2 de nov. de 2008

Egito apresenta logo da Copa FIFA U-20

O Egito apresentou para a imprensa o logo oficial da Copa do Mundo FIFA U-20. O evento será realizado em 2009 e a logo foi desvelada durante uma cerimônia no Cairo. "A Copa do Mundo FIFA U-20 é um evento importante e, responsável pela revelação de grandes estrelas do futebol, como Maradona, Ronaldinho e Messi. Eu estou certo que novos talentos emergirão uma vez mais no Egito em 2009" - disse Joseph Blatter, presidente da FIFA. O emblema oficial representa uma fusão harmoniosa da civilização antiga gloriosa do Egito com cultura moderna. A forma da esfinge representa a essência milenar do Egito, enquanto que a cor dourado simboliza o sol, a areia do deserto e o reino dourado do Nilo. As cores vermelho, preto e branco representam a bandeira nacional egípcia. A Copa do Mundo FIFA U-20 será a segunda competição da FIFA organizada pelo Egito, que hospedou o U-17, em 1997. O evento contará com a participação de 24 times do mundo inteiro que competirão pelo título de 25 de setembro até 16 de outubro de 2009.

Redação Sport Marketing

Sogipa e Banrisul juntos em ciclo olímpico

Sogipa e Banrisul assinaram contrato de patrocínio para a equipe de judô. O contrato, de duração de quatro anos, tem como meta o novo ciclo olímpico visando os Jogos de Londres, em 2012.
“Este vai ser um bom investimento para todos os lados”- afirmou o gerente de marketing do banco, Ivan Borella. “A parceria entre Banrisul e Sogipa mostra um comprometimento de ambas as partes. O Banrisul acreditou no nosso projeto desde o princípio. Somaremos nossas duas marcas para elevá-las a um patamar maior” - analisou o vice-presidente de esportes da Sogipa, Alexandre Algeri.

Redação Sport Marketing

Lewis Hamilton x Tiger Woods

Na corrida pelo posto de atleta mais rico do planeta, o golfista Tiger Woods pode perder a posição para o piloto de F1 Lewis Hamilton. A quinta posição do inglês Lewis Hamilton no GP Brasil, que lhe garantiu o título de campeão do mudo com apenas um ponto de diferença, o colocou também, próximo do título do primeiro esportista de um US$1 bilhão. De acordo com o jornal inglês, The Times, o mais jovem campeão da história da F1 podia ser o único a bater o golfista Tiger Woods no pódio do esportista mais rico do mundo. Tiger está em curso de tornar-se o primeiro atleta a acumular US$1 bilhão, feito que, segundo especialistas da revista Forbes, o golfista irá alcançar por volta de 2010 (ler matérias arquivo Sport Marketing: Tiger Woods dá grandes tacadas em Dubai; Sport Marketing: Tiger Woods vende mesmo longe dos greens; Sport Marketing: Patrocinadora de Tiger Woods comemora lucros; Sport Marketing: Tiger Woods - o Barak Obama do esporte). O contrato de Hamilton com a McLaren está estimado em £75 milhões, por cinco anos. O piloto também acumula patrocínios pessoais com empresas como a Reebok que soma £20 milhões na conta do inglês (ler matérias arquivo Sport Marketing: Reebok acelera negociações com Lewis Hamilton; Sport Marketing: Reebok apresenta o embaixador Lewis Hamilton; Sport Marketing: Lewis Hamilton de carteira cheia). Caso Lewis continue nessa velocidade, em 2012, ano de renovação do contrato do piloto com a McLaren, os valores podem chegar a £30 milhões de por ano e, os ganhos de carreira podem chegar a £500 milhões, quantia que ultrapassa os ganhos da carreira do alemão Michael Schumacher e David Beckham, cujos negócios em patrocínios somam
£20 milhões de por ano.

Redação Sport Marketing

Benfica, bem na fita

O Sporting registrou, pelo terceiro ano consecutivo, balanço positivo, apesar de, neste último exercício, os lucros terem caído 96,1%. Em 2006/07 o balanço final foi positivo em 15,239 milhões de euros, neste último ano o balanço positivo foi de apenas 597.000 euros. O que sigifica
uma queda de, aproximadamente, 14,642 milhões de euros. A redução dos ganhos com transferências de jogadores contribuiu para os números atuais. No exercício anterior, vendas de jogadores significaram 25,456 milhões de euros, este ano, apenas 2,498 milhões.

Redação Sport Marketing

GP Brasil garantido por mais seis anos em Sampa

O GP Brasil de F1, palco da vitória de Felipe Massa e da conquista do mundial pelo inglês Lewis Hamilton, renovou contrato com a FIA até 2014. O acordo foi assinado por Bernie Ecclestone, chefe da categoria, Gilberto Kassab, prefeito de São Paulo, Caio Luiz de Carvalho, presidente da SPTuris, e Tamas Rohonyi, promotor da prova em Interlagos. Ecclestone fez questão de elogiar o circuito paulista e ressaltou as obras realizadas nos dois últimos anos, tanto na pista quanto nas arquibancadas. Só em 2008, estima-se que os investimentos nas reformas tenham atingido US$ 15 milhões. Em compensação, espera-se que o retorno chegue a US$ 107 milhões.

Redação Sport Marketing