16 de nov. de 2008

Catar pensa na Copa de 2018

O Catar pretende se cadidatar a sediar a Copa do Mundo de 2018. O país asiático responsável pela contratação de muitos jogadores brasileiros (Roger, Fernandão, Ricardinho, Aloísio e Abel Braga) e, com dinheiro sobrando, pretende ser a sede do maior torneio de futebol do mundo. Na disputa pela Copa de 2018 estão Espanha e Portugal que também planejam se candidatar. Outra candidatura bem provável é a da dupla Bélgica e Holanda, que já sediou a Eurocopa em 2000, com sucesso. A definição sobre a sede da Copa 2018 está longe de acontecer. Uma decisão por parte da FIFA deve ser tomada apenas em 2011, quando o país(es) escolhido(s) poderá se estruturar e construir estádios para receber o torneio.

Redação Sport Marketing

Ônibus ecologicamente corretos em 2016

Durante o 13º Congresso sobre Transporte de Passageiros, realizado na Marina da Glória, no Rio de Janeiro, foi divulgado um protocolo de intenções para que, em 2016, todos os ônibus que atenderão atletas, jornalistas, delegações e autoridades que participarem dos Jogos Olímpicos usem combustível biodegradável derivado de fontes renováveis (com 20% de biodiesel). O chamado Projeto Biodiesel B20 tem como objetivo melhorar a qualidade do ar na região metropolitana da cidade. “A preocupação com o meio ambiente é um dos pilares da candidatura do Rio de Janeiro. A utilização do combustível biodegradável será um importante legado e o Rio de Janeiro será exemplo para expandir o projeto para outras cidades”, disse Alexandre Techima, Diretor de Infra-estrutura da Comissão Rio 2016. As entidades realizarão estudos para definir as linhas de ônibus que serão utilizadas para testar o novo combustível. As primeiras serão as linhas que passam pelas quatro regiões do projeto Rio 2016: Copacabana, Barra da Tijuca, Deodoro e Maracanã. Também serão feitas pesquisas complementares para a implantação experimental do Projeto B20. No total, 1500 ônibus utilizarão o combustível biodegradável.

Redação Sport Marketing

Benfica e Inglaterra faturam muito em merchandising

O clube que mais receitas de merchandising gera em Portugal é o Benfica. De acordo com um estudo da “Sport+Markt” e da “PR Marketing European Football Mechandising Report”, citado pelo site “Futebol Finance”, os encarnados encaixam uma média de 2,4 milhões de euros anuais, verba que deriva, essencialmente, das transações efetuadas em dia de jogo. O sucesso desportivo e outras condicionantes como o tipo de mercado ou o número de adeptos, realça o estudo, acabam por ser decisivos em termos de receitas. Os números do Benfica aliados aos de FC Porto e Sporting acabam por significar uma média de 1,8 milhões de euros/anuais, o equivalente a um sétimo posto numa tabela européia que mostra uma distância acentuada relativamente a outros campeonatos. Os clubes da Premier League vão à frente no ranking de clubes que mais receitas geram com o merchandising. Em Portugal os 3 grandes geram em média 1.8 milhões de Euros. Já Na Holanda, por exemplo, a média dos 6 clubes com maior volume de negócios é de 3,6 milhões de euros. A Inglaterra mostra uma das razões porque organiza o campeonato mais rico do Mundo – 171 milhões de euros gerados entre 20 clubes, o que significa uma média de 8,6 milhões de euros. Os 116 clubes do estudo, alcançam em média 5.3 milhões de Euros, com cerca de 20 clubes com uma média de receitas superiores de 21.2 milhões de Euros e 96 com que geram cerca de 2 milhões de Euros.

1. - Premier League (Inglaterra) - 171 milhões de Euros (média/clube 8.6 m/€)
2. - Liga BBVA (Espanha) - 145 milhões de Euros (média/clube 7.3 m/€)
3. - Bundesliga (Alemanha) - 127 milhões de Euros (média/clube 7.1 m/€)
4. - Série A (Itália) - 64 milhões de Euros (média/clube 3.2 m/€)
5. - Ligue 1 (França) - 64 milhões de Euros (média/clube 3.2 m/€)
6. - Eredividie (Holanda) - 22 milhões de Euros (6 maiores clubes/média 3.6 m/€)
7. - Liga Sagres (Portugal) - 5.5 milhões de Euros (3 maiores clubes/média 1.8 m/€)

De acordo com os autores do estudo, os fatores mais significativos para o sucesso de um clube ao nível do merchandising, passam pelo sucesso, tamanho do mercado doméstico, número de adeptos dentro e fora do país e pelas as estruturas profissionais de merchandising. No entanto as receitas geradas em dias de jogo são a chave para o sucesso dos clubes.

Redação Sport Marketing

Empresa faz seguro de vôo de seleções

A empresa espanhola Bonussm, que organiza o amistoso entre Brasil x Portugal , fez um seguro adicional para transportar as "estrelas" no vôo fretado pela TAP. Além do seguro normal feito pela transportadora portuguesa, a Bonussm assinou uma nova apólice para reforçar a segurança dos craques. A TAP não faz contratos adicionais de seguro. Fonte da transportadora disse ao CM que "o seguro da companhia já é de um montante muito elevado e não faz sentido qualquer alteração". O cuidado deve-se ao fato de que neste vôo estarão alguns milhões de dólares em craques. O A340 da TAP com partida marcada para as 15h00 vai transportar jogadores avaliados em mais de 630 milhões de euros – segundo avaliações dos empresários FIFA Paulo Barbosa, Rui Neno e Jorge Manuel Mendes — rumo a Brasília para o amistoso entre as seleções de Portugal e do Brasil, que será realizado dia 19, em Gama, no estádio Bezerrão - Estádio Walmir Campelo Bezerra. Cristiano Ronaldo e Kaká, atleta FIFA em 2007, estão entre os 38 atletas com lugar reservado no ‘Venceslau de Moraes’, que vai transportar a grande maioria dos jogadores. Além dos vinte convocados por Carlos Queiroz (avaliados em 287, 8 milhões de euros), também os 18 ‘europeus’ (346,3 milhões) dos 23 convocados por Dunga, vão integrar o mesmo vôo. O avião tem chegada prevista à Brasília às 22h50 locais.

Redação Sport Marketing