17 de jan de 2009

Chelsea à venda?

Roman Abramovich decidiu vender o Chelsea. De acordo com a imprensa européia, o magnata russo está tentando vender o time para a Arábia Saudita, em negócio que envolverá a família real do país árabe. De acordo com o britânico “The Sunday Times”, representantes do oligarca deslocaram-se ao Dubai, para sondar eventuais compradores do clube inglês. O jornal ressalta que uma das reuniões foi com membros da família real saudita, no entanto, não há ainda qualquer indicação de que dos encontros saiam resultados positivos. O Chelsea já reagiu a estas notícias, que não são propriamente novas. Um porta-voz garantiu que Abramovich continua empenhado nos destinos do clube londrino, no qual investiu milhões de libras. O multimilionário russo, que enriqueceu da noite para o dia, após o desaparecimento da União Soviética, comprou o Chelsea em 2003 por 60 milhões de libras e responsabilizou-se por 80 milhões de dívidas. A partir dali, o cidadão russo, que não perde oportunidade de ostentar riqueza, já investiu 550 milhões de euros na contratação de jogadores. Não falta quem diga que o magnata está ansioso por recuperar o investimento. Especula-se, inclusive, que ele entrega o clube a quem lhe der em troca 880 milhões de euros, pois suspeita-se que Abramovich está com falta de liquidez. Tanto é que ele não investe mais no clube, onde há jogadores com salários de 123 mil euros... por semana. Isso sem contar o salário do técnico brasileiro Felipe Scolari.

Redação Sport Marketing