23 de ago. de 2008

Phelps recebe crianças do programa McDonald's

Embaixador mundial da rede de fast food McDonald´s, o nadador Michael Phelps, oito medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Beijing, recebeu com alegria, no restaurante da Vila Olímpica, as
crianças do programa patrocinado pela rede americana. O programa levou mais de 200 crianças de todo o mudo para experimentar a emoção dos Jogos Olímpicos na capital chinesa. O
restaurante do McDonald´s foi o lugar da Vila Olímpica mais visitado, desejado e comentado pelos atletas durante os jogos. (ler matérias arquivo Sport Marketing - McDonald’s lança cardápio comemorativo aos Jogos; “Jogos Olímpicos, Tô Dentro!” - um sucesso McDonald’s; Depois do ouro, Cielo pensa em McDonald´s e em devorar títulos; McDonald's e Coca-Cola lançam "Copos Beijing 2008".)

Redação Sport Marketing - Beijing 2008

Imprensa denuncia trem da alegria paraguaio nos Jogos de Beijing

A imprensa do Paraguai destaca a denúncia feita pela Confederação Paraguaia de Esportes. A mídia da destaque para a má administração que teria sido feita pelo Comitê Olímpico Paraguaio (COP) com os recursos destinados à delegação que representou o país nos Jogos Olímpicos de Beijing. O Paraguai levou para a China uma delegação de 31 pessoas, incluindo sete atletas que viajaram a convite, porém sem médicos. Porém, de acordo com a imprensa local, os médicos constam nos documentos como se tivessem viajado. O presidente da Confederação,Tomás Orué disse que pretende exigir à Secretária Nacional de Esportes (SND) que fiscalize o Comitê Olímpico sobre a administração de quase dois bilhões de guaranis (US$ 500 mil) recebidos e revelou que, além da secretaria, máximo organismo oficial no esporte do país, a denúncia também foi apresentada ao escritório local da organização Transparência Internacional (TI).

Redação Sport Marketing


Maurren Higa Maggi vira estátua

Maurren Higa Maggi, medalha de ouro olímpica do salto em distância nos Jogos Olímpicos de Beijing, será homenageada com uma estátua em São Carlos. O monumento será construído na Praça Coronel Sales, que está em reforma, ainda sem prazo para inauguração. A atleta conseguiu, com o Ministério do Esporte, uma verba de R$3 milhões para construir uma pista de atletismo na cidade natal e a prefeitura estuda três áreas para fazer a doação do espaço e criar um centro de treinamento de alto rendimento. Maurren que começou no esporte praticando ginástica olímpica e que começou no atletismo com os irmãos Jéferson e Willians Júnior, num projeto da prefeitura, realiza ações sociais. Em São Carlos, ela doou dinheiro para a construção de uma pista de salto em extensão na Escola Cônego Manoel Tobias, na Vila Néri, onde começou a praticar esporte. A atleta patrocinada pela BM&F e Grupo Pão de Açúcar que a premiará com o bônus R$ 100 mil (ler matéria arquivo Sport Marketing - Maurren Maggi é ouro em Beijing), antes de conquistar a glória olímpica, teve um início de carreira difícil. Morou cerca de três anos no alojamento do ginásio Cava do Bosque, em Ribeirão Preto, em troca de uma pequena ajuda de custo.

Redação Sport Marketing

Seleção feminina de vôlei é ouro em Beijing

Festa, emoção e lágrimas de felicidade! A seleção feminina de vôlei é ouro! Depois de vinte e cinco sets e apenas um perdido em oito jogos disputados nos Jogos Olímpicos de Beijing, a seleção conquistou para o Brasil a tão sonhada medalha de ouro olímpica. Um momento mágico adiado desde que a seleção não ganhou a medalha dourada nos Jogos Olímpicos de Atenas, há 4 anos. A equipe do técnico José Roberto Guimarães, leonino, nascido no dia 31 de julho, derrotou os Estados Unidos por 3 sets a 1, com parciais de 25-15, 18-25, 25-13 e 25-21. Esta foi a 14ª medalha brasileira nos Jogos Olímpicos de Beijing, a terceira de ouro. Com esta medalha de ouro, o Brasil alcança a vigésima segunda posição no quadro geral de medalhas, melhor colocação de um país da América Latina nos Jogos Olímpicos de Beijing. O país ainda conta com três pratas e oito bronzes. José Roberto Guimarães se tornou o primeiro técnico a ganhar o ouro com times masculinos e femininos. Ele foi o comandante da seleção masculina de vôlei que ganhou os Jogos de Barcelona-1992. No pódio do vôlei feminino de Beijing a Olympikus esteve no lugar mais alto do pódio, seguida da Nike, patrocinadora da delegação dos Estados Unidos, medalha de prata e pela Adidas (patrocinadora da China, medalha de bronze. O ouro olímpico foi entregue pelo presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, ex-jogador de vôlei e ex-presidente da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) e um dos responsáveis pelo desenvolvimento do marketing espotivo e do vôlei do país.

Redação Sport Marketing - Beijing 2008

Natália Falavigna traz medalha de bronze para o Brasil

O Brasil soma mais uma medalha olímpica. A lutadora Natália Falavigna conquistou a inédita medalha do taekwondo brasileiro, a quinta medalha feminina do país nos Jogos Olímpicos de Beijing. Campeã mundial e medalha de prata Pan-americana, Natalia, paranaense, que nasceu em Maringá em 1984, assinou em junho contrato de patrocínio com a empresa Sercomtel para a participação da atleta da seleção brasileira de taekwondo nos Jogos Olímpicos de Beijing. O apoio da operadora vai se estender também aos outros campeonatos que acontecerão até o final do ano. Há quatro anos, a operadora presidida por Gabriel Ribeiro de Campos também investe no projeto Nova Geração, que forma atletas para competir em campeonatos mundiais e atende mais de 400 alunos de escolas públicas de onde surgem novos talentos no taekwondo.

Redação Sport Marketing - Beijing 2008

1º Seminário Nacional da Lei de Incentivo

Quem tiver dúvidas sobre a aplicação da Lei de Incentivo ao Esporte e benefícios não pode perder o 1º Seminário Nacional da Lei de Incentivo, nos dias 25 e 26 de agosto, no Centro de Eventos e Convenções Brasil 21, em Brasília. De acordo com o site oficial do Ministério do Esporte, o evento é realizado pelo Ministério do Esporte e contará, além do Ministro Orlando Silva, com o presidente da comissão técnica da Lei, Alcino Reis Rocha e o ex-jogador de vôlei Giovane Gávio. O Seminário é voltado principalmente para entidades de natureza esportiva, órgãos públicos e demais instituições interessadas. Os participantes assistirão à explicação de como é feito o acompanhamento, monitoramento, execução e a prestação de contas dos projetos aprovados, com representantes da área técnica e Consultoria Jurídica do Ministério do Esporte. A Lei de Incentivo ao Esporte (11.438), sancionada em dezembro de 2006, permite que patrocínios e doações para a realização de projetos desportivos educacional, de lazer, de alto rendimento e paradesportivos sejam descontados do Imposto de Renda devido por pessoas físicas e jurídicas. De acordo com a legislação, pessoas físicas podem descontar até 6% do Imposto de Renda devido, e pessoas jurídicas, até 1% (tributadas com base no lucro real).

Redação Sport Marketing

Bolt e Puma levam crianças chinesas à Copa de 2010

Agradecido. Esta também é uma qualidade do homem mais rápido do mundo, Usain Bolt, que marcou as provas de atletismo no 'Ninho de Pássaro' pela alegria, irreverência e performance. Medalha de ouro nos 100 m rasos, 200 m rasos e 4x100 metros (ler matérias arquivo Sport Marketing - Usain Bolt, o puma mais rápido do mundo; 2 - o número da sorte de Usain Bolt), Bolt, que beijou a pista do Estádio Nacional, em reverência ao local onde se imortalizou na história olímpica, doou US$ 50 mil à Cruz Vermelha chinesa, para ajudar os desabrigados pelo terremoto que devastou Sichuan. Bolt, que completou 22 anos recentemente, foi à Cruz Vermelha, acompanhado pela mãe e pela namorada, conversou com duas crianças, que tiveram pernas amputadas, lhes presenteou com camisas autografadas e aproveitou para agradecer o apoio que recebeu do público chinês durante os Jogos Olímpicos. Patrocinado pela Puma, o jamaicano convidou onze crianças chinesas para assistir a Copa da África do Sul, em 2010, com despesas pagas pela fabricante alemã de materiais esportivos que investiu alto na África do Sul para a próxima Copa.

Redação Sport Marketing - Beijing 2008

Rota, seleção de futebol sobe no pódio olímpico de Beijing

Rota em campo, rota no pódio, rota nas atitudes. A seleção brasileira masculina de futebol, que deixou o Brasil desejando um melhor desempenho da equipe de Dunga nos Jogos Olímpicos de Beijing, seguiu marcando o evento com péssimos toques até no pódio olímpico! Depois de levantar polêmica durante os Jogos com relação ao uniforme, na cerimônia de premiação, realizada no Estádio 'Ninho de Pássaro', os jogadores vestiram o uniforme oficial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), com o escudo da entidade, no lado esquerdo do peito, tampado com esparadrapo, deixando mais do que caracterizado que essa seleção precisa se remendar. "A determinação do Comitê Olímpico Internacional (COI) é de que apenas as bandeiras nacionais ou o símbolo dos comitês esportivos nacionais estampem os uniformes. Eles tamparam o escudo da CBF. Então está tudo certo"- afirmou Marcus Vinicius Freire, chefe da missão brasileira em Beijing. Além de sair feia na competição, a seleção que na viagem até Beijing para cerimônia de medalha usou o uniforme da Olympikus, também saiu mal na foto do pódio olímpico! O mais engraçado de tudo, foi a declaração do técnico Dunga, que parece estar sofrendo de 'complexo de Branca de Neve' (está precisando acordar para a realidade), afirmando que a polêmica dos uniformes prejudicou o time dentro de campo! De acordo com a carta olímpica e regras do IOC - International Olympic Committtee - Comitê Olímpico Internacional (COI), no pódio, os atletas devem utilizar as marcas do fornecedor de materiais esportivos do CON (Comitê Olímpico Nacional). O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) tem acordo com a Olympikus. Porém, a seleção foi receber a medalha de bronze vestindo uniforme fabricado pela Nike. O Brasil usou o distintivo da CBF apenas no primeiro jogo das Olimpíadas, arcando conscientemente com a multa de US$ 1 mil, prevista no congresso técnico antes dos Jogos.Em seguida, a CBF decidiu acatar a regulamentação olímpica, depois da intervenção do Comitê Olímpico Brasileiro, que alegou que o descumprimento da norma poderia ferir os interesses da candidatura do Rio de Janeiro aos Jogos de 2016 (ler matérias arquivo Sport Marketing - Afinal, com que roupa a seleção de futebol joga?; Seleção obedece regras do COI e joga sem escudo da CBF; Seleção de futebol veste Olympikus; Especial: Êpa, êpa, êpa - a seleção brasileira é barata demais!). O esparadrapo na camisa da seleção espelhou apenas o rôto e feio futebol apresentado pelos jogadores em Beijing, que perderam para a Argentina a chance de disputar o ouro e ganharam o bronze após vencer a Bélgica por 3x0. Talvez fosse melhor que a seleção de Ronaldinho Gaúcho, ovacionado como o salvador da pátria, mas que continua não jogando o brilhante futebol de antigamente, não fosse buscar a medalha, repetindo o papelão dos Jogos de Atlanta, em 1996, quando o Brasil também foi bronze. Que diferença da seleção feminina de futebol! Detalhe: pela afeição entre Ronaldinho Gaúcho e Maradona, na cerimônia de premiação, o próximo time do 'craque' da Nike pode ser na terra dos hermanos! Que vá com Maradona e leve o Dunga junto! Quem sabe sem esses dois, o Brasil volte a jogar futebol!

Redação Sport Marketing