4 de mar de 2009

USOC reduz máquina administrativa por causa da crise

A crise econômica mundial forçou os líderes do United States Olympic Committee - Comitê Olímpico dos Estados Unidos a aprovar cortes na força de trabalho das federações americanas. A meta é realizar uma redução em até 15 % como uma maneira de conservar mais de US$7.1 milhões no orçamento 2009. " Isso é um reflexo da economia mundial " - disse Jim Scherr, diretor geral, após a reunião do USOC em Washington. O USOC decidiu reduzir, aproximadamente 5% em despesas administrativas do orçamento de US$142 milhões de 2009. As despesas administrativas consomem aproximadamente 16% do orçamento. O USOC tomará as próximas quatro semanas para determinar onde irá fazer os cortes de pessoal. O USOC junta-se à NFL, NBA e a outras organizações que também foram forçados a fazer cortes de funcionários por causa da economia. " É extremamente difícil " - disse Scherr. O USOC planeja manter o apoio à candidatura de Chicago para sediar os Jogos Olímpicos de 2016. Recentemente, o USOC perdeu o patrocínio da Home Depot. O programa local de patrocínio do USOC equivae e a aproximadamente 48% do orçamento da entidade. A verba advinda dos direitos de imagem e tv compõe 33%. O USOC somou US$103 milhões do ciclo de orçamento olímpico referente ao último quadriênio fechado o ano passado. Cinco categorias chaves, valor em torno de US$15 milhões cada, permanecem não preenchidos. O USOC está em negociações da renovação com AT& T e Banc of America e estão procurando companhias para substituir Home Depot, General Motors e Kellogg' s, assim como novos contratos.


Sandra White - Correspondente Sport Marketing - Estados Unidos