20 de mar de 2009

Ginastas do Flamengo seguem sem receber

A ginástica do Flamengo tem patrocínio, mas não tem. Até agora, os atletas e técnicos do clube ainda não receberam um centavo dos R$ 80 mil mensais do patrocínio da prefeitura de Niterói. A questão é simples: graças aos problemas fiscais e administrativos, que impedem que o Flamengo receba verbas e dinheiro público, como ocorre com o patrocínio da Petrobras, os ginastas são obrigados a abrir um instituto. É mais do que fato que atletas não entendem das burocracias que envolvem esses trâmites, fato que está atrapalhando e muito que os ginastas recebam a verba que já está liberada pela prefeitura de Niterói. Já o Flamengo, que nos últimos meses se fez de super interessado em manter os esportes olímpicos no clube, tanto é que contratou uma empresa de marketing esportivo apenas para isso, parece ter lavado as mãos! Enquanto isso, Jade Barbosa, sem dinheiro para tratar uma grave lesão no punho, usa o site pessoal para angariar fundos vendendo camisetas. Niterói aceitou ajudar o Flamengo após o presidente Márcio Braga anunciar que a modalidade seria extinta no clube (ler matérias arquivo Sport Marketing: Conselho de Clubes Formadores de Atletas Olímpicos; Sport Marketing: Marketing do Flamengo não segura esportes olímpicos; Sport Marketing: Ginastas fecham com Prefeitura de Niteroi; Sport Marketing: Esportes Olímpicos viram as 'galinhas dos ovos de ...). Infelizmente, a corda está no pescoço de outros setores do time da Gávea. Os pagamentos dos salários do mês de janeiro de jogadores e funcionários, o 13º de funcionários (que estava atrasado) e dois meses do time de basquete e dos atletas de remo foram efetuados graças ao empréstimo de R$ 10 milhões. Como o data do vencimento dos jogadores é dia 25, o Flamengo entende que está em dia com o elenco, mesmo com a proximidade do próximo pagamento. O clube ainda está devendo o salário de fevereiro dos funcionários, dois meses do basquete e cinco do remo.

Redação Sport Marketing