13 de out. de 2008

Philips a luz do fim do túnel da Williams

Apesar da crise financeira mundial, a Williams segue passando por cima inclusive dos problemas da escuderia. A boa notícia é que a Philips, patrocinadora da equipe inglesa há três anos, anunciou que vai prolongar o contrato com a escuderia, agora com o objetivo de ampliar os setores de atuação nos negócios do time. No terceiro ano de patrocínio, a Philips viu aumentar em mais de 10% o número de vendas de produtos em comparação com os dados de 2007. "Estamos muito felizes com a renovação do nosso vínculo. O crescimento das vendas de nossos produtos mostrou-se diretamente ligado ao fato da aparição da marca juntamente a equipe. Foi bom ampliar nosso relacionamento com a escuderia " - disse Egbert van Acht, diretor de marketing da empresa.

Redação Sport Marketing

Adidas segue com Palmeiras

O Palmeiras renovou contrato de fornecimento de material com a Adidas. A fabricante alemã terá contrato com o Verdão por mais três temporadas. Especula-se que para firmar o acordo e superar a concorrência da também alemã Puma e da brasileira Olympikus, a "marca das listras" irá pagar R$ 9,2 milhões por ano. O valor do novo contrato do Palmeiras com a Adidas é quase o dobro do anterior, que vinha desde a saída da italiana Diadora em janeiro de 2006. A fornecedora alemã também promete pagar ao clube do Parque Antárctica um "bônus" de acordo com os números das vendas de camisas.

Redação Sport Marketing

Vasco com um pé na Reebok e outro na Penalty

O presidente do Vasco da Gama, Roberto Dinamite, confirmou que o time está negociando com duas empresas de materiais esportivos: a Reebok, atual patrocinadora co contrato até 2009 e a Penalty, que já confeccionou os uniformes do time no passado. A intenção é aumentar os valores do contrato com a Reebok que é de R$ 75 mil mês. Caso não consiga acertar, a idéia é conversar com a Penalty, empresa com a qual o Vasco tem uma dívida de aproximadamente R$ 6 milhões.

Redação Sport Marketing

Barcelona segue com Nike

O vice-presidente do Barcelona, Joan Boix, abordou admitiu que a crise financeira mundial "poderá afetar alguns setores do clube, mas que, por enquanto, está tudo controlado". Boix assegurou que os contratos televisivos com a Mediapro e com a fabricante de equipamentos esportivos do time, a Nike, são "acordos seguros e que vão continuar em vigor".O outro grande clube de Espanha, o Real Madrid, anunciou na semana passada que está com "uma boa situação econômica e financeira".

Redação Sport Marketing

Andorinha é mascote do Mundial de Vôlei

A Federação Internacional de Vôlei (FIVB) escolheu a mascote do Campeonato Mundial masculino de vôlei de 2010, que será realizado na Itália. Uma andorinha azul, com o número 10 em amarelo desenhado no peito foi a vencedora. A votação agora é para escolher o nome da mascote. "A mascote é muito bonita. É mais um passo para o mais bonito Mundial da história. Nesta grande ocasião, eu dou meus agradecimentos e minha admiração ao Comitê Olímpico Italiano, à Federação Italiana de Vôlei e ao Comitê Organizador' - disse o dirigente da FIVB, Theofanis Tsjokris. Para votar no nome da mascote basta acessar o site oficial da competição (http://www.volley2010.com/) e escolher entre as opções: Fly, Gamp, Ítalo, Mimmo e Volly.

Redação Sport Marketing

LOCOG tenta driblar a crise

Apesar da crise financeira que assola o mundo, o LOCOG - London Organizing Committee Olympic Games - Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres, conseguiu um fator de alívio. Conforme anunciamos (ler matéria arquivo Sport Marketing: Cadbury de olho nos Jogos de 2012), os executivos do LOCOG pretendem anunciar a concretização da negociação com a marca de chocolate Cadbury. Especula-se que o contrato de patrocínio com a Cadbury para aliar a marca aos Jogos de 2012 está em torno de £20 milhões. O business vem adoçar a situação do Comitê Organizador que tem entre os patrocinadores, o Lloyds TSB, uma das vítimas da crise financeira que assola o mundo e que ocupa o nível mais alto de patrocínio - cerca de £80 milhões. Especula-se que se o banco for fundido com o HBOS, o Lloyds TSB perca o nome, porém, peritos acreditam que a fusão manterá o patrocínio, embora possa significar uma significativa renegociação, o que pode custar mais ao banco. O governo, por exemplo, após as últimas medidas de compra dos bancos, permitiu que o Northern Rock continue a patrocinar o Newcastle United FC e o Newcastle Falcons RUFC.

Redação Sport Marketing

Estádio de Wembley fecha com Nestlé

A Nestlé é a mais nova patrocinadora oficial Estádio de Wembley. A maior fabricante de chocolates do mundo fechou contrato com o estádio até julho de 2010. Os valores da negociação não foram revelados, mas o contrato dá direito à multinacional suíça de fornecer os produtos com exclusividade de toda confeitaria, água, sorvete e bebidas quentes. A Nestlé também terá direitos exclusivos na categoria para promover a associação com o Estádio inglês durante o acordo. A Nestlé se tornou o décimo patrocinador a alinhar a marca com o estádio nacional e juntar-se a um grupo comercial formado por Microsoft, UMBRO, Carlsberg, npower, Walkers, Betfred, National Express, Coca-Cola e Nationwide. "Nós temos muito prazer em dar boas-vindas à Nestlé como patrocinadora oficial. Esta aliança realçará a experiência dos fãs que forem ao Estádio permitindo que apreciem uma grande variedade da comida e marcas de aperitivos" - disse Jonathan Gregory, diretor comercial do Estádio de Wembley. "O Estádio de Wembley representa uma grande oportunidade para a empresa dentro da indústria de lazer, esportes e entretenimentos" - disse David Field, diretor administrativo da Nestlé.

Redação Sport Marketing

NBA pretende expandir na China

A Liga Norte-Americana de Basquete (NBA) e o bilionário Philip Anschutz, do grupo de entretenimento AEG (Anschutz Entertainment Group), com sede em Los Angeles, fecharam uma sociedade. A meta é desenvolver mais que uma dúzia de arenas de no estilo da NBA em território chinês. A maioria de arenas será construída nas principais cidades da China e é provável que sejam financiadas pelos governos locais e das províncias. Timothy J. Leiweke, presidente e CEO da AEG, disse durante uma coletiva de imprensa que em breve estarão apresentando os planos mais detalhadamente."Nós esperamos que, dentro das próximas semanas, possamos divulgar mais detalhes das nossas metas". De acordo com os EUA as arenas fazem parte da meta da NBA de espandir e marcar a liga na China. A NBA atualmente tem mais de 100 empregados em quatro cidades e 15 parceiros de marketing na China. Esta não é a primeira joint venture entre as duas empresas. A Arena Wukesong, que foi sede do basquete nos Jogos Olímpicos de Beijing, foi construída pelo governo chinês, mas sob a supervisão da AEG e da NBA. A arena custou cerca de US$ 400 milhões. Se formos considerar que 12 ginásios serão erguidos, o investimento total será de aproximadamente US$ 5 bilhões. AEG não debuta no esporte. Além de ter supervisionado a construção da arena que foi lar do basquete nos Jogos de Pequim, a empresa é dona do LA Kings, time de hóquei de Los Angeles. Já a AEG supervisiona cerca de 90 arenas em todo o mundo, entre elas o Staples Center, onde Lakers e Clippers jogam, e a O2 Arena, em Londres, o maior “dome”do mundo, com capacidade para 23 mil pessoas. Cuida também do Kodak Theater, onde acontece a cerimônia do Oscar. Foi a empresa que intermediou a ida de David Beckham do Real Madrid para o Los Angeles Galaxy, um investimento de cinco anos que custou ao clube californiano US$ 250 milhões.

Redação Sport Marketing

Federação Portuguesa de Futebol fecha patrocínio por três anos

A Federação Portuguesa de Futebol vai anunciar a empresa patrocinadora da Taça de Portugal para o triênio 2008/2009-2010/2011. Ao que tudo indica, o novo patrocinador também irá dar nome à competição. Segundo a nota divulgada pela Federação, esta iniciativa pretende "dar maior dinamismo e visibilidade" à Taça de Portugal, "associando-se a um nome de reconhecida notoriedade entre todos os portugueses e vasta presença nacional".

Redação Sport Marketing

Mercado: Apple não se abala com crise e lança nova linha

Boas notícias para os fãs da Apple. Ao que tudo indica, a empresa de Steve Jobs lançará uma série de computadores portáteis com preços acessíveis. As especulações criadas em torno das novidades avançadas pela Apple levam a crer que a empresa vai apostar numa linha mais econômica, reduzindo os preços base dos equipamentos. Segundo o New York Times, o preço do laptop mais básico deverá ficar abaixo dos 800 dólares - cerca de 590 euros - e avança ainda que os modelos deverão assemelhar-se ao MacBook Air. Em julho, depois de um trimestre forte para a empresa, o CFO Peter Oppenheimer indicava que a Apple estava prestes a apostar numa nova classe de produtos que proporcionariam uma concorrência mais equilibrada para os novos standards do mercado. A única dúvida que permanece é no tipo de computadores que a Apple irá apostar: netbooks ao estilo Eee PC, ou reduções de preços em modelos redesenhados.

Redação Sport Marketing

FIM e FIA aprovam circuito de Portimão

Depois da Federação Internacional de Motociclismo (FIM) ter dado aval ao Autódromo Internacional do Algarve, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) faz uma última vistoria ao circuito de Portimão, em Portugal, e conferiu ao traçado, o aval necessário para a realização de todo o tipo de provas. "É com natural satisfação que recebemos o ok final por parte da FIA. Temos trabalhado arduamente para que tudo estivesse em conformidade com as diretrizes que recebemos. E assim sendo, fecha-se agora este ciclo. As restantes semanas até à inauguração servirão para finalizar detalhes"- disse Paulo Pinheiro, responsável pelo Autódromo Internacional do Algarve. A primeira prova do Autódromo acontecerá em 31 de Outubro, 1 e 2 de novembro com o Mundial de Superbikes.

Redação Sport Marketing

Cruzeiro anuncia novidades

O Cruzeiro se prepara para anunciar novidades em relação ao fornecedor de material esportivo. A Puma, atual fornecedora, já fez proposta e tem a prioridade para renovar o contrato até o dia 31 de outubro, porém, segundo o diretor de marketing do clube, Antônio Claret, há outras empresas interessadas. Os patrocínios master e premium também estão sendo estudados. Há a possibilidade de a Tenda permanecer. A Fiat, que estampa a marca nas mangas da camisa, pode também ser a patrocinadora principal.

Redação Sport Marketing

Novotel Jaraguá pretende reforçar posicionamento esportivo em 2008

O Novotel Jaraguá recebeu pela quinta vez o evento "Play- Confraria do Esporte", reunindo
profissionais da indústria do esporte para a apresentação de Bruna Carincotte, gerente de
Marketing do Novotel para América Latina, sobre a estratégia global de comunicação da marca,
em marketing esportivo. "Trabalhamos na marca Novotel, o conceito Home of Sport,em que bem estar e esporte estão intimamente ligados" - explicou a gerente de marketing do Novotel. Mundialmente, a marca é patrocinadora do time francês de futebol Lyon. Na América Latina, é apoiadora global da Copa das Nações, maior torneio de futebol infantil do mundo, do Grupo Danone, a AFC Liga dos Campeões, na Ásia, o Open de France, segundo maior torneio de Golf da França, e patrocina atletas, como a jogadora de tênis Jullia Mariarty, e o ciclista Bem Kersten.Em 2009, as estratégias da marca para o marketing esportivo, no Brasil, México, Chile e Peru serão ampliadas. Cota de patrocínios para eventos esportivos e confederações, ações especiais ligadas ao esporte, com desconto em tarifa, apoio em hospedagem, salas de reuniões e serviços de Alimentos e Bebidas são algumas das ações já definidas. Para o gerente de Marketing e Vendas do Novotel Jaraguá, Tiago Varalli, a nova estrutura de apoio e patrocínio irá reforçar a ligação da marca e da unidade com a prática esportiva, além de atrair novas oportunidades de negócios. O foco principal de atuação será o futebol, tênis, atletismo e basquete.

Redação Sport Marketing

São Paulo inaugura loja

O São Paulo inaugura a primeira loja com a marca do time: a Sao Store. A loja é no Shopping Ibirapuera e terá produtos exclusivos e licenciados, como camisetas, acessórios para os torcedores, e até um anel de diamantes de quase cinco mil reais. Mas serão apenas três peças por loja. O presidente do clube, Juvenal Juvêncio, dirigentes tricolores e representantes da Reebok confirmaram presença no evento.

Redação Sport Marketing

Lupo fecha com a FIFA

A Lupo fechou contrato com a FIFA (Federação Internacional de Futebol). O contrato cujos valores não foram divulgados dará à empresa o direito de estampar a marca ao lado da logomarca da federação e dos mascotes dos países que disputarão as duas próximas Copas do Mundo (África do Sul - 2010, Brasil - 2014). A negociação que demorou um ano dará à Lupo, que atualmente, fabrica meias e cuecas para diversas marcas ligadas ao esporte, como Nike, Speedo, Reebok, Red Nose, o direito de comercializar as meias em toda a América Latina. O contrato foi fechado através do escritório de licença da FIFA que fica em Cingapura. De acordo com Valquírio Cabral Júnior, diretor comercial da empresa, a perspectiva é colocar, por ano, cerca de 100 mil pares dessas meias no mercado.

Redação Sport Marketing

Comitê Olímpico dos Estados Unidos em alerta

O USOC - United States Olympic Committee - Comitê Olímpico dos Estados Unidos adiou a decisão sobre o orçamento do próximo ciclo olímpico de quatro anos. O Comitê, que está entre os que detém maior número de patrocinadores, também cogitou a possibilidade de fazer cortes de verbas a partir de 2009. O diretor Jim Scherr admite que alguns ajustes serão necessários, mas prometeu que os possíveis cortes serão feitos em áreas administrativas, sem afetar diretamente o investimento nos atletas. "Não somos economistas e não sabemos até que ponto esta recessão vai afetar o nosso negócio. O certo, no entanto, é que teremos de fazer alguns ajustes" – afirmou Scherr, no primeiro encontro do Comitê após os Jogos de Beijing, realizado em Orlando, Flórida. No último ciclo olímpico, que terminou em Beijing, o orçamento total do Comitê foi de US$ 617 milhões (cerca de R$ 1,3 bilhão).

Redação Sport Marketing

Meio Ambiente: candidatura a 2016 prevê metas ambientais

A candidatura do Rio aos Jogos Olímpicos de 2016 levou a prefeitura, em conjunto com órgãos estaduais e federais, a elaborar o Plano de Legado Urbano e Ambiental da cidade. Para aumentar o controle e a proteção sobre a cobertura florestal carioca, foram traçadas algumas metas, entre as quais: implantar ou recuperar delimitadores físicos em 15 parques naturais municipais; melhorar a infra-estrutura de visitação; elaborar planos de manejo para as unidades de conservação; reassentar famílias que morem nas áreas protegidas; e criar uma guarda-parque que fiscalize invasões e dê apoio aos visitantes. Entregue ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB) na última quarta-feira, o plano deverá servir de base para o dossiê da candidatura. Ele propõe ainda a criação de um corpo específico de guardas para o Parque Nacional da Tijuca, além de melhorias nos equipamentos de visitação, sobretudo na área do Corcovado. De acordo com a chefia da unidade de conservação, a floresta é vigiada por fiscais, monitores ambientais e, nos pontos turísticos "como o Cristo Redentor e a Vista Chinesa", por agentes privados. Segundo o plano, que apresenta ainda propostas para as áreas de transportes, saneamento e habitação, seriam aplicados cerca de R$ 8,6 milhões do orçamento municipal na recuperação dos parques municipais. Essas áreas verdes, como os parques do Penhasco Dois Irmãos (Leblon), Bosque da Barra e Chico Mendes (Recreio), são hoje mantidas por contratos terceirizados de vigilância e limpeza, segundo informou o prefeito Cesar Maia. Outros R$ 253,5 mil seriam aplicados no monitoramento, por fotos aéreas, de florestas, manguezais e restingas. O cadastro fotográfico da cobertura vegetal seria posto na internet. Segundo o chefe do Parque Nacional da Tijuca, Bernardo Issa, o recém-aprovado plano de manejo da unidade federal já prevê a criação de uma guarda-parque. Ela atuaria em áreas de acesso mais difícil, como cachoeiras e trilhas, dando apoio a visitantes e inibindo ações que coloquem em risco a floresta, como invasões ou mesmo a caça de animais. As áreas públicas dentro do parque com volume mais pesado de visitação continuariam sendo vigiadas por guardas privados, como acontece hoje no Corcovado, na Vista Chinesa, nas Paineiras e no Mirante Dona Marta. "A guarda-parque teria 120 pessoas. O plano de manejo prevê que ela seja implantada em até cinco anos, mas a incluímos neste novo projeto por achar que isso ajudará a atrair investimentos" - explicou Issa.

Redação Sport Marketing

Record rasga proposta da Globosat e estipula preços dos Jogos

A Rede Record, emissora detentora dos direitos de transmissão, com exclusividade, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, dos Jogos de Inverno de 2010, em Vancouver (Canadá) estipulou um valor mínimo pelo qual pretende negociar os direitos de transmissão para a TV por assinatura dos Jogos de Londres. A emissora pretende cobrar dezoito milhões de dólares. "Será algo entre US$ 18 milhões e US$ 30 milhões" - confirmou o presidente da Record Alexandre Raposo. O executivo afirmou que "rasgou" a proposta de US$ 12 milhões feita pela Globosat, mas continua negociando com a empresa das Organizações Globo. Também conversa com a ESPN Brasil e com a BandSports. A Record pagou US$ 60 milhões pelos direitos, que serão exclusivos da emissora na TV aberta.

Redação Sport Marketing

Mercado: General Motors e Chrysler pensam em aliança

As diretorias da General Motors e Chrysler estão em fase avançada de negociação acerca de uma futura aliança - ou associação. De acordo com o jornal The New York Times, ambas estariam em conversas, com 50% de chances de uma parceria ser firmada em um futuro próximo. O motivo da aproximação seria a crise financeira mundial. Apontada como uma das informações mais bombásticas dos últimos anos no setor pela imprensa local, a união entre General Motors e Chrysler LLC chegaria em um tempo de vacas magras para ambas. A primeira sofre com constantes quedas na cotação da ações nas bolsas de valores. A segunda ainda é a que menos perde das três gigantes de Detroit, mas é a que vem tomando medidas mais drásticas - e menos eficazes. A crise afeta fortemente ambas as empresas. A Chrysler registrou perdas de US$ 400 milhões recentemente, enquanto a General Motors chega a perder US$ 1 bilhão por mês, apesar dos 21 bilhões de dólares em caixa. Tanto GM quanto Chrysler não se pronunciam sobre o assunto. Caso a aliança se concretize, as ações em marketing esportivo das duas empresas serão reavaliadas.

Redação Sport Marketing

EUA usam marketing para salvar marketing

Antes de atingir as ações de marketing esportivo na Europa, a atual crise financeira que assola mercados de todo o mundo, abala o esportenos Estados Unidos. Caso o atual cenário não mude drasticamente, os meses de fevereiro e março de 2009 serão negros para o esporte americano. Segundo especialistas, franquias de diversas modalidades podem decretar falência. Entre os esportes que já vivem o reflexo do olho do furacão está o hóquei. A montadora Chrysler encerrou o patrocínio de 13 anos com o Florida Panthers e a Dodge, também desistiu da parceria com o San Jose Sharks. A National Football League (NFL), que teve uma arrecadação de US$ 6,2 bilhões na última temporada, já se preocupar com a possibilidade real de uma queda histórica no faturamento. De acordo com uma pesquisa realizada pela empresa Turnkey Sports & Entertainment, 80,4% dos entrevistados afirmaram que assistir a um jogo nos estádios ou ginásios era muito caro, enquanto 50,6% das pessoas pretendiam comprar menos ingressos nos próximos seis meses. A fim de se preparar para o problema, os departamentos de marketing das categorias esportivas estão se movimentando realizando promoções para não perder público e manter a arrecadação. A Nascar, stock car americana e um dos esportes mais populares dos Estados Unidos, é um ótimo exemplo. A categoria criou um pacote de US$ 159,00 no qual o torcedor tem direito a quatro ingressos para uma corrida e o mesmo número de cachorros-quentes e copos de refrigerantes, além de cupons de desconto. Já a Liga Americana de Basquete Profissional (NBA) reduziu o número de jogos na Europa. A Fórmula 1 pretende realizar cortes de custos.

Redação Sport Marketing

Clubes brasileiros pensam em estratégias

O dia 31 de dezembro será decisivo para treze clubes brasileiros. Esta será a data em que vencerão os atuais contratos de patrocínio de times como: Atlético-MG, Coritiba, Cruzeiro, Figueirense, Flamengo, Ipatinga, Náutico, Palmeiras, Portuguesa, São Paulo, Sport, Vasco, Vitória. Os contratos desses clubes já estão em negociação, apesar do mercado estar em pleno olho do furacão devido à crise financeira mundial. Isso significa que contratos com multinacionais serão mais difíceis de fechar e as estratégias dos departamentos de marketing, assim como os preços deverão ser mais criativos. Já times como Santos, Internacional, Grêmio, Fluminense, Botafogo terão de seis meses a um ano de refresco, pois os contratos vencem apenas em 2009.

Redação Sport Marketing

UEFA define parceiros em Portugal

A UEFA concluiu a negociação dos direitos de transmissão da UEFA Champions League para Portugal entre 2009 e 2012. A instituição manteve os atuais parceiros: RTP e Sport TV - Portugal. De acordo com o site oficial da UEFA, o qual não revelou os valores da renovação, a cobertura do canal aberto RTP terá a escolha exclusiva do jogo a ser transmido ao vivo todas as semanas. A RTP irá, ainda, transmitir um resumos em ambas as noites de competição, bem como um programa semanal. A programação da UEFA Champions League na RTP será exibida no canal RTP1 e também na internet via www.rtp.pt e RTP mobile. Já o Sport TV detém direitos de todos os jogos ao vivo e irá exibir três partidas por jornada nos canais Sport TV1, Sport TV2 e Sport TV3, sendo que todos os jogos também serão transmitidos no http://www.sporttv.pt/. Os direitos de transmissão da UEFA Champions League para o período 2009-12 também incluem a SuperTaça Européia de 2009, 2010 e 2011. A TEAM Marketing AG é a agência de comercialização exclusiva da UEFA para a UEFA Champions League, SuperTaça Europeia e UEFA Europa League.

Redação Sport Marketing

Kaka na calçada da fama

Kaka segue em alta. O jogador terá os pés eternizados na Calçada da Fama do Maracanã carimbando o passaporte do meia-atacante na galeria de homenageados do estádio, que já imortalizou os principais nomes do futebol brasileiro, como Pelé e Garrincha. "É uma grande honra me reunir a tantos jogadores consagrados. O Maracanã é um símbolo do futebol e estou muito feliz pela lembrança do meu nome"- disse Kaká. Na última atuação no estádio, o jogador do Milan comandou a vitória brasileira por 5 a 0 sobre o Equador, pelas Eliminatórias. Robinho, também será outro homenageado. O hall do estádio ganhará uma seqüência de fotos da jogada que deu origem ao quarto gol brasileiro, marcado por Elano.

Redação Sport Marketing

Crise próxima do marketing esportivo

Embora a tendência mundial seja de evitar o pânico, que resultaria numa piora do quadro das bolsas, a crise mundial começa a se aproximar cada vez mais das ações de marketing esportivo. O LOCOG - London Organizing Committee Olympic Games - Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Beijing, já se mostrou preocupado com o andamento dos projetos para os Jogos de 2012 (ler matéria Sport Marketing: Crise pode afetar Jogos de Londres 2012). Nas pistas, comenta-se que chefe-executivo do Royal Bank of Scotland (RBS), Fred Goodwin, banco que está entre as instituições financeiras abaladas com a atual crise mundial e que patrocina a equipe Williams, deve abandonar o cargo. O governo britânico anunciou um pacote de auxílio monetário ao banco, mas devido à situação atual, tudo indica que o grupo irá tender a cortar os investmentos, principalmente, em patrocínios no esporte. Além da F1, o RBS, que ainda não se pronunciou oficialmente sobre o asssunto, também patrocina rugby, golf, hipismo e tênis. O contrato do banco com a Williams é de US$ 14 milhões (cerca de R$ 32 milhões) com validade até 2010. Nos gramados europeus, a crise também está bantendo na trave dos clubes de futebol da Europa, que adotaram a estratégia LTDA (limitada – pequeno grupo de sócios) ou AS (sociedade anônima – empresa com ações na bolsa). Conforme anunciou o Sport Marketing em 15.09 (ler matérias arquivo Sport Marketing: Manchester United corre risco de perder patrocínio), o pontapé inicial da crise começou com a seguradora americana AIG, que tem um invejável contrato de patrocínio com o time inglês Manchester United. A seguradora recorreu ao governo americano que nacionalizou a empresa, a fim de evitar a falência. O West Ham também está na defensiva. O dono do time, Bjorgolfur Gudmundsson, era um dos sócios do segundo maior banco da Islândia, o Landsbanki, que também quebrou e foi assumido pelo governo do país. Segundo o globoesporte.com, na Itália, alguns dos principais times do país, como Roma, Lazio e Juventus, estão assistindo o sobe e desde das ações dos clubes na bolsa. No dia 30 de setembro, cada papel do Roma valia € 0,51. Na última sexta-feira, 10 de outubro, as ações do Lazio caíram 9,73% e fecharam o dia a € 0,33 – uma queda acumulada em dez dias de 40%. As ações do Juventus despencaram de €0,90 para €0,67, uma queda acumulada de 36%. Por enquanto, uma coisa iguala os clubes europeus: todos desmentem rumores de problemas financeiros.

Redação Sport Marketing

'Ouro Olímpico - a história do marketing dos aros' é destaque no exterior

O livro 'Ouro Olímpico - a história do marketing dos aros' escrito pelo economista, MBA em marketing, diretor do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), chefe da delegação brasileira e medalha de prata no vôlei em 1984, Marcus Vinicius Freire, em parceria com a jornalista Deborah Ribeiro, membro da Academia Olímpica Brasileira e MBA em gestão, administação e marketing, agora faz sucesso outros países. Depois de conquistar os especialistas na área de marketing e comunicação do Brasil, a obra lançada em 2007 pelo selo COB Cultural, conquista outros países. 'Ouro Olímpico' é destaque no site oficial do Forum Olímpico de Portugal (ler matéria www.forumolimpico.org/?q=node/462) e em Macau, o livro patrocinado pela Odontoprev, empresa parceria do COB que apostou no sucesso da dupla, tem sido motivos de matérias em veículos de comunicação (www.hojemacau.com/news.phtml?today=28-05-2008&type=sport).

Redação Sport Marketing