1 de ago. de 2008

Nicholas Santos garoto propaganda Speedo

Nicholas Santos, nadador que fará a estréia olímpica em Beijing é o mais novo garoto-propaganda dos óculos de sol e de grau da Speedo. Os valores do contrato não foram revelados. A linha eyewear Speedo é voltada para o público jovem e tem modelos esportivos e casuais. A campanha publicitária dos novos óculos tem inspiração nos esportes aquáticos. Santos foi fotografado com o óculos de sol com base mais arredondada e com óculos de grau de formato retangular.

Redação Sport Marketing

Uruguai dará prêmios a atletas olímpicos

O governo e o Comitê Olímpico Uruguaio (COU) premiarão com US$ 15 mil o atleta que conseguir uma medalha nos Jogos Olímpicos de Beijing, seja ela de ouro, prata ou bronze. O Uruguai participará com 12 representantes no atletismo, ciclismo, tiro, vela, remo e natação. "Já estão quase todos lá e outros estarão chegando entre hoje e amanhã, segundo seu cronograma de treinamentos", disse o dirigente do Comitê. "Esperamos um bom desempenho de todos" - acrescentou Cajaravilla, que destacou as participações do ciclista Milton Wynants, prata nos Jogos Olímpicos de Sydney, em 2000, e também no mundial de Melbourne, em 2004, e do velejador Alejandro Foglia, "que está entre os 15 ou 20 melhores do mundo".

Redação Sport Marketing

Lotto patrocina Douglas

Douglas, do Corinthians calçará as chuteiras da grife italiana Lotto, que já patrocina mais de 30 jogadores do futebol brasileiro. O meia de 26 anos irá calçar a Vento KL, chuteira confeccionada em couro de canguru e dotada de tecnologias que impedem a absorção de água e que permitem maior estabilidade, absorção de impacto e suporte anatômico. Com operação no mercado brasileiro desde abril de 2007, a marca italiana patrocina no mundo, mais de 750 atletas, entre eles Luca Toni (Bayern de Munique), Julio Cruz (Internazionale) e o goleiro Doni (Roma).

Redação Sport Marketing

Aché faz ação de marketing esportivo

O Aché Laboratórios, fábrica do antiinflamatório tópico Biofenac Aerosol irá apoiar o Adidas Nations, programa de basquete de base que terá etapa em São Paulo de 2 a 6 de agosto. O torneio reúne os melhores jogadores mundiais da modalidade na categoria sub 18. O medicamento, indicado no tratamento local de inflamações de origem traumática de músculos, tendões, ligamentos e articulações, seja de origem esportiva ou dos acidentes do dia-a dia, será usado no atendimento dos atletas em quadra e no ambulatório. O Adidas Nations tem como objetivo promover uma clínica intensiva de treinamento para os jogadores semi-profissionais que querem seguir carreira. Esta não é a primeira ação de marketing esportivo do Biofenac Aerosol.A marca patrocinou também o Fitness Brasil e o Circuito das Estações. A Aché - empresa de capital 100% nacional, o Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. tem 42 anos de atuação e hoje conta com mais de 3.100 colaboradores, dois complexos industriais, um em sua sede em Guarulhos (SP) e outro em São Paulo (SP), além de uma das maiores forças de vendas do mercado farmacêutico nacional. O Aché oferece mais de 265 opções terapêuticas nas mais diversas áreas de tratamento.

Redação Sport Marketing

Consultório Odontoprev funcionando na Vila de Beijing

Já está funcionando na Vila Olímpica o consultório odontológico montado pela Odontoprev. A delegação brasileira é a única a contar com este atendimento no local. O cirurgião-dentista credenciado OdontoPrev, e membro da equipe médica do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) é o Dr. Paulo Fontoura Júnior. Durante os Jogos, Dr. Paulo recebe apoio de seis cirurgiões-dentistas da OdontoPrev no Brasil que oferecerão informações dos prontuários virtuais dos atletas. O consultório na Vila Olímpica está equipado para atendimentos de rotina e emergenciais. Em caso de problemas mais graves, há convênios com centros de saúde bucal em Beijing, Taipa, Macau e Hong Kong. “Nosso trabalho junto ao COB começou há muito tempo e temos um levantamento da saúde bucal dos atletas, o que nos auxilia nos atendimentos”- afirmou Dr. Paulo. Desde 1999, a OdontoPrev é a assistência odontológica do COB - Comitê Olímpico Brasileiro. Uma parceria com o objetivo de cuidar da saúde bucal dos nossos atletas, e assim, influenciar positivamente na performance global dos mesmos, visando a resultados positivos para a delegação brasileira. O acompanhamento dos atletas acontece permanentemente no Brasil, antes e durante as competições, e também tem presença destacada em eventos internacionais. Nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000 e Atenas 2004, nos Jogos Pan-americanos de Santo Domingo 2003, nos XV Jogos Pan-Americanos Rio 2007 e nos Jogos Parapan-americanos, a delegação brasileira contou com cirurgiões-dentistas exclusivos, além de receber um atendimento de emergência completo para qualquer eventualidade, durante todo o período das competições. Para a OdontoPrev, estar ao lado dos atletas brasileiros é a materialização da missão de tornar-se um grande fator de aproximação da sociedade com a Odontologia, agregando valor a esta relação através da excelência de serviços prestados a ambas. A OdontoPrev é a maior operadora de planos odontológicos do Brasil. Mais de 1,4 milhão de Associados OdontoPrev são beneficiados pelas diferenciadas soluções de saúde bucal. A Rede Credenciada da OdontoPrev é altamente especializada, e conta com cerca de 12,5 mil cirurgiões-dentistas, em mais de mil cidades, em todos os estados do País. Fundada em 1987, a OdontoPrev se dedica exclusivamente à operação de planos odontológicos. Com cerca de 1.200 clientes corporativos, a OdontoPrev é a assistência odontológica do COB - Comitê Olímpico Brasileiro e quer ser a assistência odontológica de sua empresa. Em 2007, a Odontoprev patrocinou, com exclusividade, o livro Ouro Olímpico - a história do marketing dos aros, escrito pelo chefe de missão e diretor voluntário do COB, Marcus Vinicius Freire e pela jornalista Deborah Ribeiro.

Foto: Claudia Liechavicius
Redação Sport Marketing - Beijing 2008

Com que roupa a seleção de futebol vai jogar em Beijing?

Atendendo às regras da Carta Olímpica, que garantem que o programa de marketing do IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI) seja respeitado, o uniforme do futebol brasileiro nos Jogos Olímpicos não será o mesmo usado pelos jogadores nas competições da FIFA. O escudo da CBF do lado esquerdo da camisa dos jogadores e da comissão técnica foi oficialmente vetado pelo COI, que já havia informado que nenhuma equipe poderia jogar com escudo de uma federação esportiva. O único logotipo permitido é o do Comitê Olímpico Nacional, no caso do Brasil, o logo do COB, de acordo com a regra olímpica número 51. O COB, que tem contrato com a Olympikus, informa que não irá associai o símbolo da entidade com outra empresa, como a Nike, que patrocina a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A dúvida agora é saber o que ficará no lado esquerdo da camisa brasileira de futebol. "O mais simples seria o uso da bandeira brasileira e dos anéis olímpicos, mas essa é uma decisão da CBF e da fornecedora. Nós apenas vamos levar para aprovação do COI" - disse o chefe da missão brasileira em Beijing, Marcus Vinicius Freire, autor do livro Ouro Olímpico - a história do marketing dos aros, que explora em profundidade assuntos como este.

Redação Sport Marketing - Beijing 2008

Liberdade de imprensa meia boca

Após a pressão da mídia mundial e do IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI), a China liberou a maioria dos sites que estavam censurados para acessos dos jornalistas que trabalham na cobertura dos Jogos Olímpicos de Beijing. Entre os sites liberados estão o da Anistia Internacional, o Wikipédia e de veículos de comunicação - BBC China, Apple Daily (Hong Kong) e Liberty Times (Taiwan). Continuam bloqueados sites com conteúdos considerados "inconvenientes" pelo governo chinês. O COI e o BOCOG - Beijing Organizing Committee Olympic Games - Comitê Organizador dos Jogos de Beijing concordaram em retirar as restrições de acesso à Internet aos jornalistas credenciados. Fora das zonas oficiais olímpicas, as restrições de acesso aos conteúdos da web serão as mesmas às quais está submetido o povo chinês.

Redação Sport Marketing - Beijing 2008