8 de dez. de 2008

Federação Alemã de Futebol em alta

A Federação Alemã de Futebol (DFB) revelou que, em 2008, somou, aproximadamente, 73,8 milhões de euros de receitas. "Somos a única a equipe que esteve entre os quatro melhores da Copa do Mundo de e da Euro 2008" - lembrou o presidente da entidade, Theo Zwanziger. O dirigente relembrou ainda a medalha de bronze conquistada pela seleção feminina nos Jogos Olímpicos de Beijing e a conquista do título europeu por parte da seleção masculina de sub-19. O número de atletas federados já passou os 6,5 milhões, o que faz da DFB 'a maior federação desportiva do mundo'.

Redação Sport Marketing

Adidas estende patrocínio com atletismo do Reino Unido

A Adidas estendeu a parceria exclusiva com o atletismo do Reino Unido. Os valores do novo contrato não foram divulgados, mas sabe-se que vigora pelos próximos cinco anos, período em que a fabricante de materiais esportivos alemã permancerá como fornecedora oficial de vestuários do time da Grã-Bretanha e da Irlanda do Norte, patrocinador oficial dos principais eventos de atletismo do Reino Unido e provedora Importantes do UKA para oficiais de Atletismo de Reino Unido e voluntários. "O negócio com a Adidas assegura outra parte importante do legado comercial para o esporte além de 2012, e eu tenho muito prazer que essa marca esportiva continue a associação bem sucedida com o atletismo do Reino Unido" - disse Niels de Vos, executivo do atletismo do Reino Unido.

Redação Sport Marketing

Estádios da África do Sul sofrem com crise financeira

As 10 cidades anfitriãs da Copa do Mundo FIFA de 2010, na África do Sul, lutam para cumprir os compromissos financeiros. As cidades sedes começaram a se desesperar a partir do momento em que o governo da África do Sul lavou as mãos, alegando que contribuíu com R1.4 bilhão (US$137 milhões) para a construção dos estádios e que não contribuiria mais. Os dois estádios em maior dificuldade são Green Point Stadium, na cidade de Cape Town, que exige financiamento acima de R950 milhão (US$92 milhões), e Estádio de Moses Mabhida Stadium em Durban, que exige mais de R850 milhão (US$82 milhões). A cidade de futebol em Johannesburg estava originalmente orçada em R1.7 bilhão, mas o projeto vai depender de um valor adicional de R640 milhões (US$62 milhões). Em Polokwane (previamente Pietersburg), o Peter Mokaba Stadium está orçado em R244 milhão (US$23.7 milhões). As restantes seis cidades anfitriãs são pequenas e podem achar ainda mais difícil equilibrar as finanças a as falhas do levantamento de orçamento inicial neste período em que o mundo passa por crise financeira. Uma das razões alegadas para as despesas adicionais são os materiais de cobertura dos estádios que são fabricados no Kuwait, o que implica em despesas de entrega. Já o Estádio de Nelson Mandela foi removido da lista das cidades anfitriãs da Copa das Confederações de 2009. O ministro de esporte da África do Sul alegou que além das dificuldades globais, os problemas são resultado de um "planejamento pobre." Ele também citou "erros" e falhas dos consultores da cidade de anfitriã. Além disso, os africanos estão preocupados por uma erupção de cólera em larga escala no Zimbábue, onde centenas das pessoas recentemente morreram. Existe também incerteza se o provedor de eletricidade oficial, ESKOM, poderá fornecer níveis adequados de eletricidade em 2010.

Redação Sport Marketing

Os Dez Mais do Corinthians

Cláudio, Luizinho, Baltazar, Gilmar, Rivellino, Zé Maria, Wladimir, Sócrates, Neto e Marcelinho. A vida e a carreira destes craques são tema do livro "Os Dez Mais do Corinthians", da coleção Ídolos Imortais (Maquinária editora). O livro tem 184 páginas, do jornalista Celso Unzelte, autor do Almanaque do Timão, é ilustrado por fotos raras e históricas, além de caricaturas dos jogadores. Uma obra que não pode faltar na estante de nenhum verdadeiro corintiano. O lanlamento está marcado para dia 16 de dezembro – a partir das 20 h - na loja Roxos e Doentes, no Estádio do Pacaembu.

Redação Sport Marketing