29 de jun de 2008

Canal Benfica terá sinal aberto

O Canal Benfica vai ser transmitido em sinal aberto e não dará exclusividade a nenhuma das operadoras a cabo que estão negociando com o clube da Luz. As conversações entre o clube encarnado e as operadoras interessadas estão chegando ao fim, sendo que o investimento alocado ao projeto, no primeiro ano, será de 4,5 milhões de euros. O canal terá seis horas diárias de transmissão e existe a grande possibilidade dos jogos da equipe serem transmitidos. Para isso, o clube está negociando com a Olivedesportos, detentora dos direitos de transmissão. Os estúdios do canal já estão sendo construídos.

Redação Sport Marketing

Atos Origin faz último teste em Beijing

A Atos Origin, patrocinadora TOP do programa de marketing do IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico
Internacional, realizou com sucesso o segundo e último teste técnico para os Jogos Olímpicos de Beijing. O ensaio completo, testou todos os sistemas de comunicação tecnológica envolvendo as 31 instalações olímpicas em Beijing, incluindo as jurisdições em outras cidades que vão receber os esportes olímpicos como: Qingdao, Hong Kong, Xangai, Shenyang e Qinhuangdao. O teste, que recebeu o nome de TR2 ( Technical Rehearsal 2 - Ensaio Técnico 2), simulou os dias com maior número competições e em diferentes jurisdições na China (13, 16 e 21 de agosto). Aproximadamente, 500 possibilidades, inclusive de possíveis fracassos e problemas, como intoxicação gastrintestinal afetando o pessoal da tecnologia de informação, problemas com o servidor ou conexões de rede sem autorizações foram colocados em teste para os 2.500 profissionais que estarão prestando serviço durante os Jogos. "Cerca de 80% dos argumentos foram baseados em problemas que surgiram em outras edições dos Jogos Olímpicos" - disse Jeremy Hore, responsável pela área de tecnologia da informação da Atos Origin, em entrevista durante o teste. "Se existir uma situação "X", nós estamos preparados? Operacionalmente, nós estamos prontos ou não? Essa foi a meta do teste" - acrescentou. "As equipes em cada instalação olímpica são treinadas para lidar com todos os tipos e tamanhos de problemas. Porém, se um problema maior acontece, então o Centro de Operações Técnicas (TOC) na Sede Digital (DHQ) no Parque Olímpico é alertado. Gera um aviso eletrônico indicando que existe um problema, o aviso é anotado por um técnico que então inicia uma resposta" - esclareceu o técnico Atos.

Redação Sport Marketing

O "plano B" da FIFA para 2010

Qualquer organização esportiva de primeiro mundo, que encara com seriedade a importância dos investimentos na estruturação de qualquer evento, tem um plano B de atuação e está preparada para situações limites. Na FIFA, não poderia ser diferente. O presidente Joseph Blatter, afirmou que existe um "plano B" para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, mas Blatter também disse que só irá utilizar o "plano B", ou seja, a utilização de sedes alternativas em caso de uma catástrofe. "Eu seria negligente como presidente se não tivesse um plano B na gaveta. Porém, apenas uma catástrofe natural mudaria as coisas. Se tivermos de ativar o plano B, tomaremos a decisão após a Copa das Confederações" - afirmou Blatter. Apesar da declaração do presidente da FIFA ir de confronto com a declaração de Danny Jordaan, executivo oficial do Comitê Organizador Sul-Africano para a Copa de 2010 (ver matéria de arquivo Sport Marketing - Copa do Mundo da África gera US$3.2 bilhões), isso não quer dizer que a África do Sul corra risco de perder o evento. Muito pelo contrário. Um "plano B" é o que se espera que organismos como a FIFA tenham sempre na gaveta, pois o show do esporte não pode parar e são muitas as empresas e investimentos envolvidos. A Copa das Confederações será disputada no ano que vem e servirá como evento teste para a África do Sul provar que tem condições de organizar o maior torneio de futebol do planeta.

Redação Sport Marketing

Índice recorde de consumo de cerveja na EURO

Nas Fan Zons, locais especiais criados pela UEFA para os fãs do futebol curtirem o evento, quatro milhões de espectadores consumiram aproximadamente 1,5 milhão de litros de cerveja durante a Euro 2008. Os números oficiais divulgados são apenas referentes às vendas dentro das Fan Zones. Cada cidade recebeu 740 mil euros e dois ecrãs gigantes para erguer uma zona destinada aos torcedores sem ingresso que poderem curtir o evento. Estas zonas de visionamento são, na prática, recintos vigiados onde, segundo a UEFA, não se registaram incidentes entre torcidas.

Redação Sport Marketing

LOCOG precisa conter gastos

O governo de Londres está persuadindo o LOCOG - London Organizing Committee Olympic Games - Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, a adotar uma linha firme para manter os custos sob controle. No relatório feito pela National Audit Office (NAO), responsável por realizar auditorias nas contas e por monitorar gastos públicos, esboçou preocupações com relação aos assuntos financeiros dos próximos quatro anos. " Desafios importantes permanecem e se tornarão maiores quando os refletores se voltarem para Londres depois dos Jogos de Beijing" -disse Tim Burr, chefe do NAO. "Incertezas com relação a Vila Olímpica, requisitos de legado, policiamento, segurança podem somar custos ou comprometer as preparações para os Jogos. Os órgãos administrativos precisam manter uma posição firme em manter os custos"- acrescentou. A Vila Olímpica exigirá financiamento público maior do que o previamente estipulado. De acordo com os números atuais, a Vila irá custar cerca de US$1.97 bilhão para alojar atletas e oficiais. De acordo com os planos iniciais, a Vila seria financiada pelo setor privado. Os retornos no investimento na construção das 3.500 casas da Vila aconteceriam depois dos Jogos com a venda dos alojamentos, em setembro de 2012. "Dado o ambiente econômico desafiador, nós estamos em discussões contínuas sobre o nível de investimento público na Vila Olímpica" - disse John Armitt, presidente da Olympic Delivery Authority (ODA) . "É possível, dada a situação econômica, que seja necessário mais investimento público" - disse o porta voz da ODA que acrescentou que o dinheiro extra necessário estaria dentro da previsão existente de 9.3 bilhões de libras para os Jogos.

Redação Sport Marketing

McLaren comemora 40 anos com livro e camisetas

A McLaren está ficando 'quarentona'. Para comemorar os 40 anos na F1, a escuderia lançou camisetas comemorativas com a foto de pilotos marcantes, como o brasileiro Ayrton Senna. Os fãs podem comprar as camisetas no site da escuderia inglesa pelo preço de US$ 59,95 (R$ 97).
Além das camisetas, a McLaren também lançou um livro contando a trajetória da escuderia ilustrado com as fotos dos carros da equipe nos últimos 40 anos.

Redação Sport Marketing

Manchester City estende acordos de patrocínio

A operadora de viagens Thomas Cook, a qual já tem uma parceria com o Manchester City há cinco anos, renovou contrato. Os detalhes da negociação não foram revelados, porém sabe-se que o nova acordo estende a parceria por mais um ano, permitindo que a operadora dê seguimento ao projeto com o City de pacotes turísticos. Outro serviço prestado pela empresa e, que continuará em vigor, é fornecimento de passagens para toda a delegação em competições internacionais. Em contra-partida, a operadora terá o logotipo na nova camisa do Manchester City, da fabricante francesa de materiais esportivos LeCocq Sportif, fabricada especialmente para um torneio de pré-temporada que será disputado em agosto e que será 'batizado' com o nome da operadora: o "Thomas Cook Trophy".

Redação Sport Marketing

Ferrari não recebe da Fiat

Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari, garantiu que a escuderia italiana não recebe investimentos da parceira Fiat. "Nós não recebemos um centavo de Fiat. Não me parece que as pessoas tenham consciência disso" - disse Montezemolo, ao jornal inglês Daily Telegraph. De acordo com informações divulgadas pelo jornal britânico, a Ferrari, que atualmente lidera a temporada 2008 de F-1, com o brasileiro Felipe Massa, estaria sendo financiada pelo dinheiro das vendas dos carros Ferrari. Os principais rivais da Ferrari são gigantes da fabricação de carros, como BMW, Mercedes-Bens, Renault, Toyota e Honda."Para uma empresa pequena como a nossa, superá-los é um feito impressionante", completou.O italiano também descartou as especulações que a Ferrari poderia em breve entrar no mercado de ações."Nunca! Bem, quem sabe dentro de 10 ou 15 anos... Mas, agora, não."

Redação Sport Marketing

Adidas vence EURO 2008

Na batalha das marcas de materiais esportivos, a Adidas se sagrou campeã da EURO 2008. As duas equipes finalistas do torneio, Espanha e Alemanha fazem parte da lista de seleções que a fabricante alemã de produtos esportivos patrocina, da qual também fazem parte França, Romênia e Grécia. A fabricante alemã também veste mais de 100 jogadores individuais nos campeonatos europeus. Como patrocinadora oficial, provedora e licenciada da UEFA EURO 2008, a Adidas desenvolveu a bola oficial do torneio e forneceu materiais para as equipes oficiais, árbitros, voluntários e gandulas. De acordo com o jornal suíço Blick, durante a EURO foram vendidas 1,3 milhão camisas e 6 milhões de bolas oficiais (ver arquivo de matéria Sport Marketing - Adidas coloca em campo Europass Gloria). A empresa soube capitalizar na EURO como plataformas de marketing espetaculares, como chuteiras gigantes espalhadas pelas sedes dos jogos, uma roda gigante de 42 metros de altura com a imagem do jogador, Petr Cech, além de bonecos gigantescos medindo 33 metros de diâmetro, de onze estrelas do futebol de nove nações que ficaram dispostos na estação de trem do Zurich (ver matéria de arquivo Sport Marketing - Adidas decora as sedes da EURO 2008). A Adidas detém atualmente 40% no mercado de futebol, dois pontos a mais que no ano passado (38%)" - afirmou Herbert Hainer - CEO e presidente da fabricante de materias esportivos alemã. Ainda segundo o executivo, no ano passado, Adidas expandiu a posição de liderança no mercado de uniformes de futebol e com a EURO 2008, a empresa obteve um aumento de vendas de mais de 50% desde a EURO 2004 (ver arquivo de matéria Sport Marketing - EUFA EURO 2008 impulciona números da Adidas). O Grupo tem mais de 33 mil empregados no mudo e em 2007 gerou vendas de € 10.3 bilhão. A Adidas também espera um aumento nos lucros em torno de 15% para este ano. A Adidas , patrocinadora oficial da EURO 2008, detém atualmente 40% no mercado de futebol, dois pontos a mais que no ano passado (38%)" - afirmou Herbert Hainer - CEO e presidente da fabricante de materias esportivos alemã (ver matéria de arquivo Sport Marketing - Adidas aumenta lucros 32% no primeiro trimestre).

Redação Sport Marketing

IEC renova Aberto da Tailândia de Tênis

A IEC renovou o contrato com o Aberto da Tailândia de Tênis. Os detalhes financeiros da negociação não foram revelados, mas a empresa divulgou que o contrato é de três anos. O contrato garante à IEC controlar todo os direitos televisivos do torneio. "Desde o início da parceria com a IEC em 2005, nós tivemos o torneio transmitido para cinco continentes diferentes e mais de 20 emissoras" - afirmou Stuart McDonnell, organizador do torneio. A IEC representa nove torneios da ATP e da Women Tennis Association (WTA) na região da Ásia, além de outras competições especiais.

Redação Sport Marketing

Henrique é do Barcelona

A imprensa européia já dá como certa a transferência de Henrique para o Barcelona. Não há valores oficiais, mas especula-se que o time espanhol tenha pago cerca de dez milhões de euros pelo jogador do Palmeiras, de apenas 21 anos. Henrique estava ao serviço da equipe paulista desde janeiro. Numa primeira abordagem, o Barcelona parecia disposto a pagar seis milhões de euros deixando-o no Palmeiras, por empréstimo, até ao final do “Brasileirão”. Mas, depois as negociações evoluíram e os catalães terão apresentado uma nova e definitiva oferta de dez milhões pela transferência do craque.

Redação Sport Marketing