6 de jan de 2009

Novela Flamengo x Nike termina apenas em dezembro!

Quem deu ouvidos aos muitos que veicularam que o caso Flamengo x Nike se resolveria em 2008 se deu mal. Já os que acreditaram no Sport Marketing estão assistindo de camarote as cenas dos próximos capítulos dessa novela que, em breve, vai fazer um ano e que se arrastará, no mínimo, até dezembro de 2009 (ler matéria arquivo Sport Marketing: Nike - o engodo da Gávea). O fato é que, apesar do contrato com a Nike acabar no meio do ano, o Rubro-Negro não estará livre e a negociação com a Olympikus pode melar. Especula-se nos bastidores do clube, que a Olympikus, há muito tempo já pediu de volta o aporte financeiro que fez ao clube, sob cláusula contratual de restituição, caso o time voltasse a vestir a marca da fornecedora americana de materiais esportivos. Porém, para variar o dinheiro evaporou dentro da Gávea e o clube alega não ter como devolver. Fato é que a cláusula foi quebrada e que a Olympikus já tentou sair desse embrólio! Outro fato é que, após ter rompido unilateralmente com a Nike, o caso foi levado à Câmara de Comércio Internacional, na França. A Nike tem poder de decisão para prorrogar ou não o contrato. Independente da decisão da Nike, é fato que o Flamengo não poderá ter novo patrocinador até o fim de todo o processo. Atualmente, a empresa desembolsa R$ 9 milhões por ano. Nas projeções iniciais, o departamento de finanças já contava com R$ 20,6 milhões da Olympikus para 2009. Clube e empresa já tiveram diversos atritos. No ano passado, o Flamengo rompeu o contrato unilateralmente, fechou com a Olympikus, recebeu R$ 10 milhões de adiantamento, chegou a usar o uniforme com três pontos de interrogação mas, por decisão da Justiça, foi obrigado a usar o material com o símbolo da Nike (ler matérias arquivo Sport Marketing: Camisa Nike Flamengo Bicampeão Carioca; Sport Marketing: Nike, o pêlo no ovo do Urubu; Sport Marketing: Flamengo e Olympikus fecham acerto verbal; Sport Marketing: Flamengo ignora Nike e liminar da Justiça; Sport Marketing: Nike entra com liminar contra Flamengo; Sport Marketing: Sport Marketing: Nike e Flamengo vão para a justiça e Olympikus ...; Sport Marketing: Nike e Adidas vão aos tribunais - de novo!; Sport Marketing: Flamengo acata ordem judicial e veste Nike; Sport Marketing: Nike lança novo uniforme e Flamengo tem que engolir). Caso a Nike não renove, o Flamengo ficará sem ver um centavo até o martelo ser batido. Além do problema com a Nike, o departamento de marketing do Flamengo conseguiu somar, ao longo de 2008, mais um: a Petrobras! (ler matérias arquivo Sport Marketing: Petrobras diz não a delírios do Flamengo; Sport Marketing: Petrobras e Flamengo - tanque cheio de reclamações; Sport Marketing: Petrobras e Flamengo - sem combustível para continuar). Nos próximos dias, o presidente Márcio Braga definirá a situação com a estatal. O atual acordo, de R$ 16,2 milhões, termina no final deste mês. A estatal deve ampliar o investimento para R$ 18 milhões em 2009, mas a diretoria esperava receber algo em torno de R$ 21 milhões. Os salários estão atrasados, o empresário do jogador Sambueza, que está de saída do clube, afirmou que ele não recebe há dois meses. Em ano de eleição, este ano haverá eleição para a presidência do clube, a guerra política entre o Conselho Fiscal e membros da diretoria está esquentando os bastidores da Gávea. Após questionamentos sobre as transações de Kléberson e Renato Augusto, e sobre um ‘estouro’ no orçamento, a presidência emitiu nota oficial atacando a oposição. Leonardo Ribeiro, presidente do Conselho Fiscal, também em nota, atirou contra o presidente Márcio Braga. Como se não bastasse, a crise promete acabar esbarrando nos esportes olímpicos. O Flamengo, clube do qual pertence o atual campeão do mundo em ginástica, Diego Hypólito, estuda fazer um corte nos investimentos em parte dos esportes olímpicos. Caso essa decisão vá avante, a ginástica de alto rendimento, que também conta com Daniele Hypólito e Jade Barbosa também será prejudicada pela redução e os atletas terão que deixar a Gávea. O time de basquete e alguns judocas como o reserva olímpico Leonardo Leite seriam outros que ficariam sem recursos. É mais do que fato, que o departamento de marketing do clube tem olhos apenas para o futebol, o que complica o desenvolvimento dos esportes olímpicos na Gávea. Comenta-se nos bastidores do clube que o corte é uma forma da diretoria tentar chamar atenção da mídia e, assim, pressionar o presidente Lula a assinar uma medida provisória que retardaria o pagamento das dívidas dos clubes com o governo federal com recursos provenientes da Timemania. Atualmente, a dívida do clube com o governo federal é de R$ 190 milhões. Passivo que coloca o time da Gávea no topo da lista de devedores do país. Atrás do Flamengo estão Botafogo e Fluminense, com R$ 163 milhões. Definitivamente, a Nação Rubro-Negra não merece um marketing desses (ler matéria arquivo Sport Marketing: Marketing do Flamengo ganha prêmio mico 2008)! Você gostaria de debater essa notícia? Se inscreva gratuitamente na rede social Sport Marketing e deixe sua opinião no Fórum.

Redação Sport Marketing