2 de out. de 2008

Rede imobiliária e finaceira patrocinam Liga Portuguesa

A rede imobiliária Era e a consultora financeira Finanfácil vão patrocinar a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) durante a atual e a próxima temporada. O acordo prevê o patrocínio no uniforme oficial dos árbitros em todas as competições profissionais organizadas pela Liga, ou seja, na Liga Sagres, Liga Vitalis e Carlsberg Cup. O patrocínio será dividido entre as jornadas pares, que serão patrocinadas pela Finanfácil e as ímpares, em que os uniformes dos árbitros farão alusão à Era. Este patrocínio permite ainda à Era e Finanfácil a inserção do logotipo oficial da LPFP em quaisquer ações promocionais que pretendam realizar junto aos clientes, consumidores ou outras entidades. A edição de um livro com as regras do jogo, para distribuir em ação conjunto com os jornais de esportes, é outra das ações contempladas no acordo.

Redação Sport Marketing

Nuzman de novo mandato

O Comitê Olímpico Brasileiro realizou a eleição para alguns cargos administrativos. A eleição definiu Carlos Arthur Nuzman como o "novo" presidente do COB. A chapa única de Carlos Arthur Nuzman e André Richer como vice-presidente montada antes dos Jogos Olímpicos de Beijing, venceu o pleito e garantiu mais um período de 4 anos de Nuzman no cargo. Este é o quarto mandato de Nuzman à frente do COB. Assim, Nuzman terá 17 anos à frente do COB, de 1995 a 2012. Os editais foram publicados nos jornais Jornal do Commercio e Jornal dos Sports e membros da assembléia e de de federações foram avisados por fax com antecedência que variou entre nove e três dias. Dos 36 membros do colégio eleitoral da Assembléia do COB, 31 estiveram presentes na votação para ampliar o mandato do dirigente. Não compareceram à assembléia apenas Ricardo Teixeira, presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Eric Leme Walther Maleson, presidente da Confederação Brasileira de Desportos no Gelo, além de João Havelange e Carlos Osório, membros nato do colégio eleitoral, e Christiane Paquelet, do conselho executivo. Não compareceram à assembléia apenas Ricardo Teixeira, presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Eric Leme Walther Maleson, presidente da Confederação Brasileira de Desportos no Gelo, além de João Havelange e Carlos Osório, membros nato do colégio eleitoral, e Christiane Paquelet, do conselho executivo. Entre as novidades do nov ciclo está a reformulação dos critérios de repasse de recursos da Lei Agnelo/ Piva pelo COB às Confederações Brasileiras Olímpicas. Visando os Jogos Olímpicos Londres 2012, o novo sistema tem como objetivo aperfeiçoar a aplicação dos recursos nas Confederações e a avaliação dos resultados técnicos das modalidades, com base nos projetos apresentados pelas entidades e aprovados pelo COB. "Beijing 2008 marcou o primeiro ciclo olímpico completo com os recursos da Lei Agnelo/Piva, período no qual houve avanço qualitativo do esporte olímpico. A melhoria das condições de treinamento dos atletas, como a aquisição de equipamentos e a contratação de técnicos estrangeiros, e o aperfeiçoamento da gestão esportiva, entre outros fatores, resultaram na conquista de diversos títulos mundiais. Mas queremos e podemos avançar mais" - afirmou o presidente reeleito do COB. "Vamos estabelecer novos parâmetros para esses repasses de recursos às Confederações, apoiados na meritocracia. Com isso, vamos aprimorar tanto o planejamento como a avaliação dos resultados de cada modalidade obtidos ao longo do novo ciclo olímpico, visando Londres 2012" - ressaltou. Desde janeiro de 2002, quando se iniciou o repasse, as Confederações recebem valores com base em percentuais fixos do montante que o COB recebe através da Lei Agnelo/Piva. Pela lei, 2% do prêmio pago aos apostadores de todas as loterias federais do país são repassados ao Comitê Olímpico Brasileiro (85%) e ao Comitê Paraolímpico Brasileiro (15%).

Redação Sport Marketing

FIFA escolhe seguradora para Mundial

A FIFA escolheu a Companhia de Seguros Aliança do Brasil como a seguradora oficial da Copa do Mundo de Futsal 2008, que acontece até próximo dia 19, com partidas disputadas no Rio de Janeiro e Brasília. A apólice, de Riscos Diversos, tem uma importância segurada de R$ 85 milhões. São esperados cerca de 330 mil espectadores e 240 atletas participantes.

Redação Sport Marketing

Atletas japoneses endossam candidatura de Tóquio

Vários atletas olímpicos japoneses se reuniram em Tóquio para reforçar a imagem da capital do Japão como candidata a sediar os Jogos Olímpicos de 2016. Durante um evento realizado no bairro de Roppongi (centro de Tóquio), o governador da cidade, Shintaro Ishihara, se uniu a vários medalhistas olímpicos para demonstrar a determinação de Tóquio para receber os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016. A capital japonesa conta com 21 instalações já construídas e em pleno funcionamento, como o Metropolitan Gymnasium, o Estádio Nacional de Yoyogi e o Nippon Budokan, muitas delas herdadas dos Jogos de 1964, realizados na cidade. "Com a lendária hospitalidade do povo japonês conseguiremos uma experiência única no mundo e deixaremos um fantástico legado ao movimento Olímpico", declarou o Governador, que afirmou que os Jogos trariam benefícios econômicos e sociais a Tóquio. Entre os atletas que participaram do evento de hoje estavam o bicampeão olímpico de judô Masato Uchishiba, a equipe japonesa campeã olímpica de softbol, o medalhista de prata na esgrima Yuki Ota e o campeão paraolímpico e recordista mundial nos 50 metros da natação Takayuki Suzuki. Ota incentivou o público a apoiar os Jogos e disse que os japoneses têm "paixão pelo esporte", por isto ficarão felizes em receber o torneio de 2016 caso Tóquio seja a cidade escolhida.

Redação Sport Marketing

Johnnie Walker traz Mika Häkkinen ao Brasil

O bicampeão de F1 Mika Häkkinen vai pilotar uma réplica de carro de F1 no Sambódromo, no Rio de Janeiro. Mika, embaixador da Johnnie Walker pelo consumo responsável de bebidas alcoólicas dará carona aos fãs do automobilismo. O passageiro será escolhido por meio de um concurso cultural realizado pelo UOL. O mesmo sistema será utilizado pelos parceiros Guia da Semana (www.guiadasemana.com.br) e Rádio Paradiso FM (95,7 FM) para levar internautas e ouvintes ao happy hour com a presença do piloto. Para acompanhar a exibição do piloto, em frente à arquibancada do Sambódromo, os universitários maiores de 18 anos devem apresentar documento da universidade que comprove a maioridade e assinar um “pacto”, lançado por Häkkinen no próprio evento, assumindo o compromisso de não dirigir se beber. O evento faz parte da campanha 'Movimento Piloto da Vez' que já dura quatro anos. A campanha estimula a reflexão dos consumidores sobre a questão de bebida e direção e divulga o conceito de Designated Driver (Piloto da Vez): a atitude de eleger um motorista para não beber alcoólicos e levar os demais para casa em segurança. A cada ano, são realizadas novas ações, com o apóio de parceiros.

Redação Sport Marketing

Ministério do Esporte amplia bolsa atleta

O Diário Oficial da União citou a concessão do Bolsa-Atleta a 1.114 esportistas que competem em modalidades não-olímpicas. Entre as modalidades beneficiadas pelo Ministério do Esporte estão o karatê, o kung-fu, o kick boxing e o futebol de areia. Pela primeira vez, desde a criação, o programa atenderá a 100% dos atletas aptos. Todos eles passarão a receber o incentivo do governo federal. O Ministro dos Esportes, Orlando Silva, lembrou que em 2005, quando o programa foi criado, o governo destinou R$ 6 milhões ao financiamento. No ano seguinte, o Bolsa-Atleta passou a receber R$ 13 milhões e, no ano passado, o total de investimento chegou a R$ 26 milhões. Mesmo com este crescimento não foi possível atender a todos os atletas aptos. Agora, segundo o ministro, a decisão do governo é garantir R$ 42 milhões para que cem por cento dos atletas aptos sejam beneficiados pelo programa. Os atletas receberão bolsas mensais em três níveis estudantil (R$ 300), nacional (R$ 750), internacional (R$ 1,5 mil). Além disso, o governo renovou a bolsa de mais 3.313 atletas olímpicos e paraolímpicos, no valor de R$ 2,5 mil. O programa Bolsa-Atleta é exclusivo para esportistas que não possuem patrocínio. A iniciativa tem o objetivo de garantir manutenção pessoal mínima aos atletas de alto rendimento, buscando dar condições para que se dediquem ao treinamento esportivo e participação em competições visando o desenvolvimento pleno de sua carreira esportiva. Os atletas contemplados recebem a ajuda mensal durante um ano. Os atletas olímpicos e paraolímpicos têm automaticamente o benefício renovado durante o ciclo olímpico de quatro anos.

Redação Sport Marketing

Escolinhas David Beckham lançam livros

O astro inglês David Beckham lançará uma série de livros infantis a partir de junho de 2009. Os livros são frutos de uma parceria entre as academias de futebol que levam o nome do jogador LA Galaxy, dos EUA. Os livros são direcionados para crianças da faixa etária de 7 anos e serão sobre a trajetória de um grupo de jovens jogadores de futebol até chegar ao campo e depois dos treinos. De acordo com o site do jornal britânico, Daily Telegraph, os livros também vão abordar dicas sobre táticas e estatísticas. Beckham não será o escritor dos livros, mas usará as academias para difundir a obra. O meia, que é um fenômeno de marketing, mostra ser também um homem de mil e uma utilidades. David continua se dividindo entre os treinos e jogos do LA Galaxy, e as aparições em eventos na Inglaterra. Recentemente, o jogador foi um dos apresentadores da 10ª edição do Pride of Britain Awards, evento que premia as pessoas mais influentes na Terra da Rainha. Fotos de Beckham para um calendário de uma revista americana já circulam na internet.

Redação Sport Marketing

Brasil x Portugal confirmado amistoso

A seleção brasileira encerra a temporada 2008 em jogo amistoso contra Portugal. O encontro anunciado pelo Sport Marketing em junho (ler matéria arquivo Sport Marketing: Brasil e Portugal estudam amistoso aqui) está agendado para o dia 19 de novembro. O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, o ministro do Esporte, Orlando Silva, e o presidente da Federação Brasiliense de Futebol, Fábio Simão, oficialmente, o amistoso que será disputado na cidade-satélite do Gama, no novo Estádio Walmir Campelo Bezerra, o Bezerrão, o qual foi completamente reconstruído e será inaugurado no dia da partida.

Redação Sport Marketing

Filha do presidente da CBF tem cargo na Copa de 2014

A filha do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, foi nomeada para um cargo de comando no Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, Joana Havelange, 31, ocupará a secretaria administrativa do órgão e cuja função será centralizar as informações do Mundial. A neta do ex-presidente da FIFA, João Havelange, faz parte de um grupo de cinco diretores, entre os quais é a mais nova. Fazem parte do comitê ainda Francisco Müsnich (consultor jurídico), Rodrigo Paiva (assessor de imprensa), Carlos Langoni (diretor financeiro) e Mário Rosa (relações institucionais). A assessoria do comitê informou à Folha que o nome da filha de Ricardo Teixeira foi escolhido pela proximidade com o presidente da CBF - e que também comandará o comitê organizador - e por "falar quatro idiomas e ser a diretora que mais conhece os representantes da FIFA".

Redação Sport Marketing

Ministério do Esporte investe no futsal

O Ministério do Esporte investiu R$ 25 milhões no Mundial de Futsal. Os recursos são destinados ao transporte, hospedagem e alimentação das delegações. Além disso, o ministério promoveu o projeto Lotação Esgotada, que levará 80 mil alunos do ensino público e particular de Brasília e 60 mil do Rio de Janeiro para os jogos. Serão seis mil crianças assistindo os jogos por dia. Elas receberão camisa, brindes e kits lanches. Essa é a primeira vez que o Brasil sedia a Copa do Mundo de Futsal, que está sendo realizada simultaneamente em Brasília e no Rio de Janeiro até 19 de outubro. O mundial reúne as delegações do Brasil, Paraguai, Argentina, Uruguai, Guatemala, Cuba, Estados Unidos, Ilhas Salomão, Rússia, Itália, Portugal, Espanha, Ucrânia, República Tcheca, Japão, Tailândia, China, Egito, Irã e Líbia.

Redação Sport Marketing

Palmeiras e Ferrari

O Palmeiras segue em alta velocidade. A Ferrari, do grupo Fiat, pode estampar a camisa do time. Será a primeira vez que a marca italiana aparecerá em uma camisa de futebol. A estréia deve acontecer às vésperas do GP Brasil de Fórmula 1, que acontece em Interlagos no dia 2 de novembro. O novo layout foi criado pela agência paulistana Famiglia, e ainda está em processo de aprovação. O presidente e sócio da Famiglia, Átila Francucci, recebeu o pedido para criar a nova camisa com a marca Ferrari do diretor de marketing do time.

Redação Sport Marketing

Célio do Red Bull fecha patrocínio

A marca Poker está invadindo os gols do país. A marca gaúcha de materias esportivos, que impera nas mãos dos goleiros, fechou contrato de patrocínio com Célio, do Red Bull e passa a fornecer ao jogador luvas. Célio afirma que, entre as características do produto, a que mais lhe agrada é o material com o qual é produzido. “O material é de altíssima qualidade, ajuda tanto no treino como nos jogos” - disse o goleiro que defende o time de Campinas desde abril deste ano. (ler matérias arquivo Sport Marketing: Poker fecha patrocínio com goleiro; Sport Marketing: Poker fecha patrocínio com mais dois goleiros).

Redação Sport Marketing

Williams mal das pernas

A Williams apresentou perdas no valor de US$ 88 milhões (cerca de R$ 168 mi) no acumulado das temporadas de 2006 e 2007. A seqüência de prejuízos não é novidade: em 2005, quando ainda era parceira da BMW, a equipe de Frank Williams e Patrick Head amargou um rombo de US$ 60 milhões na conta. O que contribui mais para a dívida, segundo a imprensa européia, é a série de empréstimos bancários. A Williams é a única equipe no grid que tem uma parceria forte – seja com uma montadora, um grande patrocinador ou um milionário. Depois de dominar boa parte dos anos 90, com cinco títulos de equipes e quatro de pilotos, a escudria teve apenas um lampejo de competitividade na década atual, entre 2001 e 2003. A última vitória foi no GP do Brasil de 2004, com o colombiano Juan Pablo Montoya.

Redação Sport Marketing

Unimed e Fluminense em crise

Como se não bastasse ter que fugir do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Fluminense também convive com problemas fora dos gramados. Em uma reunião do Conselho Deliberativo do clube, alguns conselheiros teriam pedido a saída da Unimed, cujo contrato vai até o final do ano que vem. Além da briga com o patrocinador, financiador de boa parte dos jogadores tricolores, os conselheiros também estariam pressionando para demissão do coordenador de futebol Branco. Diante da crise, o presidente Roberto Horcades tentou minimizar a situação e garantiu que não pensa em mudanças radicais. “Dentro da democracia que impera no clube, todo conselheiro tem o direito de se expressar. Mas a opinião de um membro não reflete a de todo o Conselho e muito menos a do presidente do clube” - disse. A Unimed é parceira do Fluminense desde 2002, quando trouxe Romário para as Laranjeiras. De lá pra cá, ajudou o time a vencer um Campeonato Carioca (2005) e uma Copa do Brasil (2007), além do vice-campeonato da Libertadores, em 2008.

Redação Sport Marketing

Juventus vai à Europa fechar parceria e patrocínio

De acordo com jornal Pioneiro, a viagem do presidente, Sérgio Florian, para a Europa, seria para fechar acordo de parceria com o Arsenal da Inglaterra. O objetivo seria de ter a Fly Emirates como parceira do clube, assim como a empresa aérea patrocina os Gunners. A idéia é reviver a parceria que o Juventude teve com a Parmalat nos anos 90, quando o clube gaúcho conquistou a Série B do Campeonato Brasileiro, o Campeonato Gaúcho e a Copa do Brasil. A tentativa de um novo patrocinador viria para apagar a frustração com a Red Bull. A empresa foi cogitada para ser a nova parceira do Juventude em 2007, mas a não houve acordo.

Redação Sport Marketing

Música e maratona na Inglaterra

A novidade só poderia vir mesmo da terra dos Beatles! Um psicólogo de esportes britânico, depois de anos de estudos e testes com atletas, criou uma corrida na qual a música é parte integrante do percurso. A meia-maratona "Run to the Beat" acontecerá em Londres, no próximo domingo, quando 17 bandas de vários estilos musicais prometem inspirar os atletas, tocando ao vivo ao longo do percurso de 21 quilômetros. O nome da corrida é bem sugestivo e, certamente, não faltarão patrocinadores interessados. "Música é como uma droga lícita para os atletas" - disse à Reuters o médico Costas Karageorghis, da Escola de Esporte e Educação da Universidade Brunel, em Londres. "A música pode reduzir significativamente a percepção de esforço e aumentar a resistência em até 15 por cento. A aplicação sincrônica de música resultou em uma resistência maior, enquanto as qualidades motivacionais da música tiveram um impacto significativo na interpretação dos sintomas de fadiga, até o ponto de exaustão voluntária" - explicou. De acordo com os organizadores, as bandas que se apresentarão diante dos 12 mil atletas durante a meia maratona vão tocar canções compostas cientificamente para "criar uma atmosfera inspiradora para os competidores, que elevarão a performance para novos níveis".

Redação Sport Marketing

Petrobras e Flamengo - sem combustível para continuar

A Petrobras, patrocinadora do Flamengo há 24 anos, emitiu nota de esclarecimento negando os boatos que apontavam uma dívida da empresa com o Rubro-Negro. Na nota, a estatal diz que o contrato - que vigora até 31 de janeiro de 2009 - só será renovado depois que algumas pendências forem resolvidas. Um dos motivos da crise, de acordo com a Petrobras, foi o fato de o Flamengo ter disputado um campeonato de ginástica artística, em Maceió, sem qualquer exposição da marca nos uniformes, o que acarretaria uma multa de 10% do valor do patrocínio, de acordo com o contrato vigente. Segundo o Estadão, o clube da Gávea recebeu da estatal uma carta-resposta comunicando que não tem interesse em renovar o contrato de patrocínio nos termos solicitados pela diretoria do time. Porém, o site Globoesporte disse que segundo a assessoria de imprensa da estatal, "ainda haverá uma conversa entre as duas partes, possivelmente na semana que vem, para que a proposta seja discutida". Ainda de acordo com a assessoria de imprensa da Petrobras, "a Companhia esclarece que a Petrobras não deixou de efetuar qualquer pagamento contratual. Em março do corrente ano, quando da assinatura do contrato de patrocínio, foi paga a primeira parcela correspondente a 50% do valor total previsto, ficando o restante a ser pago em seis parcelas iguais, a partir do sexto mês do contrato, ou seja, setembro. A Petrobras, visando adequar o cronograma de desembolso ao calendário do futebol brasileiro, ainda propôs e foi aceito pelo Flamengo um aditivo contratual, para que todo o valor fosse desembolsado durante o ano de 2008, uma vez que as contrapartidas negociadas com o Clube são válidas somente até o final deste mesmo ano. Com isso, o cronograma de pagamento foi regularizado dentro do período de julho a dezembro. A empresa salienta que não há qualquer interesse em reter pagamentos por parte da Petrobras, mas que os compromissos contratuais sejam cumpridos e que as obrigações legais sejam respeitadas. A pendência existente no pagamento será regularizada, deduzindo-se o valor da multa já citada, assim que as situações de descumprimento das contrapartidas contratuais forem regularizadas e a Certidão Negativa de Débito da Secretaria Municipal de Fazenda for apresentada pelo C.R. Flamengo. Quanto ao prazo dado pelo Clube para aprovação da nova proposta para 2009, a Empresa estranha tal posição, já que o atual contrato está em vigor e com pendências a serem resolvidas." Especula-se que o Mengo recebe R$ 16 milhões anuais da Petrobrás pelo patrocínio. Para renovar, a direção teria exigido um reajuste de, aproximadamente, 25% para 2009. Uma coisa é fato: assim como ocorreu com a Nike, o departamento de marketing do Flamengo não consegue manter bons relacionamentos com as empresas que forma parceria. Vai ser difícil se continuar assim!

Redação Sport Marketing