24 de mar de 2009

Vancouver corta verbas dos Jogos de 2010

A cidade de Vancouver irá barrar as verbas públicas destinadas a destas públicas relativas aos Jogos Olímpicos de Inverno de 2010, mas o orçamento continua a ser o mesmo para vinhos e jantares políticos e para os executivos das empresas multinacionais interessadas em associar a marca ao evento. O município de Vancouver pretende cortar US$ 5 milhões de um total de US $ 23 milhões de orçamento, não incluindo fundos provenientes dos governos estadual e federal, destinado a despesas com os Jogos Olímpicos de Inverno, citando problemas para levantar patrocínio. "Dada a atual conjuntura econômica, estamos revendo os orçamentos para US $ 18 milhões, observando que o orçamento pode ser melhorado através de patrocínios adicionais, bem como através do vendas de merchandising"- disse um relatório enviado pela prefeitura de Vancouver. Embora a prefeitura alegue que não está sendo capaz de atrair o volume de financiamento que esperavam para os eventos públicos, Vancouver vê potencial para atrair financiamentos futuros de hospitalidade corporativa através de programas durante os Jogos. "A cidade de Vancouver pode usar esta oportunidade para promover Vancouver como uma cidade diversificada" - diz o relatório assinado por Dave Rudberg, diretor de operações dos Jogos Olímpicos de Vancouver. O programa de hospitalidade local dos Jogos de Inverno inclui mais de 1000 ingressos para os eventos, além de hospedagem e recepções. A prefeitura ainda aguarda os planos de hospitalidade de outros órgãos governamentais, inclusive do Comitê Olímpico Internacional. A cidade também abrirá um espaço chamado "Vancouver House", com custos planejados em US$ 1,5 milhões, destinado a promover a cidade ao público.

Sandra White - Correspondente Sport Marketing - Estados Unidos