19 de nov. de 2008

Santos lança nova linha de produtos

O Santos expandiu a linha de produtos licenciados. O Peixe lançou caixas de som, teclado, mouse pad e mouse para computador. São produtos inéditos, com design exclusivo. A empresa responsável pela criação é a Clubfan. “Nós apostamos dois mil itens na primeira encomenda e cerca de 20 mil unidades para as próximas remessas” - disse o diretor de Marketing da Culbfan Francisco Sales. "Estes produtos são inéditos, apresentam um design arrojado, são de ótima qualidade e estarão disponíveis no mercado com um valor acessível. O departamento de Marketing vem trabalhando para ampliar cada vez mais todas as linhas de produtos e, com certeza, estes também terão grande aceitação da torcida” - salientou Mônica Fontão, coordenadora de Produtos Licenciados do Santos. Os últimos lançamentos estão à venda em todo o Brasil e na loja virtual do Santos FC, a Sempre Santos (www.sempresantos.com.br). Os produtos também estarão à venda na Umbro Store (a loja oficial da Vila Belmiro) e na Santos Mania.

Redação Sport Marketing

GM cumpre promessa e corta verba do golfe

Conforme noticiou o Sport Marketing em matéria publicada em 26.10.2008, o contrato de patrocínio entre o golfista Tiger Woods e a GM estava em risco devido à intenção da fabricante de realizar cortes nos custos devido à crise financeira mundial (ler matéria arquivo Sport Marketing: Tiger Woods e GM sentam para negociar). Uma das primeiras ações foi encerrar o contrato de patrocínio no final deste ano com o golfista Tiger Woods. A GM e Woods, que se recupera de uma cirurgia de reconstrução do joelho, classificaram a decisão como "mútua e amigável". O patrocínio perdurava há nove anos. Tiger foi garoto-propaganda de produtos da GM em vários países, principalmente para a Buick, uma das empresas do conglomerado da General Motors."Eu estou muito orgulhoso de ter tido esta longa parceria com a GM e sei que participei do desenvolvimento dos produtos da companhia nos últimos anos"- disse Woods, num pronunciamento recebido pela imprensa. A montadora de Detroit, que investe significativamente no golfe, tem cortado os gastos com marketing em todos os locais de venda, cortes de gastos em esportes motorizados, e eliminando propagandas de televisão para o próximo ano durante as transmissões de eventos como as premiações do Oscar e dos Emmy awards, além da final do campeonato de futebol americano, o Super Bowl. Woods continuará a dirigir veículos Buick durante o ano de 2009. Nos últimos nove anos, Woods tem divulgado produtos da GM no mundo tudo, e tem sido bastante associado com a marca Buick nos mercados dos EUA, do Canadá e da China.

Redação Sport Marketing

Coulthard troca pistas pela telinha

David Coulthard já tem definido o futuro. O escocês foi apontado como um dos membros da futura equipe de comentaristas de F1 da BBC, detentora dos direitos de televisão do Mundial de F1 na Inglaterra. Ao lado do escocês estarão Eddie Jordan, antigo diretor da equipe Jordan F1, Martin Brundle, outro ex-piloto e com vasta experiência enquanto comentarista de tv, Jonathan Legard e o histórico e inconfundível Murray Walker. Este último, de acordo com a emissora, terá uma "presença regular" no site. "A paixão pelo esporte ainda está muito viva e, como tal, fiquei muito entusiasmado com a hipótese de partilhar a minha visão e as minhas experiências através da cobertura da BBC" - disse o piloto que se aponsentou no final desta temporada.

Redação Sport Marketing

IAAF fecha com Adidas

A IAAF fechou parceria de 11 anos com a Adidas. A partir do acordo, a fábrica de materiais esportivos alemã passou a deter os direitos de patrocínio mundiais de todos os eventos da entidade até 2019. O contrato, cujas bases financeiras não foram reveladas, permite que a Adidas se envolva em todos os aspectos do atletismo, inclusive varejo, ajudando no desenvolvimento e criação de novos produtos relacionados. A companhia também será a patrocinadora oficial do Mundial de Atletismo realizado pela IAAF, EM 2009, em Berlim.

Redação Sport Marketing

Espanha pode se candidatar à Copa do Mundo

Ángel María Villar, reeleito para mais quatro anos à frente da Federação Espanhola de Futebol (RFEF), anunciou a pretensão de solicitar a organização da Copa do Mundo de 2018. Após saber sobre a reeleição, o presidente da Federação Espanhola disse que quer se "aprofundar na unidade" imprescindível para alcançar todos os objetivos sem esquecer que "a divergência é saudável e positiva". "Um dos objetivos fundamentais será trazer para a Espanha uma fase final de Copa do Mundo, que pode ser a de 2018. Estando unidos, tendo a administração unida, a sociedade espanhola unida, nossa candidatura será invencível" - assegurou o presidente da RFEF, que marcou como outro grande objetivo a atuação da Espanha no próximo Mundial, na África do Sul, em 2010."Solicito a todo o futebol espanhol que estejamos unidos e continuemos por esse caminho"- apontou Villar, que frisou que quer também "afundar" a relação com o Governo após superar "alguns problemas". O presidente da RFEF não quis revelar se seria uma candidatura conjunta entre Espanha e Portugal.

Redação Sport Marketing

Vasco rompe com Reebok e segue com Champs

O Vasco trocou a fornecedora de material esportivo. A nova patrocinadora do clube é a Champs. O novo acordo implica na quebra unilateral do contrato com a Reebok e, desta forma, o time terá de pagar cerca de R$750 mil à marca inglesa, cuja parceria se encerraria apenas no fim de 2009. A empresa pagava R$ 3,5 milhões anuais ao clube. "Estamos felizes com esta parceria. O material é de qualidade boa e juntos vamos fazer uma grande equipe. Quero parabenizar toda a equipe que participou da negociação e agradecer a Champ’s que acreditou nesta parceria. Vai ser uma parceria vitoriosa. O Vasco vai ser campeão com a Champ’s e a Champ’s campeã em vendas com o Vasco" - disse o presidente Roberto Dinamite. O Vasco tem ações na Justiça movidas por antigas fornecedoras de material esportivo: Penalty, Kappa e Umbro. Além disso, o clube promete lançar a camisa oficial por um preço popular para acabar com a pirataria. A camisa vai custar R$ 40 e será lançada em uma cerimônia em dezembro, com dada ainda não divulgada. Segundo a diretoria, o Vasco tem uma venda de 220 mil camisas de futebol por ano. A empresa canadense, que patrocina no Brasil Portuguesa, Ituano, América-RJ e Bragantino, firmará vínculo com o Cruzmaltino por três anos e meio e deve pagar pelo período contratual algo em torno de R$ 23 milhões. A Champs passa a fabricar os uniformes do Vasco a partir do dia de 1º janeiro de 2009. O terceiro uniforme vai voltar a passar a ser comercializado. O clube teve uma valorização de 384% em relação ao contrato anterior. O Vasco vai receber R$ 21,252 milhões por 42 meses de contrato, o que significa R$ 506 mil por mês. A camisa, que terá as clássicas versões preta e branca, manterá as logomarcas Habib´s e MRV. Além da fornecedora de material esportivo, o Vasco negocia um novo patrocínio para o clube e até dezembro deve ser anunciado o acerto com a Eletrobrás. A empresa poderia injetar cerca de R$ 19 milhões por ano.

Redação Sport Marketing

Bekham e Phelps na lista dos mais sexies

O jogador de futebol David Bekham e o nadador Michael Phelps estão entre os homens eleitos como os mais sexies do mundo, pela revista "People". A publicação, não satisfeita em estampar as fotos dos homens colocou também os perfumes que usam nas páginas. É só raspar a foto e sentir o aroma. Bekham e Phelps, escolheram fragrâncias conhecidas, como o L'Homme, da YSL.

Redação Sport Marketing

França critica LOCOG

O ex-chefe do comitê da candidatura francesa aos Jogos Olímpicos de 2012, Philippe Baudillon, que perdeu para Londres o direito de sediar o mega evento, veio a público afirmar que a previsão de custos apresentada pelos britânicos nunca foi “realista”. “O orçamento de Paris era muito, muito mais preciso”- disse Baudillon. “Londres subestimou muitos custos e pode ver agora que os custos reais são muito maiores do que imaginava”. Desse modo, o francês mostra que ainda não engoliu a votação realizada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) em junho de 2005. “As pessoas de Londres-2012 foram melhores ‘vendedores’ que as nossas. Mas isso é muito mais fácil de fazer quando você tem um contrato e realizou várias promessas que não pode cumprir. Em primeiro lugar, eles foram muito otimistas em termos de custos e, em segundo, há a crise econômica, que não é previsível. Portanto há muitos problemas com o orçamento”. (ler matérias arquivo Sport Marketing: A sorte olímpica de Londres; Sport Marketing: Crise pode afetar Jogos de Londres 2012; Sport Marketing: VisitBritain cria ações visando os Jogos; Sport Marketing: Londres 2012 nomeia agência de marketing; Sport Marketing: Londres 2012 fecha com BT; Sport Marketing: Nike faz campanha de olho em Londres 2012; Sport Marketing: Londres constrói parque aquático para 2012; Sport Marketing: Ministra britânica confiante com Jogos; Sport Marketing: Cadbury - um parceiro de pêso; Sport Marketing: Lloyds TSB Group é o primeiro a utilizar os ...; Sport Marketing: LOCOG procura agência para idealizar mascote; Sport Marketing: Londres em contagem regressiva; Sport Marketing: Londres lança nova "raspadinha" olímpica; Sport Marketing: Londres 2012 - British Airways fecha com LOCOG; Sport Marketing: Cadbury de olho nos Jogos de 2012 Sport Marketing: Sport Marketing: Ministra Britânica dos Jogos de 2012 vem ao Brasil; VISA inova para os Jogos de Londres 2012; Sport Marketing: Adidas lança camiseta Londres 2012; Sport Marketing: Record pretende bater sozinha recorde dos Jogos ...; Sport Marketing: Terra carimba passaporte para Jogos de 2010 e 2012).

Redação Sport Marketing

Astros do futebol estréiam chuteira rosa

Os fãs do futebol poderão conferir mais uma novidade da Nike na rodada deste fim de semana dos principais campeonatos nacionais da Europa. Isso porque grandes astros do futebol mundial, incluindo alguns brasileiros, irão jogar calçando chuteiras na cor "rosa". No Brasil, Cristian - volante do Corinthians - também usará o novo modelo denominado Mercurial Vapor IV Cherry (cereja), que faz parte do silo de chuteiras "Mercurial", que foi lançada em 1998. Ela apresenta inovações tecnológicas para proporcionar aos atletas o máximo de aceleração, força e apoio para a realização de movimentos rápidos e chutes precisos. A cor "rosa" - por ser um tom forte - realça ainda mais essas qualidades. Ela facilita a visão do jogador para o controle da bola e a identificação pelos companheiros na hora do passe em qualquer condição da partida (dia, noite, chuva), proporcionando assim uma melhor performance individual e de todo o time. Os jogadores que irão utilizar a nova chuteira rosa na Europa são: Materazzi (Inter de Milão), Amauri (Juventus), Bendtner (Arsenal), Marcelo (Real Madrid), Frank Ribery (Bayer Munique), Ben Arfa (Olimpíque de Marselha), Lazovic (PSV), Milan Baros (Galatasaray), Arshavin (Zenit).

Redação Sport Marketing

Nike ronda Grêmio

A Nike pode investir no Grêmio na próxima temporada. A informação é da rádio Gaúcha. A empresa teria o interesse de colocar a marca na camisa tricolor como forma de ligação a Ronaldinho Gaúcho, tendo na formação de craques a nova estratégia de marketing. Assis, irmão do jogador do Milan, esteve pela manhã no estádio Olímpico e não falou com a imprensa sobre a visita. Atualmente, o Grêmio é patrocinado pelo Banrisul (contrato até junho de 2009) e tem como material esportivo a Puma (contrato até 2010).

Redação Sport Marketing

Governo da África injeta dinheiro para concluir obras

O governo da África do Sul anunciou a injeção de mais US$ 140 milhões (cerca de R$ 336 milhões) para a conclusão das obras para a Copa do Mundo de 2010. Ainda estão reservados no orçamento mais US$ 1,4 bilhões (R$ 3,36 bilhões) para eventuais necessidades."Estamos analisando tudo para que as cidades não sofram com novos aumentos de custos"- disse o governo, em comunicado oficial. Em 2004, quando a África do Sul foi escolhida para sediar o Mundial, o custo da Copa estava estimado em US$ 3 bilhões, apenas na construção e reforma de estádios - valor que deve quase duplicar. Ao todo, incluída a infra-estrutura do país, que continuará sendo aproveitada após o Mundial, o governo calcula já ter investido cerca de US$ 23 bilhões desde o ano de 2005 (ler matérias arquivo Sport Marketing: Blatter visita África do Sul; Sport Marketing: Programas de hospitalidade África do Sul 2010; Sport Marketing: Mascote Copa 2010; Sport Marketing: África do Sul divulga gastos para Copa 2010; Sport Marketing: Poucos pacotes para Copa de 2010).

Redação Sport Marketing

Ana Ivanovic dá presentes aos fãs

A popularidade da tenista sérvia Ana Ivanovic vai muito além das quadras. Eleita, recentemente, pelo jornal alemão “Bild” como a atleta dona do corpo mais belo do mundo, Ivanovic, de 21 anos, acaba de dar um presente de Natal antecipado aos fãs. No site pessoal (anaivanovic.com), a campeã em título de Roland Garros colocou à venda um poster. Quem quiser levar a atual número 5 do mundo para casa precisa desembolsar cerca de 12 euros (ler matérias arquivo Sport Marketing: Ana Ivanovic como veio ao mundo na Sports Illustrated; Sport Marketing: Ana Ivanovic tira fotos para revista masculina).

Redação Sport Marketing

Phelps vira garoto propaganda Subway

Quem apostou que, após os Jogos Olímpicos de Beijing, ele seguiria como garoto propaganda do McDonald´s se enganou redondamente. O nadador olímpico Michael Phelps é a mais nova cara da rede americana de sanduíches Subway, uma das cadeias de fast food mais bem sucedidas do planeta. "Nós apreciamos uma relação muito positiva de trabalho com Michael, particularmente nos Jogos de Verão em Beijing. Como patrocinador TOP mundial do Movimento Olímpico, o McDonald´s deseja a Michael e a todos os atletas olímpicos o melhor"- disse o porta-voz do McDonald´s Heidi Barker. Conhecido mundialmente pelo apetite voraz, Phelps, oito medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Beijing, logo estará em todas as ações de marketing da rede. Os valores da negociação não foram revelados, mas especula-se que o contrato se estende até os próximos Jogos Olímpicos, em Londres 2012. "A Subway tem orgulho em ser uma marca saudável e ativa - que pode ser parte da rotina almentar de atletas de nível internacional" - disse o diretor de marketing da Subway, Tony Compassa, que assinou o contrato com Phelps. "Nós sabemos que Michael Phelps é um grande fã dos nossos sanduíches e, então, quisemos fundamentar uma parceria com ele. A Subway é uma marca que pode ajudar todo mundo, de atletas de elite até jogadores de fim de semana a fazer escolhas de alimentação mais saudáveis, qualquer que seja a atividade" -completou o executivo. O primeiro comercial de Phelps consumindo um sanduba Subway irá ao ar no ano que vem nos Estados Unidos. "Os restaurantes Subway sempre me proporcionaram as opções que eu estava procurando, isto é, sanduíches saudáveis, grandes ou uma almôndega gostosa" - disse Michael Phelps. "Eu realmente penso sobre a Subway como uma opção de comida para campeões." Phelps, que representará a marca em todos os canais de marketing, junta-se a uma lista de atletas que também endossam a rede como: Michael Strahan, Ryan Howard, Kimmie Meissner, Tony Parker, Laila Ali e Reggie Bush. A Subway soma-se a outras marcas que patrocinam o nadador como: Speedo, Visa, AT&T, Hilton Hotels, Kellogg's, Guitar Hero, Pizza Hut. "Subway e Michael Phelps formam a sociedade perfeita para criar consciência levando um estilo de vida ativo, saudável aos próximos Jogos. Nós estamos excitados em trabalhar junto com a Subway a longo prazo." - comentou Peter Carlisle, Diretor do departamento de esportes olímpicos da agência de marketing esportivo Octagon responsável pela carreira de Michael Phelps. A Subway é uma cadeia com mais de 30.000 lojas em 87 países. A cadeia de restaurantes foi fundada por Fred DeLuca e Dr. Peter Resiste em 1965 (ler matérias arquivo Sport Marketing: Quanto vale Michael Phelps - o rei das piscinas?; Sport Marketing: Fenômeno Michael Phelps eleva índices de audiência; Sport Marketing: Michael Phelps e oito medalhas de ouro, capa da ...;Sport Marketing: Michael Phelps lança bebida nutricional; Sport Marketing: Michael Phelps nas caixas de sucrilhos; Sport Marketing: Michael Phelps no rastro de Spitz; Sport Marketing: Michael Phelps lança novo livro; Sport Marketing: Visa patrocina festa nas ruas de Londres com ...; Sport Marketing: Michael Phelps chega antes em Londres para festa ...; Sport Marketing: Phelps é a marca americana; Sport Marketing: A supremacia Phelps - medalhas 6 e 7 - o toque de ...; Sport Marketing: Debbie Phelps segue as braçadas do filho; Sport Marketing: A supremacia Phelps - medalha 2; Sport Marketing: Speedo, medalha de ouro de marketing em Beijing; Sport Marketing: A supremacia Phelps - medalha 3; Sport Marketing: A supremacia Phelps - medalhas 4 e 5; Sport Marketing: Phelps veste a camisa de Chicago 2016; Sport Marketing: Omega reúne em Beijing a nata da história da natação; Sport Marketing: Phelps recebe crianças do programa McDonald's; Sport Marketing: Michael Phelps vira empreendedor; Sport Marketing: O centésimo de glória da Omega em Beijing) .

Sandra White - Correspondente Sport Marketing - Estados Unidos

Puma pede falência da TBZ

A Puma interpôs, no Tribunal de Comércio de Lisboa, um requerimento para a declaração de falência da TBZ, empresa de licenciamento esportivo, devido a uma dívida, anunciou a marca esportiva em comunicado. A ação judicial acontece depois da Puma ter executado, sem sucesso, “várias tentativas, em mais de seis meses, para resolver o pagamento da dívida”. “A Puma não encontrou alternativa senão requerer a referida declaração de falência da empresa devedora. A TBZ demonstrou por diversas vezes e de diferentes formas ser incapaz de apresentar um plano de pagamentos”, lê-se no comunicado. O montante em dívida da TBZ não foi divulgado. A Puma, responsável pelos uniformes do Sporting, espera “assegurar” que as camisas do clube português “continuem disponíveis nas lojas”. A TBZ entregou ao Sporting e Benfica as lojas que explorava, o mesmo sucedendo com o FC Porto, neste caso em relação a quatro espaços comerciais. Mesmo assim, a empresa mantém contratos, “por vários anos”, com os três maiores clubes portugueses, “nomeadamente em termos de licenciamento, promoções, distribuição e catálogos, entre outros”. A TBZ emprega atualmente cerca de 100 funcionários.

Redação Sport Marketing

Cruzeiro pode ter novo fornecedor a partir de 2009

Zezé Perrella, presidente eleito, do Cruzeiro revelou ao L!NET o interesse de Reebok e Nike em ser a próxima fornecedora de materiais esportivos do clube. "A Puma tem preferência. Ela vai conhecer a proposta dos concorrentes e poderá cobrir" - disse. Sobre a renovação com os patrocinadores master e premium do uniforme, Perrella disse que as partes interessadas ainda não apresentaram propostas. Ele atestou que a classificação do Cruzeiro para a Libertadores 2009 não será determinante para a escolha dos parceiros: "a Fiat tem interesse, mas não fez proposta. E a Tenda não conversou. Só podemos iniciar negociação depois que a Tenda se manifestar".

Redação Sport Marketing

Rivaldo renova com o Bunyodkor

Rivaldo renovou contrato com o Bunyodkor. O jogador ficará ia no time de Tashkent, pelo menos, até 2011. Se cumprir o acordo até o final, Rivaldo defenderá a equipe do Uzbequistão até os 39 anos. O jogador chegou ao Bunyodkor em agosto desse ano para um contrato de meio ano, tendo em vista a reta final a LC asiática e do Campeonato Uzbeque. Além de Rivaldo, o clube que é bancado por um empresário do setor de energia contratou o técnico Zico e o atacante chileno Villanueva (ex-Vasco). Os valores da negociação com Rivaldo não foram revelados.

Redação Sport Marketing

Comissão Rio 2016 apresenta projeto na Europa

A Comissão de Candidatura do Rio de Janeiro à sede dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016 fará a terceira apresentação oficial nesta sexta-feira, dia 21, na Assembléia Geral dos Comitês Olímpicos da Europa. O evento acontece em Istambul, na Turquia, e reúne representantes de 49 países. Em outubro, o projeto Rio 2016 foi apresentado na Assembléia dos Comitês Olímpicos das Américas e na Assembléia dos Comitês Olímpicos da Ásia. As quatro cidades candidatas – Chicago, Tóquio e Madri, além do Rio –terão cerca de 15 minutos para apresentar as idéias.“Vamos mostrar que o Rio de Janeiro se preparou durante os últimos anos para receber os Jogos Olímpicos, e o maior exemplo foi o sucesso dos Jogos Pan-americanos Rio 2007. Temos uma população apaixonada por esportes e nosso projeto tem muito a oferecer ao Movimento Olímpico”- explicou Carlos Arthur Nuzman, presidente da Comissão Rio 2016. A apresentação contará com uma convidada especial: a ex-jogadora de basquete Janeth, duas vezes medalhista olímpica (prata em Atlanta 96 e bronze em Sydney 2000), campeã mundial em 1994 e primeira atleta sul-americana a disputar a Liga Americana de Basquete (WNBA). “Será uma apresentação importante e estou feliz por poder contribuir com este projeto. Os Jogos Olímpicos representarão uma grande mudança, não só para o Rio de Janeiro, mas para todo o Brasil”- disse Janeth, que se aposentou após os Jogos Pan-americanos Rio 2007 e atualmente dirige um projeto social que utiliza o esporte como ferramenta de inclusão social para crianças de 7 a 15 anos. O Secretário Geral da Comissão Rio 2016, Carlos Roberto Osório; e o Governador do Rio, Sérgio Cabral, também participarão da apresentação. “Nossa missão em Istambul é confirmar o Rio de Janeiro como porta de entrada do Movimento Olímpico na América do Sul. Queremos que a candidatura Rio 2016 sirva de inspiração para todos os países em desenvolvimento”, disse o Governador Sérgio Cabral. O recém-eleito prefeito do Rio, Eduardo Paes; e o Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento, Djan Madruga, acompanharão a Assembléia Geral dos Comitês Olímpicos da Europa - não ficou claro, entretanto, o porquê a viagem de ambos neste evento internacional, assim como com que verba ambos viajaram.

Redação Sport Marketing

Record e Globo unidas contra TVs públicas

Inimigas na disputa por direitos esportivos, Rede Globo e Record, se unem quando o assunto é a cessão de direitos de eventos para emissoras de TVs públicas. A oportunidade para a convergência de idéias surgiu na audiência pública realizada na Comissão de Turismo e Desporto da Câmara, que debateu o Projeto de Lei 1878/03. Trata-se do projeto que estabelece a cessão gratuita de eventos envolvendo seleções e atletas que representem o Brasil e que não serão exibidos na TV comercial para emissoras públicas. "Hoje há no país 193 geradoras, sem falar das 597 retransmissoras, que são, em parte, pseudo-educativas, porque não produzem conteúdo educativo, usam estes canais para proselitismo, fazem comercialização publicitária fora da Lei. Será que é exatamente isso que nós queremos? Será que é a essas educativas que queremos dar esse conteúdo? O cenário mudou muito de 10 anos para cá. Naquela época, eu dizia que esporte não vivia sem a TV e vice-versa. Hoje, as TVs são reféns dos grandes eventos esportivos. Os detentores ditam as regras pelas quais as TVs competem na aquisição de direitos" - afirmou Marcelo Campos Pinto, diretor da Globo para a área esportiva. sintetizou o executivo. Ele explicou que as cláusulas exigidas pelos detentores dos eventos invariavelmente colocam a exclusividade, porque isso aumenta o preço. Depois, segundo o executivo, a comercialização é feita para todas as mídias. "E existe uma obrigatoriedade de exibição de todos estes eventos, em todas as mídias. Não existe muita flexibilidade. Nenhuma empresa hoje compra eventos para não exibi-lo, porque o custo é proibitivo", explicou. "São contratos confidenciais que exigem garantias, procedimentos e multas para os casos de desvio. As imagens dos eventos têm, por exemplo, um período de utilização e um vencimento após o evento. Além disso, nós temos que dar garantias contra o vazamento das imagens para fora da área em que somos cessionários" - disse Eduardo Zebini, diretor de esportes da Record que sugere que a TV pública busque eventos alternativos, como Universíadas (Olimpíadas Universitárias), Jogos do Exército, jogos regionais, que hoje não são exibidos. Zebini também sugeriu que a TV Brasil e o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) promovam eventos de formação esportiva e competições de divulgação de modalidades pouco difundidas.

Redação Sport Marketing

Gustavo Borges fecha com Cepall

O medalhista olímpico Gustavo Borges é o mais novo parceiro da empresa Cepall. Maior recordista brasileiro em jogos Pan Americanos, o nadador assina a linha Acqua, voltada especificamente para praticantes de natação que desejam aperfeiçoar técnica e desempenho. “A linha Acqua é inovadora no Brasil. Não tínhamos nada parecido por aqui “- disse o esportista. Segundo Eduardo Schiesari, assessor técnico da Metodologia Gustavo Borges, os equipamentos realmente melhoram o desempenho dos nadadores. “Com certeza é uma ferramenta importante para o treinamento das pessoas que praticam natação” - afirmou. A Cepall será fornecedora dos extensores às mais de 130 academias credenciadas à Metodologia Gustavo Borges de Ensino de Natação.

Redação Sport Marketing

Mercado: Crise fecha fábrica da Azaléia

A Azaléia, fabricante de calçados adquirida pela Vulcabras, fechou a fábrica do município gaúcho de Portão, no interior do Rio Grande do Sul. " O fechamento dessa unidade está ocorrendo porque estamos passando por um momento razoavelmente complexo com a concorrência de calçados chineses, que estão entrando no país com desconto de 40% a 50% em dólar " - explicou Milton Cardoso, presidente da Vulcabras/Azaléia. A unidade fabril de Portão produzia diariamente 2,5 mil pares de tênis da marca Olympikus, um dos produtos mais importantes da Azaléia e que continuará sendo fabricado nas demais unidades da empresa calçadista. A expectativa é que sejam vendidos neste ano um total de 12 milhões de pares da marca Olympikus, volume superior em relação ao comercializado em 2007. No acumulado dos nove primeiros meses, o grupo Vulcabras, incluindo as operações da Azaléia e da argentina Indular, teve um lucro líquido de R$ 151 milhões, um avanço de 75,3% quando comparado ao mesmo período do ano passado (ler matérias arquivo Sport Marketing: Join-venture Vulcabras e Reebok; Sport Marketing: Vulcabras e o grupo Adidas selam joint-venture na ...). O fechamento da fábrica da Azaléia acontece um dia depois de a fabricante de calçados femininos Dakota anunciar que também está encerrando as operações da unidade industrial de Bom Retiro do Sul, também no Rio Grande do Sul. Segundo comunicado da Dakota, a decisão se deve " à forte retração do crédito e conseqüentemente à redução do consumo junto aos consumidores, que adotaram maior cautela ante as compras. Com isso, a empresa teve a necessidade de realinhar suas estratégias para que pudesse fazer frente às novas demandas do mercado e expectativas de seus clientes. " A americana Crocs, dos calçados coloridos de borracha que se tornaram febre no mundo, também fechou a fábrica brasileira, situada em Sorocaba, no interior de São Paulo (ler matérias arquivo Sport Marketing: Crocs fecha contrato de naming rigths com AVP).

Redação Sport Marketing

Sharapova posa para revista de moda

A tenista russa, de 21 anos, Maria Sharapova está afastada das quadras há mais de 4 meses, devido a uma lesão no ombro direito, mas continua a chamar atenção. O mundo da moda parece completamente rendido à beleza de Sharapova, que está aproveitando o tempo livre para “brincar” de modelo. Depois de ter posado para a “Vogue”, Sharapova realizou um ensaio fotográfico para a revista “California Style” de dezembro.

Redação Sport Marketing

Governo chinês reconhece impulso olímpico

Além de abrir as portas da China para que o mundo conhecesse o país, os Jogos Olímpicos de Beijing também ajudaram a elevar a imagem de marcas de empresas locais. De acordo com um relatório divulgado pelo governo chinês, por meio do esporte, a indústria manufatureira chinesa pode reparar a imagem dos produtos fabricados no gigante asiático, e o próprio país pode desenvolver a imagem,. O documento governamental classifica a China com as palavras "paixão, desenvolvimento, harmonia e responsabilidade". "Igual que a imagem da marca dos Estados Unidos, que representa democraria, tolerância e sonho, a China deve também possuir sua própria imagem"- declarou Wang Yong, secretário-geral da Associação para a União de Marcas da China.

Redação Sport Marketing

Marketing Esportivo na Argentina aposta em Maradona

A seleção argentina tem oito patrocinadores oficiais (Adidas, Coca-cola, Claro, Standard Bank, YPF, Volkswagen, Quilmes e Italcred), porém busca mais oito apoiadores. Para tal, especialistas argentinos acreditam que a imagem de Maradona, como técnico da seleção, será o impulso que faltava. Por enquanto, a seleção argentina conseguiu o apoio de quatro empresas (Fibertel, Dasani, Powerade e Noblex). "Conversávamos com algumas empresas, mas não havia nada certo. Desde que nomearam Maradona, essas marcas intensificaram as negociações e outras se interessaram em se aproximar da AFA. A nomeação de Maradona gerou um ambiente muito positivo no mercado, em um momento de crise financeira mundial" - afirmou Adrían Anaya, diretor da empresa Santa Mónica, agente comercial da AFA, ao portal La Nación. "A figura de Maradona dá maior visibilidade aos já rentáveis amistosos da seleção argentina. A nomeação de Maradona nos beneficia. As pessoas o clamam e consomem muito tudo o que for relacionado a ele. Funciona como um imã, o que toca é vendido"- afirmou Carolina Visco, representante do departamento de marketing da Italcred. Para o gerente de relações institucionais do Standard Bank, Marcelo Dupont, "a figura de Maradona é sempre muito atraente, e o fato de estar à frente da equipe nacional argentina de futebol potencializa sua imagem". Guillermo Tofoni, presidente da World Eleven, empresa que organiza jogos amistosos da Argentina, declarou que Diego Maradona à frente da seleção argentina, seu trabalho será como o de "produzir uma turnê para os Beatles". "Quando foi confirmado Diego (como técnico), as seleções com as quais eu vinha conversando quiseram marcar amistosos contra a Argentina"- ressaltou Tofoni, agente do contrato de US$ 18 milhões assinado em 2006 entre o grupo russo Renova e a Associação de Futebol Argentino (AFA), para organizar 24 partidas amistosas da Argentina.

Redação Sport Marketing

Esquiador quebra o gêlo e posa nu em calendário

O esquiador britânico Alain Baxter, bronze no slalom do esqui alpino nos Jogos Olímpicos de Inverno de Salt Lake City e que, posteriormente, perdeu a medalha porque teve o antidoping positivo para metanfetaminas (que agem no sistema nervoso central e aumentam a atividade cerebral), está fazendo qualquer coisa para conseguir patrocínio. Alain Baxter, natural de Aviemore (Escócia), primeiro britânico a ganhar uma medalha olímpica no esqui alpino, lançou o primeiro calendário oficial no qual aparece totalmente nu. A meta é angariar fundos para participar nas provas de slalom nos Jogos Olímpicos de 2010, em Vancouver. O calendário tem doze fotos de Baxter tiradas pelo fotógrafo Trevor Yerbury - sumidade em ensaios sem roupa. O calendário está disponível para compra no site do Clube de Esqui da Grã-Bretanha , com todos os lucros indo diretamente para campanha olímpica de Baxter.

Redação Sport Marketing

Mercado: agricultor de maçãs lucra com logo da Apple

Um fã japonês da Apple lembrou-se de uma forma engenhosa de cultivar maçãs Fuji. O agricultor começou a produzir maçãs com o logotipo da empresa de Steve Jobs e com a silhueta do iPod. A técnica não utiliza produtos químicos, e é incrivelmente simples: basta colar nas maçãs os autocolantes dos logotipos pretendidos um mês antes da colheita. O efeito alcançado deve-se à diferença de pigmentação entre a parte que esteve exposta ao sol e a que ficou coberta pelo adesivo.

Redação Sport Marketing

Adidas lança bola da Copa das Confederações

A FIFA apresentou a bola oficial da Copa das Confederações de 2009. O evento acontece em junho do ano que vem, serve como prévia do Copa do Mundo de 2010 será disputado na África do Sul e contará com a participação de África do Sul, como país-sede, Itália, Iraque, Egito, Estados Unidos, Brasil, Espanha e Nova Zelândia. A bola, produzida pela marca de material esportivo Adidas, homenageia o país-sede da competição com um design surpreendente inspirado no típico trabalho de arte do povo de Ndebele da África do Sul e do Zimbábue, que se caracteriza pelas formas geométricas complexas, com contornos pretos e um arranjo de cores. Batizada como Kopanya (que significa "unir" no idioma Sesotho do Sul, língua sul-africana que é falada por quase cinco milhões de pessoas em várias províncias do país e em Lesoto), a bola também possui detalhes nas cores da bandeira da África do Sul e é composta por 14 gomos colados através de uma ligação térmica. A Kopanya começará a ser vendida no Brasil em dezembro deste ano. Três modelos serão disponibilizados pelo público: oficial (R$ 399,99), réplica (R$ 49,90) e mini-bola (R$ 39,90).

Redação Sport Marketing

Ucrânia dissolve agência da EURO-2012

O governo ucraniano dissolveu a agência responsável pelos preparativos para a realização da Eurocopa-2012. Segundo Ivan Vasyunyk, primeiro-ministro do país, a decisão foi tomada após a UEFA se queixar de que o órgão era “ineficiente”. A agência será substituída por um comitê de coordenação formado por 50 pessoas, ligado ao governo.“A Uefa manifestou de forma consistente que não estava feliz com o trabalho da agência”- afirmou Grigory Surkis, presidente da federação ucraniana. Diversos problemas já atrapalharam a preparação de Ucrânia e Polônia para sediar a Eurocopa-2012. Os principais deles referentes à infra-estrutura, em especial o atraso nas obras de construção e reformas de estádios. Os poloneses também se envolveram em uma polêmica com a federação (PZPN) e quase perderam o direito de organizar a competição. (ler matérias arquvo Sport Marketing: Escândalos e intervenções na Federação Polaca; Sport Marketing: Federação Polaca de Futebol tem novo presidente e ...).

Redação Sport Marketing

Lewis Hamilton vira selo

Ele é o atleta do momento na Inglaterra e no cenário da F1. Não é à toa que as homenagens multiplicam-se quando o assunto é Lewis Hamilton. A mais recente vem dos correios britânicos, que planeiam criar uma série especial de selos para o piloto inglês que conquistou no GP Brasil o título de campeão da F1 desta temporada. Segundo o “The Times”, o mais jovem campeão da história da categoria receberá a “honra” no início do próximo ano. A iniciativa não é inédita, já que a equipe de críquete e os atores Christopher Lee e Dora Bryan já viraram selos britânicos.

Redação Sport Marketing