7 de ago de 2008

Pelé Arena Café & Futebol abre segunda loja

A franquia de cafeterias, Pelé Arena Café & Futebol, acaba de inaugurar a segunda loja. Desta vez, será no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos. "O quiosque da Pelé Arena Café & Futebol está instalado na área do embarque internacional e atrai brasileiros e estrangeiros interessados não apenas num bom café, mas em um mix de produtos diferenciado e com a cara do Brasil, já que é completamente tematizado com a história de Pelé", disse Alfredo Monteiro Jr., diretor de franquias. Essa unidade é a primeira da empresa no formato quiosque e também a primeira instalada em um aeroporto. No total, a Pelé Arena Café & Futebol, soma seis franquias vendidas, cujas lojas serão instaladas nos bairros paulistas Moema e Itaim Bibi, Ribeirão Preto, São José dos Campos, Salvador e no Shopping Tamboré (região metropolitana de São Paulo).

Redação Sport Marketing

Apex realiza ações na Casa Brasil em Beijing

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) iniciou a segunda etapa de atividades para ampliar a inserção do Brasil no mercado chinês. Voltada para fortalecer a imagem do país, o projeto envolve fortes ações de entretenimento com o cartunista Mauricio de Sousa, que lançará produtos voltados para o público chinês, e o lançamento de um compacto do filme Destinos, longa-metragem co-produzido pela atriz e cineasta Lucélia Santos e a cineasta chinesa Li Shaohong. As atividades programadas acontecem entre os dias 4 e 24 de agosto na Casa Brasil, um espaço de 1.000 m2 no Jianguo Garden Hotel, na principal avenida de Beijing, que funcionará durante os Jogos Olímpicos (ler matéria arquivo Sport Marketing - Casa Brasil promove candidatura aos Jogos de 2016). Além dessas ações haverá degustação de produtos brasileiros, projeção de vídeos, exposição livros, entre outras atividades. Baseado em estudos de mercado que apontam oportunidades para os produtos brasileiros em diversos setores na China, o projeto da Apex-Brasil e entidades setoriais une iniciativas diversas com o intuito de fortalecer a imagem do Brasil. "Nosso objetivo é apresentar o Brasil através de diversas frentes, ou seja, o Brasil negócios, o Brasil estilo de vida, o Brasil esporte e o Brasil turismo. Para isso, instalamos na Casa Brasil painéis touch screen por meio dos quais o público terá acesso a informações sobre os complexos de moda, alimentos e bebidas, tecnologia, entretenimento e casa/construção. A idéia é sensibilizar os visitantes quanto ao potencial de negócios das empresas brasileiras, por meio de informações estratégicas" - explicou Alessandro Teixeira, presidente da Apex-Brasil. Entre as ações a serem implementadas estão uma parceria de Mauricio de Sousa com uma produtora chinesa de desenhos animados, o licenciamento de produtos e o desenvolvimento de um programa educacional para 200 milhões de crianças chinesas, em conteúdo online. Uma das ações previstas para a Casa Brasil é a condução de um workshop de Mauricio de Sousa com crianças brasileiras e chinesas - alunos de uma escola primária de Zhongguancun que durante um ano estudou o Brasil. Mauricio contará historias e fará um lanche com os presentes. Para atrair empresários e investidores, a Apex-Brasil organiza, com apoio de entidades setoriais, degustação de alimentos e bebidas na Casa Brasil. Será oferecido sucos de fruta (cajú, maracujá, manga, goiaba e laranja), vinhos e espumantes, cachaça, castanha de caju e do Pará, compotas de frutas, bombons de chocolate de cupuaçu, goiabada mini. Haverá ainda degustação de cafés gourmet para compradores e imprensa estrangeira. Outro ambiente montado para empresários na Casa Brasil é uma loja de fitness que mostrará o que o Brasil fabrica em termos de fibra de alta tecnologia. Por meio de parcerias com entidades representativas de mais de 60 setores da economia, a Apex-Brasil promove a participação no mercado chinês de fabricantes de vinhos, calçados, jóias, carne e petróleo e gás, fundição, máquinas e equipamentos, têxtil e confecções, refrigeração, ventilação e aquecimento, instrumentos musicais e couro.

Redação Sport Marketing - Beijing 2008

Record pretende bater sozinha recorde dos Jogos de 2012

A exemplo da NBC, emissora americana detentora dos direitos dos Jogos Olímpicos de Beijing para os Estados Unidos com exclusividade, a Rede Record não pretende revender os direitos dos Jogos de Londres 2012. A emissora irá mostrar os Jogos com exclusividade e não abrirá chances de nenhuma tv aberta concorrente se beneficiar com a venda de patrocínio do evento. A decisão da emissora deu-se a partir da análise do excelente resultado de ibope nos dois primeiros dias dos Jogos de Beijing. Durante a exibição de jogos das seleções brasileiras feminina e masculina de futebol a Rede Globo registrou ibopes de dois dígitos, o dobro do que registrava no horário antes do evento. A direção da Rede Record ainda tem como ponto favorável para 2012, o fator fuso horário. A Record comprou os direitos de transmissão de Londres 2012 no início do ano passado. Pagou US$ 60 milhões, superando a proposta da Globo. Metade desse valor, inclusive, foi pago ao Comitê Olímpico Internacional.

Redação Sport Marketing

Puma tem lucros estabilizados

A Puma, fabricante alemã de materiais esportivos, anunciou aumento de 2,1% no resultado de exploração. O lucro líquido ficou estabilizado no segundo trimestre, igualando os resultados referentes ao mesmo período no ano passado. As receitas de vendas cresceram 62.3%. Os lucros após impostos foram de 45,6 milhões de euros, superando as expectativas dos analistas financeiros. Os resultados anunciados ascendem 62.3 milhões para os 576.8 milhões de euros, indicam os números da empresa controlada pela francesa PPR.

Redação Sport Marketing

Nortel anuncia alta no faturamento

A Nortel, empresa de infra-estrutura de comunicações dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2012, em Londres, (ler matéria arquivo Sport Marketing - LOCOG fecha patrocínio local), anunciou os resultados do segundo trimestre de 2008, com faturamento de US$ 2,62 bilhões. A soma representa crescimento de 2% na receita em relação ao mesmo período do ano fiscal de 2007, quando a companhia alcançou US$ 2,56 bilhões. A Nortel contabilizou margem bruta de 43,1% e a margem de operação 4,3%. O saldo líquido até 30 de junho foi de US$ 3,07 bilhões, incluindo o fluxo sazonal de US$ 74 milhões nas operações do período. Analisando as áreas de atuação da Nortel, comparando com o mesmo período do ano passado, o segmento de Mercado Corporativo alcançou US$ 610 milhões, crescimento de 3%. Em Serviços Globais o aumento foi de 9%, com receita de US$ 536 milhões. Já o segmento de Metro Ethernet, o número foi de US$ 378 milhões, acréscimo de 4%. A receita da área de Operadoras, único setor que apresentou decréscimo de 2%, foi de mais de US$ 1 milhão. No Brasil a companhia mantém os investimentos e recentemente anunciou os planos da joint venture LG-Nortel, que destaca o país como piloto da aliança e a expectativa de recrutar e treinar mil revendas, desenhar novos produtos e serviços de acordo com a necessidade do mercado local, além de aumento nos investimentos em marketing.

Redação Sport Marketing

Fortaleza rompe com Kanxa

A parceria entre o Fortaleza e a fornecedora de materiais esportivos Kanxa chegou ao fim, antes do esperado. O contrato no valor R$ 120 mil, que deveria durar até dezembro de 2009, expirou sete meses depois de assinado. O time cearense alegou que a fornecedora não atendeu a algumas exigências do clube que já está acertando novo contrato com a Lotto. A marca italiana fornece material para o Atlético-MG, Coritiba, Sport, Goiás, Fiorentina-ITA, Udinese-ITA fechará com o Fortaleza por dois anos.

Redação Sport Marketing

Lula inicia campanha do Brasil aos Jogos de 2016

A visita do presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva à Vila Olímpica de Beijing foi o ponto alto do dia para a delegação brasileira nos Jogos Olímpicos de Beijing. Lula, vestido com o uniforme da candidatura olímpica do Rio de Janeiro aos Jogos de 2016, Lula deu o ponta-pé inicial da campanha. Tirou fotos com as competidoras Tatiane Sakemi e Juliana Cury, da natação, e anunciou: quer ser cabo eleitoral da campanha Rio 2016. A comitiva presidencial, que incluiu o ministro do Esporte, Orlando Silva, e o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho, foi recepcionada na Vila Olímpica pelo presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, e pelo Chefe da delegação e diretor voluntário do COB, Marcus Vinícius Freire, que acompanhou o presidente na visita à casa dos atletas. O presidente conheceu em detalhes as instalações e confraternizou com os atletas do país. Depois da visita à Vila, Lula se reuniu com o presidente da China, Hu Jintao e pediu ao dirigente chinês o apoio da China para a candidatura. Rio de Janeiro, Tóquio, Chicago e Madri são as finalistas na disputa pela sede dos Jogos de 2016. A cidade escolhida pelo IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI) será anunciada em outubro de 2009.

Redação Sport Marketing - Beijing 2008 - Foto: Claudia Liechavicius

Chinês é eleito vice-presidente do COI

Eleito com 84 votos a favor e apenas dez contra, o chinês Yu Zaiqing será o novo vice-presidente do IOC - International Olympic Committe - Comitê Olímpico Internacional (COI). A eleição levanta preocupações, principalmente, em se tratando de liberdade de imprensa e respeito aos direitos humanos. Verdade seja dita, caso Zaiqing, vice-presidente do Comitê Olímpico Chinês e do BOCOG - Beijing Organizing Committe Olympic Games - Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Beijing, entre para o COI com a mesma mentalidade com que a China está tratando a mídia e os Jogos, a comunidade olímpica deve se preparar para dias menos brilhantes. O receio de como será a influência do chinês Yu Zaiqing em um cargo tão importante no COI passa por questões e pontos subliminares como Trégua Olímpica, liberdade de imprensa, respeito aos direitos humanos - valores que são pilares importantes do Movimento Olímpico os quais garantem aos Jogos Olímpicos, um marketing positivo mundial e, conquentemente, a permanência e interesse das empresas. Algumas perguntas insistem em não calar. O que a comunidade olímpica pode esperar de um vice-presidente oriundo de um país, cuja política maculou a trajetória da Tocha Olímpica mundialmente e colocou em risco o envolvimento de patrocinadores mundiais como Coca-Cola, Samsung e Lenovo? O que esperar de um vice-presidente oriundo de uma cultura na qual as mulheres não são respeitadas, a qual vai de encontro com as regras da Carta Olímpica que valoriza e estimula a participação feminina nos esportes e em cargos nos CONs - Comitês Olímpicos Nacionais? Como será a atuação de um vice-presidente vindo de um país no qual valores como paz, harmonia e direitos humanos são descartados? O que a mídia internacional deve esperar de um vice-presidente, cujo país sediou os Jogos Olímpicos, fazendo bloqueios à internet e ao acesso da imprensa, mesmo tendo ciência de que a cobertura jornalística, aos direitos de transmissão dos Jogos, são responsáveis por 50% de receita do COI e que isso ocorre, graças à presença maciça da imprensa mundial no evento? Estas são perguntas que insistem em não calar com relação à Yu Zaiqing no cargo de vice-presidente do COI, substituindo a sueca Gunilla Lindberg. Outras mudança importantes no organograma do COI foram a incorporação da marroquina Nawal El Moutawakel, campeã olímpica dos 400m com barreiras nos Jogos de Los Angeles-1984, à comissão executiva do COI, a renovação dos mandatos do mexicano Mario Vázquez Raña - como representante dos Comitês Olímpicos Nacionais - e do suíço Denis Oswald e a contratação o ex-velocista namíbio Frankie Fredericks, em substituição ao ucraniano Serguei Bubka na condição de representante dos atletas no órgão. Entre todas as novidades, a única que causa profunda preocupação foi a do chinês Yu Zaiqing.

Redação Sport Marketing

Manifestantes invadem McDonald's na França

Cerca de 15 militantes pró-Tibet realizaram um manifesto em Paris contra o "regime totalitário de Beijing". Os ativistas ocuparam as dependências de uma loja da rede americana McDonald's, patrocinadora mundial dos Jogos Olímpicos e, depois, se encaminharam para catedral de Notre-Dame levando um caixão para o enterro "da democracia". Além do caixão, os manifestantes portavam faixas proclamando "Liberdade no Tibet" e "McDonald's, patrocinador da vergonha", e decoraram o restaurante com bandeiras tibetanas até que a polícia foi chamada e expulsou os manifestantes. Recentemente, a empresa UPS de Paris, também envolvida com os Jogos de Beijing. foi invadida por 20 manifestantes.

Redação Sport Marketing

Guaraná Antarctica lança campanha pelo ouro olímpico

O Guaraná Antarctica, patrocinador oficial da Seleção Brasileira de Futebol desde 2001, lança o filme "Guaraná Reciclável". Além de tratar da questão da reciclagem, a campanha tem como meta reafirmar o compromisso da empresa com a seleção e incentivar a torcida a torcer por uma medalha nos Jogos Olímpicos de Beijing. De acordo com o portal Meio&Mensagem, o filme foi criado pela DM9DDB. O spot comercial será veiculado em tvs aberta e fechada, durante os Jogos Olímpicos. O vídeo mostra uma latinha de Guaraná que relembra a parceria com a seleção brasileira, fazendo analogias com momentos marcantes da seleção.

Redação Sport Marketing

Deutsche Telekom volta ao cenário esportivo

A empresa Deutsche Telekom será patrocinadora da Federação Olímpica da Alemanha (DOSB) e da fundação Ajuda para o Esporte voltada para projetos sociais tendo o epsorte como ferramenta. A gigante alemã do ramo de telecomunicações fechou contrato com o DOSB e será a patrocinadora oficial da delegação olímpica alemã até os Jogos de 2012. A Deutsche Telekom não divilgou os detalhes financeiros da negociação. A empresa junta-se, assim, a outros quatro patrocinadores oficiais conhecidos, entre os quais destaca-se a bebida energética EON e a fábrica de automóveis Mercedes-Benz. A política de investimento em marketing esportivo da Deutsche Telekom esteve em plena reestruturação nos últimos anos, depois do escândalo de doping envolvendo um ciclista patrocinado pela T-Mobile, filial da empresa que se retirou do mundo do ciclismo.

Redação Sport Marketing - Beijing 2008

Nike lança chuteira prata de olho no ouro olímpico

Ronaldinho Gaúcho irá estrear uma nova chuteira da linha Tiempo Ronaldinho (10R) nos Jogos Olímpicos de Beijing. A chuteira foi desenvolvida pela Nike especialmente para o mega evento. O modelo foi batizado de ‘Nike Ronaldinho Dois’. Embora se espere que a seleção brasileira de futebol masculino ganhe o ouro inédito em Beijing, a chuteira de Ronaldinho é prata. O logo da Nike é verde escuro e as travas são amarelas. A nova chuteira foi criada pelo designer americano Tom Minami, que se preocupou em resgatar elementos de origens do jogador, como o futsal, com o objetivo de oferecer ao atleta um produto que privilegiasse o toque e controle de bola. Além de desenvolver o calçado de acordo com as necessidades do jogador, a chuteira exibe detalhes coloridos e estilizados na parte traseira que representam as três paixões do craque gaúcho: família, amor ao samba e alegria. Frases como ‘Eu toco samba na minha cabeça’, estão estampadas no calçado. Totalmente revestida em couro de canguru, o modelo possui em seu interior o sistema Poron, que ajuda a ajustar e moldar o formato dos pés do jogador ao calçado. Ela ainda traz uma camada fina de espuma e tecnologia Air Zoom, que proporciona maior conforto e ajuda a absorver o impacto dos movimentos dentro de campo.

Redação Sport Marketing

Bradesco: notícias olímpicas pelo celular

O clicRBS, com patrocínio do Banco Bradesco, vai oferecer notícias sobre os Jogos Olímpicos, via SMS, gratuitamente, para clientes da Claro. Os usuários já podem se inscrever para começar a receber o serviço, basta realizar a assinatura, no link "Especial SMS Olimpíada", do site http://www.clicrbs.com.br/olimpiada2008. Os cadastrados receberão notas diárias geradas pela equipe de Esportes do clicRBS. Em breve, os usuários das operadoras Vivo e Brasil Telecom também terão acesso ao cadastro.

Redação Sport Marketing

Petrobras lança campanha olímpica

Os irmãos Diego e Daniele Hypólito são os protagonistas da campanha de marketing que a Petrobras irá lançar no dia da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Beijing. O vídeo foi criado pela agência publicitária Heads e será veiculado nas principais emissoras de tv em homenagem ao iníco dos Jogos. A Petrobras é patrocinadora oficial do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) desde 2005. O contrato vigora até o fim de 2008. A empresa investiu em marketing esportivo cerca de R$ 28,8 milhões apenas neste ano.

Redação Sport Marketing

ONU lança selos olímpicos de Romero Britto

A administração postal das Nações Unidas anunciou a emissão de uma série de seis selos comemorativos sobre o tema "O esporte pela paz" criados pelo artista brasileiro Romero Britto (foto), para celebrar os Jogos Olímpicos de Beijing. "Apesar de nossas diferenças de cor, de línguas e de raças, todos compartilhamos o mesmo entusiasmo pelos Jogos Olímpicos e, juntos, aspiramos à paz para a humanidade" - explicou o órgão, em um comunicado. Os selos serão divulgados no dia da cerimônia de abertura dos Jogos. Romero Britto é autor de campanhas publicitárias para marcas como Absolut Vodka, Pepsi e Microsoft.

Redação Sport Marketing

Nike x Adidas - histórica disputa olímpica

Nos Jogos Olímpicos, as empresas patrocinadoras não ganham prêmios e muito menos medalhas. Mesmo assim, a competição por um espaço ao sol nas cidades anfitriãs é disputado como se valesse ouro. Na tentativa de evitar ações de marketing de emboscada e garantir visibilidade e exclusividade para as marcas que apóiam e investem no mega evento, o BOCOG - Beijing Organizing Committee Olympic Games - Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Beijing tomou medidas severas e dividiu a cidade em espaços publicitários (ler matéria arquivo Sport Marketing - Beijing divide cidade em espaços publicitários). Entre as empresas patrocinadoras dos Jogos a briga entre Nike e Adidas é histórica. Em Beijing o comportamento das duas maiores fabricantes de materiais esportivos não poderia ser diferente. A Adidas é patrocinadora oficial dos Jogos de Beijing e detém os direitos de usar os aros olímpicos e logomarcas do evento, a assinatura 'Beijing 2008', acesso a ingressos e quartos de hotel e oportunidades de se instalar em áreas de hospitalidade perto dos locais de competição como o Ninho do Pássaro e o Cubo d'Água. Já a Nike, não é patrocinadora olímpica, embora seja parceria de vários CONs - Comitês Olímpicos Nacionais. Uma das conseqüências de não estar entre as empresas parceiras do Movimento Olímpico é a restrição da publicidade da marca durante o período olímpico. Porém, a marca americana, famosas pelas estratégias pesadas de marketing, não poupará esforços para cortejar o mercado chinês durante o evento. A primeira tentativa de marcar presença nos Jogos foi cobrir os corredores do metrô de Dongdan, em Beijing, com anúncios da marca (foto1). Hoje, as publicidades estão cobertas com tapumes brancos (foto2). Antes da proibição do BOCOG, a publicidade Nike era presença marcante ao redor lugar dos locais de compras como em Wangfujing, mas isso mudou depois que as restrições entraram em vigor em 19 de julho. As publicidades aéreas, nas quais estavam estampadas as imagens dos atletas patrocinados pela maior fabricante de materias esportivos foram substituídas por catazes dos Jogos de Beijing com as imagens das mascotes oficiais.

Redação Sport Marketing - Beijing 2008

Empresa alemã reforma estádio de Kiev

O estádio Olímpico de Kiev será reformado por uma empresa alemã. As reformas serão realizadas para a Eurocopa-2012. Yuri Pavlenko, ministro dos Esportes do país, anunciou a decisão em Beijing, onde acompanha a delegação nacional nos Jogos Olímpicos. A GMP von Gerkan, Marg und Partner teve o projeto escolhido e substituirá a Archasia Design Group, de Taiwan, cujo acordo foi rompido em junho. Com sede em Hamburgo, a GMP foi a responsável pelo trabalho de renovação do estádio Olímpico de Berlim para a Copa do Mundo de 2006 realizada na Alemanha. “O ministério não tem dúvidas de que as decisões arquitetônicas desta proeminente companhia européia, além dos procedimentos previstos para a renovação, serão vistas de forma positiva pelos especialistas da UEFA. Foram dadas garantias de que os trabalhos de reconstrução serão completados dentro do prazo” - afirmou o órgão. O estádio terá capacidade para 84 mil pessoas e as reformas acontecerão em três etapas, com término da obra em 2010. Ucrânia e Polônia são os dois países-sede da próxima EURO (2012).

Redação Sport Marketing

Sites se unem contra pirataria olímpica

Os dez maiores sites da China assinaram um acordo com o governo do país para combater a divulgação de conteúdos pirateados dos Jogos Olímpicos. De acordo com a agência de notícias local Xinhua, sites como Sina, Netease e Sohu, o site oficial do evento, assinaram um acordo com a China Central Television (CCTV), canal oficial dos Jogos Olímpicos de Beijing, detentor dos direitos de transmissão do evento, comprometendo-se a não fornecer vídeos, imagens e outros conteúdos - incluindo links para tais conteúdos - que violem os direitos da CCTV. A CCTV, principal rede de televisão da China possui parcerias para distribuir conteúdo online e móvel a 160 web sites na China e no oeste de Hong Kong. O acordo com o governo chinês é uma provável reação à filmagem e transmissão dos ensaios da cerimônia de abertura dos Jogos feitos por uma equipe de jornalismo da Coréia, que integra o Seoul Broadcasting System (SBS). A transmissão levantou a ira do BOCOG - Beijing Organazing Committee Olympic Games - Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Beijing.

Redação Sport Marketing - Beijing 2008