26 de out. de 2008

Tiger Woods e GM sentam para negociar

Tiger Woods e GM estão em negociações, a fim de que a fabricante de carros siga com o patrocínio do golfista no Torneio Buick após 2009, quando o contrato expira. A General Motors já avisou ao mercado, que devido à crise financeira mundial, irá implementar corte de custos. O agente de Tiger Woods e Larry Come, gerente de marketing da divisão de golfe da GM disse que a empresa e o golfista estão em conversações. O Buick, que tem um acordo de endosso com Tiger Woods desde 1999, não tem nenhum plano, por hora, de como pretende manter os patrocínios do Torneio de golfe. Tiger, vencedor de 14 torneios importantes, continua com o logotipo Buick na bolsa de golfe e aparece em anúncios de tv da fabricante GM. Buick está envolvido no golfe há 50 anos e é o carro oficial do PGA dos Estados Unidos até 2010. A companhia é a maior patrocinadora do PGA, de acordo com o site Buick, e tem acordos para patrocinar o Buick Invitational, na Califórnia, e o Buick Open, em Michigan, por mais duas temporadas.

Redação Sport Marketing

Nike lança camisa comemorativa ao Corinthians

Em parceria com o Corinthians, a Nike lançou uma camisa em homenagem ao clube, jogadores, comissão técnica e torcedores que ajudaram a equipe no acesso à primeira divisão nesta temporada. Essa camiseta reforça a atitude de superação da nação corintiana, que incentivou o time ao longo deste ano cheio de obstáculos. A camisa é de algodão, tem gola careca e, exibe o escudo do clube do lado esquerdo do peito. A logomarca da Nike está do lado direito. Tudo na cor dourada, que representa o início de uma nova fase. Nas costas, estampa uma arte com a frase 'Dar a volta por cima' sob as cinco estrelas das principais conquistas do clube. O produto será comercializado nas cores branca e preta - alusivas aos uniformes oficiais da equipe -, e roxa, que remete ao terceiro uniforme para lembrar a paixão dos corinthianos pelo time.

Redação Sport Marketing

BM&F Bovespa x Rede Atletismo - rivalidade aumenta qualidade

A BM&F Bovespa, com 20 anos de patrocínio ao atletismo e equipe própria desde 2002, vê a chegada da novata Rede Atletismo, que rica, oferece algo que 10 entre 10 atletas sempre sonharam: infra-estrutura de Primeiro Mundo. A Rede Atletismo, oferece um Centro de Treinamento com pista certificada pela Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF), capaz de seduzir a saltadora Maurren Maggi e o técnico, Nélio Moura, justificando a recente quebra de contrato com a BM&F (ler matéria arquivo). Ligada à Rede Energia, empresa que reúne nove concessionárias responsáveis por 35% da distribuição de energia elétrica no Brasil, a Rede Atletismo fez em 2008 a primeira temporada. Reuniu atletas que estavam em equipes periféricas e levou 12 deles para Beijing, incluindo parte da equipe do revezamento 4 x 100 m masculino, 4.ª colocada nos Jogos. No ano de estréia, conseguiu uma façanha. Venceu a competição masculina do Troféu Brasil, encerrando uma hegemonia da BM&F que durava havia sete anos. Com sede em Bragança Paulista, a 90 km da capital, é fruto do desejo pessoal do empresário Jorge Queiroz de Moraes Júnior. Hoje presidente do conselho de administração da Rede Energia, orgulha-se em dizer que fez a primeira viagem internacional, para o Chile, ainda na década de 1960, para representar o Brasil em um Sul-Americano de juvenis. Era velocista.

Redação Sport Marketing