daiane dos Santos. “A criação da Comissão mostra que o esporte está ganhando uma importância cada vez maior para a sociedade brasileira. Esse é o reconhecimento do nosso trabalho”, comentou Daiane.
A duração do mandato dos atletas membros da Comissão de Atletas será de quatro anos, sempre com início em janeiro do ano seguinte à realização dos Jogos Olímpicos e com término no fim de dezembro do ano da realização dos Jogos Olímpicos seguintes. Por se tratar da primeira Comissão de Atletas do COB, sua composição foi escolhida excepcionalmente pelo Conselho Executivo da entidade. A partir do próximo ciclo olímpico, a Comissão será formada por 15 atletas eleitos e quatro nomeados pelo Conselho Executivo do COB, respeitando o limite máximo de dois atletas representantes de um mesmo esporte olímpico. “Existe agora uma comissão constituída para dar voz às necessidades do atleta brasileiro” - observou Robson Caetano. Dos 19 atletas da Comissão, 15 serão eleitos pelos atletas e quatro nomeados pelo Conselho Executivo do COB. No final de 2012, o último ano deste ciclo olímpico, cada Confederação Brasileira Olímpica poderá indicar no máximo dois atletas para concorrerem à comissão. Todos os atletas candidatos deverão ter participado de uma das duas últimas edições de Jogos Olímpicos de Verão ou Inverno. Da mesma forma, terão direito a voto todos os atletas que tiverem participado de pelo menos uma das duas últimas edições de Jogos Olímpicos. A eleição será organizada pela Comissão de Atletas, com a supervisão do COB. A partir de proposta do tenista Gustavo Kuerten, a primeira reunião ordinária da Comissão de Atletas do COB será realizada no dia 12 de junho, em Florianópolis.

Redação Sport Marketing