7 de jan de 2009

Lusoarenas fecha acordo com Corinthians

A Lusoarenas, empresa portuguesa de desenvolvimento de estádios de futebol, arenas multiusos e centros de convenções e exposições fechou acordo de parceria com o Corínthians. A empresa irá prestar serviços de assessoramento na modernização e gestão de estádios onde o Timão deter mando de campo. A empresa será parceira do Corinthians na definição do projeto de reforma dos estádios, na escolha da construtora a ser contratada, na estruturação e obtenção da solução financeira para a reforma, assim como na gestão comercial do Estádio. “O nosso principal objetivo é ser um verdadeiro parceiro do Clube, disponibilizando toda a nossa experiência, assim como a dos nossos associados exclusivos para o Brasil, como são os casos da Global Spectrum e da Stadium Capital Financing Group, de forma a assegurar que o clube tome as opções mais vantajosas no projeto, na escolha da solução financeira, na eleição da construtora ideal para a realização dos trabalhos, assim como na futura gestão do Estádio” - disse António Espírito Santo Bustorff, presidente da Lusoarenas. Segundo o comunicado, a Lusoarenas iniciará agora os serviços relativos ao projeto de reforma do Estádio Alfredo Schurig no Parque de São Jorge, onde o Corinthians pretende realizar a maioria dos jogos de mando de campo durante os próximos anos, sempre que estes se adequem às características e dimensão desse estádio e antes de definir e concluir o seu novo estádio. “Esse é mais um importante passo que o Corinthians dá para a reativação do Estádio Alfredo Schürig. Buscamos parceiros que nos ajudem nessa importante tarefa e a Lusoarenas vem para somar”- afirmou o presidente Andrés Sanchez. “Nunca escondemos de ninguém que gostaríamos de ver a Fazendinha voltar a receber jogos do Timão e, a partir de agora, estamos trabalhando efetivamente para que isso realmente aconteça”, acrescentou o presidente Sanchez, citado no comunicado. A reforma do Estádio do Parque São Jorge será realizada em cerca de quatro meses, período durante o qual o Corinthians realizará os jogos no Pacaembu ou no Morumbi. De acordo com o comunicado, "o encontrar da solução financeira para fazer face a esta modernização será da responsabilidade da Lusoarenas, sendo que para isso esta recorrerá ao suporte da Stadium Capital Financing Group uma empresa controlada maioritariamente pelo Morgan Stanley Principal Investments, uns dos melhores especialistas mundiais nessa área". A Lusoarenas, também ficará com a responsabilidade de gerir comercialmente o Estádio durante um período de 8 anos. Já o Corinthians ficará com a responsabilidade da operação do Estádio nos dias em que aí realize seus jogos.“Na Lusoarenas nos propomos a construir ou renovar Estádios para que estes se transformem numa verdadeira mais valia, numa fonte de receita significativa e permanente para os Clubes e numa boa plataforma de promoção para as empresas que a eles se associem” - afirmou Marco Herling, vice-presidente da Lusoarenas.

Redação Sport Marketing