25 de jun de 2008

Cruzeiro em alta!

O Cruzeiro atingiu a receita líquida de R$ 16.270.000,00 com a transferência de jogadores a partir do empréstimo do meia-atacante Marcinho para o Kashima Antlers do Japão por US$ 400 mil (R$ 640 mil). Segundo o site Superesportes, a receita bruta com vendas e empréstimos foi de R$ 31.990.000,00. Boa parte desse dinheiro foi repartida com investidores parceiros e jogadores. Em contrapartida, o clube investiu R$ 4.690.000,00 na aquisição de 15 reforços. O saldo positivo nos cofres é de R$ 11.580.000,00. De acordo com o portal UAI, este ano, o Cruzeiro negociou em definitivo os atacantes Alecsandro e Marcelo Moreno. Com o primeiro, vendido ao Al-Wahda do Catar, o clube faturou US$ 2,6 milhões (R$ 4,6 milhões). Com o segundo, transferido para o Shakhtar da Ucrânia, a receita foi de 3,6 milhões de euros (R$ 9,4 milhões). Houve ainda os empréstimos de Marcelo Tavares para o Al-Hilal da Arábia Saudita (US$ 500 mil ou R$ 880 mil), de Carlinhos Bala para o Sport (R$ 500 mil), de Gladstone para o Palmeiras (R$ 250 mil) e agora de Marcinho.

Redação Sport Marketing

China abusa do direito de sediar os Jogos Olímpicos

O IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI) investiga o discurso proferido pelo chefe do Partido Comunista do Tibet, Zhang Qingli, quando a Tocha Olímpica passou pela capital tibetana, e no qual foram desferidos ataques contra o Dalai Lama. Segundo informações, ele pediu o esmagamento com firmeza dos "complôs da camarilha de Dalai Lama e das forças estrangeiras hostis que buscam arruinar os Jogos Olímpicos de Beijing". O COI criticou as palavras de Zhang."Escrevemos ao BOCOG - Beijing Organizing Olympic Committee - Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Beijing para lembrar a necessidade de separar o esporte da política e pedir que atue para que estas situações não voltem a acontecer" - afirmou uma nota do COI. A China negou ter politizado. "Pelo que sei, a passagem da chama pelo Tibet aconteceu sem problemas" - declarou o porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores, Liu Jianchao."A China se opõe à politização dos Jogos Olímpicos. Ao fazer estes comentários, as autoridades (chinesas) não têm como objetivo politizar os Jogos Olímpicos, mas criar uma atmosfera estável e harmoniosa para a competição esportiva"- acrescentou.

Redação Sport Marketing

GRSA fecha com Coritiba

A GRSA, Grupo de Soluções em Alimentação, firmou contrato de patrocínio com Coritiba. "A empresa patrocina o GRSA/Bauru Basketball Team desde o início do ano e agora, com o apoio ao Coritiba, reforçamos nossa ligação com o mundo esportivo, que está bastante alinhado aos valores promovidos pela GRSA, de incentivo a uma vida saudável e alimentação equilibrada" -analisou a gerente de marketing da GRSA, Lilian Del Buono, que não forneceu maiores detalhes sobre a negociação com o time (ver arquivo de matérias Sport Marketing - GRSA fecha mais duas cotas de patrocínio). O clube já utiliza a solução GR há cinco anos, para alimentação dos funcionários administrativos, demais colaboradores, categorias de base e para o próprio time esporadicamente.

Redação Sport Marketing

Ucrânia enfrenta problemas para organizar a EURO 2012

O Comitê Organizador da EURO 2012 na Ucrânia interrompeu a negociação da reforma do estádio que abrigará a final da competição com uma empresa Archasia Design Group. De acordo com o ministro do Esporte do país, Rostyslav Karandeyev, a empresa encontra-se em situação legal no país. A empresa venceu a concorrência para realizar as reformas no estádio em abril, porém, até então, segundo o presidente da empresa, Eric Hsu, o Ministério não solicitou a
documentação necessária. O estádio da final foi construído em 1920 em Kiev e tem capacidade para 84 mil pessoas.

Redação Sport Marketing

FIA estuda volta da Fórmula 2

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) planeja ressuscitar a extinta Fórmula 2 para servir de apoio à F1 a partir de 2009. Segundo a FIA, a Fórmula 2 será "usada como uma plataforma barata para desenvolver novos talentos para a F1, com um orçamento de cerca de 200.000 euros (311.600 dólares) por carro na temporada" - afirmou a FIA, em comunicado, depois de um encontro do Conselho Mundial de Automobilismo em Paris. A Fórmula 2 foi uma categoria de apoio para a F1 entre os primeiros anos do campeonato até 1984, ano em que a categoria foi substituída pela Fórmula 3000, que no final de 2004, deu lugar à categoria GP2, sustentada pela Renault depois de um acerto entre o dirigente Bernie Ecclestone e o diretor da Renault, Flavio Briatore. As corridas da categoria acontecem nos fins de semana na Europa. Os custos da GP2 excedem a meta de orçamento da FIA, com o valor estimado de 1,5 milhão de euros por carro por temporada.

Redação Sport Marketing

Turismo de Beijing não reage com proximidade dos Jogos

Os desastres naturais que devastaram a China, do terremoto de magnitude 7,9 na província de Sinchuan, as enchentes no sul do país, a repressão das manifestações contra a China no Tibet, o apelo da comunidade internacional pelo boicote aos Jogos e a reação do governo chinês, que passou a dificultar a concessão de vistos e intensificou o controle podem ter sido fatores que afastaram a onda de turistas prevista para os Jogos Olímpicos de Beijing. No ano passado, a imprensa local anunciou que os hotéis de luxo teriam, em breve, registrado 100% de ocupação, com preços que chegariam a 200 mil yuan (quase 19 mil euros) por duas semanas no mês de agosto. Os 5.892 hotéis da capital chinesa se apressaram para oferecer 336 mil quartos e 660 mil camas. De 2004 até este ano, o número de hotéis cresceu de 613 para 815, mas a maioria está praticamente vazio e segundo pesquisa conduzida pelo Centro de Pesquisa do Turismo de Beijing, 63% dos gerentes de hotel esperam prejuízos no final do ano. "A capital chinesa tinha previsão de hospedar cerca de 500 mil turistas estrangeiros durante os Jogos Olímpicos, mas estas estimativas eram muito otimistas" - admitiu o presidente da Associação de Pesquisa Econômica Olímpicas, Chen Jian. A Secretaria do Turismo divulgou as últimas estatísticas sobre o número de reservas dos hotéis, 2% mais baixo do que dois meses atrás. Os turistas que deixaram para reservar quarto na última hora poderão pagar preços mais convenientes do que aqueles que se organizaram com maior antecedência. Por outro lado, o governo da China parece ter dificultado o desenvolvimento do turismo. Conseguir visto de permanência virou missão quase que impossível, assim como visto de turismo, que "no papel" não exige uma documentação complexa. Às centenas de estrangeiros interessados em visitar o país durante os Jogos, são exigidos um registro na polícia, a reserva de um hotel ou o contrato de aluguel de um quarto, e uma conta em um banco chinês com um saldo de 75 euros para cada dia de permanência na China. Não é à toa que muita gente está preferindo ver os Jogos no confortável sofá da sala e em HDTV.

Redação Sport Marketing

Malásia oferece prêmios a atletas olímpicos e paraolímpicos

A Malásia também resolveu premiar os atletas que subirem nos pódios nos Jogos Olímpicos de Beijing. A Malásia soma ao longo da história olímpica cinco medalhas, todas no badminton, conquistadas nos Jogos de Barcelona-1992 e Atlanta-1996, mas nenhuma de ouro. O país, que nunca conquistou uma medalha de ouro olímpica, oferecerá um milhão de ringgit (307.000 dólares) a atleta que ganhar medalha de ouro. A iniciativa de oferecer prêmios aos atletas malaios não é inusitada. Em 2004, nos Jogos Olímpicos de Atenas, foram oferecidos 160.000 ringgit. "Ganhar uma medalha de ouro não é fácil porque a competição é cada vez mais dura. Podemos ver que de uma Olimpíada para a outra o nível aumenta" - disse o vice-premier malaio, Najib Razak. Quem ganhar medalha de prata fatura o prêmio de 300.000 ringgit e quem conquistar o bronze leva 100.000 ringgit. Os integrantes de uma equipe que subir ao lugar mais alto do pódio em Beijing receberão 150.000 ringgit. Os atletas paraolímpicos também receberão incentivos: 300.000 ringgit para medalhistas de ouro, 200.000 para a prata e 100.000 para o bronze.

Redação Sport Marketing

Austrália lança selo comemorativo aos Jogos de Beijing

Selo ou moeda? Eis a questão! Uma coisa é certa: esta é a primeira vez na história olímpica que numismática e filatelia lançam um produto juntos. Seguindo uma tradição olímpica, a Austrália criou uma edição limitada de selos postais em comemoração aos Jogos Olímpicos de Beijing. A novidade é que os selos desta edição olímpica são 'selos moedas'. A moeda, criada pela Perth Mint, casa da moeda australiana, no valor de 50c, tem de um lado a imagem da rainha Elizabeth II, chefe de Estado da Austrália e, estampando a outra face, o mítico dragão chinês e o logo do Comitê Olímpico Australiano. A design do 'selo moeda' foi Lynda Warner. Cada 'selo moeda' vai custar aos colecionadores de memorabilia olímpica cerca de 54 dólares. Somente 8000 exemplares serão colocados à venda, remetendo à crença do país oriental no número 8, considerado da sorte. Por enquanto, a venda é exclusiva para australianos.

Redação Sport Marketing

Mercado: TIM lança iPhone antes de todo mundo

A TIM deve lançar o IPhone no Brasil antes das rivais Claro e Vivo. É o que garante o presidente da subsidiária móvel da Telecom Itália, Mario Cesar Pereira de Araújo. Em entrevista à revista Época, Araújo declarou que nenhuma das operadoras brasileiras tem contrato de exclusividade com a Apple. Já a TIM se beneficia do acordo firmado entre a fabricante do iPhone e a operadora para distribuição na Italia. Conforme o executivo, o negócio pode ser estendido ao Brasil.
De acordo com Araújo, o telefone chega ao país pela TIM a partir de outubro. Se quiserem oferecer antes disso, destaca o presidente, as demais operadoras terão de começar a vender o aparelho na versão 2G e aguardar liberação para lança-lo em 3G.

Redação Sport Marketing

Mercado: Coca-Cola Brasil em franco crescimento

A Coca Cola irá investir R$ 1,5 bilhão no Brasil em 2008, principalmente nos mercados de sucos, águas e chás. No ano passado, a empresa registrou um aumento de 16% nas vendas no mercado brasileiro, somando R$ 12 bilhões em faturamento líquido. Para a Coca-Cola, o Brasil passou a ser um dos motores de crescimento das vendas no mundo. A avaliação é do próprio presidente da multinacional, Neville Isdell, à imprensa brasileira. "O Brasil é hoje um mercado que cresce. Conheço o Brasil desde 1960 e estou entusiasmado com o que ocorre. Hoje, o País é um de nossos motores de crescimento" - afirmou o executivo. Segundo ele, a taxa de crescimento da Coca Cola no Brasil é "bem superior" ao crescimento de vendas no restante do mundo. Isdell aponta ainda que a aquisição da empresa Del Valle, do México, possibilitará uma expansão da Coca no mercado de sucos no Brasil.

Redação Sport Marketing

Meio Ambiente: Greenpeace divulga lista de empresas vilãs

O Greenpeace divulgou a oitava edição do Guia que lista as principais empresas classificadas de acordo com as emissões de gases, comprometimento na diminuição dessas emissões e apoio a políticas de diminuição do aquecimento global. De acordo com a publicação, a Microsoft e a Nintendo são as principais vilãs do lixo eletrônico. Segundo a organização ambientalista, com os novos critérios de avaliação, apenas a Sony e a Sony Ericsson fizeram mais de 5 pontos, num ranking que vai até 10, no Guia de Eletrônicos Verdes. O Greenpeace afirma que o estudo é uma forma de alertar as empresas para o problema do lixo eletrônico e que a intenção é que os fabricantes se livrem dos produtos químicos tóxicos usados nos produtos. A Apple é citada no relatório, ao lado da Sony Ericsson, como uma empresa que faz um uso eficiente da energia. A Sony Ericsson também é elogiada por ser a primeira empresa a remover produtos químicos tóxicos. A Apple, no entanto, teria deixado a desejar no novo modelo do iPhone, que não tem melhoras relacionadas ao ambiente. A Microsoft teve baixa pontuação no critério de políticas relacionadas ao clima. A Nintendo teria implantado melhorias nas questões do uso de produtos químicos tóxicos e também no tema do clima, mas, conforme o Greenpeace, "nem mesmo o wii, com sua relativa eficiência de consumo de energia, fica dentro dos padrões exigidos".

Redação Sport Marketing

Philips patrocina Corporate Run 2008

A Philips, por meio da divisão de cuidados com a saúde, iluminação e produtos de consumo e estilo de vida, fechou patrocínio com a Corporate Run 2008. Aliado ao programa de condicionamento físico da empresa o patrocínio reforça o posicionamento da Philips com a qualidade de vida e o bem-estar dos funcionários. As atividades visam a prevenir doenças e promover bem-estar entre os funcionários - disse o gerente de saúde e qualidade de vida da Philips, Renato Barreiros.

Redação Sport Marketing

Samsung patrocina série olímpica de tv

A Samsung, patrocinadora oficial do IOC- International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional em nível mundial, irá apoiar em Portugal, uma série de programas de tv chamada
'Campeões'. A série é uma co-produção do Comitê Olímpico
Português, patrocinado pela marca, e a Rádio Televisão de Portugal. A série irá mostrar alguns dos maiores atletas olímpicos
portugueses que representarão o país nos Jogos Olímpicos. O patrocínio da Samsung representa um investimento na estratégia de associação da marca a grandes eventos esportivos. "A Samsung atribui grande importância às paixões que movem as nações. Sendo o esporte uma dessas paixões, a Samsung associa-se diretamente ao espírito olímpico, partilhando o apoio e encorajamento aos atletas que irão representar Portugal nesta edição dos Jogos em Beijing" - afirmou Gil Eup An, Presidente da Samsung Electrônica Portuguesa. Os seis documentários de 55 minutos que compõem esta série serão exibidos aos domingos e constituem perfis de cada um dos atletas, destacando as características que os transformaram em campeões. A Samsung é patrocinadora do Comitê
Olímpico de Portugal, desde 2003. Enquanto patrocinadora olímpica internacional, desde 1998, a Samsung também apóia o Movimento Olímpico em escala global e contribui para o sucesso de
cada edição dos Jogos Olímpicos,apoio que se estenderá até 2016. Ainda associada aos Jogos
Olímpicos, a Samsung Electronics aumentou o valor da marca através do patrocínio do
Revezamento da Tocha Olímpica. Em Portugal, a Samsung é patrocinadora, em especial, da
Seleção Portuguesa de Futebol.

Redação Sport Marketing

Flamengo acata ordem judicial e veste Nike

A intimação demorou, mas chegou na Gávea. Agora, o urubu não tem escapatória e terá de cumprir a decisão e usar novamente o material fornecido pela Nike, já no jogo contra o Sport, no próximo domingo, na Ilha do Retiro, para que não tenha de pagar multa diária. Mas, esse cabo de guerra não vai ficar assim. "Realmente o Flamengo já foi intimado, citado na ação proposta pela Nike. Ontem mesmo iniciamos o procedimento para rever essa decisão. Enquanto essa decisão não for revista, o clube vai cumprir o que lhe foi ordenado" - frisou o vice-presidente jurídico do Flamengo, Adalberto Ribeiro, que alertou que há a possibilidade do Mengo conseguir outra liminar até sexta-feira que derrube a apresentada pela Nike. "Não é algo instantâneo. Mas não é demorado também. Pode ser dois, três dias. É possível que até sexta a gente tenha uma definição. Mas ainda não será definitiva. Pois caberá recurso. Mas nos permitirá usar as camisas do novo patrocinador" - explicou, em entrevista à Rádio Brasil.

Redação Sport Marketing

Notícia do site Futebol Interior sobre Brinco de Ouro levanta polêmica

A notícia publicada pelo site Futebol Interior referente ao Brinco de Ouro da Princesa (segue link: http://www.futebolinterior.com.br/news.php?id_news=48486&id_clube=14) levantou polêmica em uma lista de discussão de especilistas em marketing esportivo, da qual faz parte Rodrigo Barros, funcionário da atual gestão do Guarani. A nota foi citada aqui no Sport Marketing (ver arquivo de matérias Sport Marketing - Venda do Brinco de Ouro abortou ) com os devidos créditos de apuração do conteúdo ao site Futebol Interior. Abrimos espaço para publicar o e-mail do funcionário do Guarani, Rodrigo Barros, que esclarece que a notícia do site Futebol Interior não procede, fornecendo dados que comprometem a idoneidade jornalística do site Futebol Interior e, consequentemente, a veracidade das informações que o site levanta.
---------- Início da mensagem original -----------
De: cevmkt-bounces@listas.cev.org.br
Para: "Marketing Esportivo" cevmkt@listas.cev.org.br
Cc:
Data: Wed, 25 Jun 2008 11:26:34 -0300
Assunto: Re: [cevmkt] Projeto inicial de venda do estádio Brinco de Ouro vira mico

"Prezados,...Uma ótima oportunidade de entender o que envolve o assunto.....na ótica do Futebol Interior, portal sediado na cidade de Campinas, que tem como proprietário, Dr. Arthur Eugenio, advogado e partidário do ex. presidente do Guarani FC, Beto Zini, corrente contraria da atual gestão. Tirem suas próprias conclusões referente à procedência das informações divulgadas no FI e replicadas no Blog: sport marketing
http://www.tocantinsnoticia.com.br/index.php?opcao=noticia&id_noti=8807
http://futebolaocubo.zip.net/arch2008-01-27_2008-02-02.html
http://blogdopaulinho.wordpress.com/2008/04/11/arthur-eugenio-mathias/
http://blogdojuca.blog.uol.com.br/arch2006-04-09_2006-04-15.html.
O processo da negociação acontece, mas todas elas em favor do Guarani e da concretização do negócio, que aliás, nunca esteve tão próximo de se concretizar.
Debora, sou leitor assíduo de seu blog e grande admirador de seu trabalho.
Abraço a todos
Rodrigo"
-------------------------------------------------------------------------------------------------

Como sugere o e-mail escrito pelo funcionário Rodrigo Barros, do Guarani FC, o leitor que tire as próprias conclusões. Mas, uma coisa é certa. Nada melhor do que o tempo para mostrar a verdade dos fatos. Nós estaremos aqui para noticiar. Seja a verdade qual for. Aproveito para agradecer ao Rodrigo a audiência assídua ao Sport Marketing e o respeito pelo trabalho jornalístico que desempenhamos.

Deborah Ribeiro - Diretora Sport Marketing

Comissão especial analisa Lei Pelé

A Câmara instalará nesta tarde uma comissão especial para analisar o Projeto de Lei 5186/05, do Poder Executivo, que altera a Lei Pelé (9.615/98) e disciplina a natureza legal das entidades esportivas e suas relações contratuais com os atletas. O projeto já foi discutido por uma comissão especial na legislatura passada, mas não chegou a ser votado. A reunião de instalação está marcada para as 14 horas, no plenário 11.

Redação Sport Marketing

Revezamento internacional paraolímpico cancelado

Como informou em primeira mão o Sport Marketig no dia 21 (ver matéria de arquivo Sport Marketing - Revezamento cancelado), o Revezamento Internacional da Tocha dos Jogos Paraolímpicos foi cancelado pelo BOCOG - Beijing Organizing Committee Olympic Games - Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Beijing e encurtado o trajeto em território chinês. A notificação da informação aos veículos de comunicação de massa aconteceu hoje, após uma reunião entre o BOCOG e membros do Comitê Paraolímpico.

Redação Sport Marketing

Nova Cedae fornece água e atletas para Maratona

A Nova Cedae será fornecedora oficial de água e de atletas para a “Maratona da Cidade do Rio de Janeiro – 2008”. O evento realizado pela empresa de marketing esportivo Dream Factory será disputado no dia 29 de junho, com largada no Recreio dos Bandeirantes e chegada no Aterro do Flamengo. "Esta é mais uma ação da Cedae no apoio ao esporte brasileiro e na consolidação de sua água como um produto de elevada qualidade e com padrões internacionais. Assim como nos Jogos Pan-Americanos de 2007 a Cedae distribuirá copos de água aos competidores. Esta água, sem qualquer tratamento adicional, é a mesma vendida à população fluminense, oriunda do sistema Guandu" – afirmou o presidente da Cedae, Wagner Victer. A Cedae também participará da Maratona da Cidade do Rio de Janeiro com atletas nas três categorias da competição. A equipe da Cedae terá cerca de 30 integrantes.

Redação Sport Marketing