16 de mar de 2009

Itália pensa em união com a França pela Euro 2016

A Itália pensa em sediar a Eurocopa 2016 com a França. "Nós não temos problemas com uma proposta conjunta pela Euro 2016. Se for com a França, seria com um país amigo e vizinho. Se isso não for tecnicamente e politicamente possível, nós iremos adiante sozinhos" - disse Giancarlo Abete, presidente da Federação Italiana de Futebol, em entrevista para uma emissora de rádio italiana. Para modernizar a infraestrutura do futebol italiano, seria necessário um grande investimento, o que se torna especialmente difícil durante a crise econômica global, dando força, assim, a proposta de dividir a organização do torneio. Os dossiês das candidaturas devem ser apresentados à UEFA até 15 de fevereiro de 2010. A decisão final da sede da Euro 2016 será anunciada por volta de maio do ano que vem. Michel Platini, presidente da UEFA, se mostrou favorável à candidatura conjunta de Espanha e Portugal para a Copa de 2018 ou 2022, e a colocou entre as favoritas. Além das candidaturas conjuntas, Austrália, Estados Unidos,
Inglaterra, Indonésia, Japão, México, Catar, Coreia do Sul e Rússia também concorrem ao Mundial de 2018 ou 2022. Ambas as sedes serão escolhidas em processo único.

Redação Sport Marketing