10 de jun. de 2008

Johnson & Johnson lança campanha “Momentos que valem ouro”

A Johnson & Johnson, patrocinadora TOP do Movimento Olímpico e patrocinadora do COB -Comitê Olímpico Brasileiro lançou a promoção no Brasil “Momentos que valem ouro”. A campanha prevê sorteios de prêmios em cada medalha de ouro conquistada pelos atletas brasileiros. Além do sorteio, a empresa irá realizar promoções nos pontos-de-venda, ações de relacionamento com profissionais de saúde, parcerias com o Comitê Olímpico Brasileiro e concursos culturais, como o “Qual é a empresa que faz qualquer momento valer ouro?” Outras informações você pode acompanhar no site http://www.momentosquevalemouro.com.br/. O livro Ouro Olímpico - a história do marketing dos aros (selo COB Cultural - editora Casa da Palavra) relata a trajetória da Johnson & Johnson no Movimento Olímpico. De acordo com a obra, a Johnson & Johnson entrou para o roll dos TOPs após os Jogos Olímpicos de Inverno em Turim 2006 e a parceria inclui os Jogos Olímpicos de Beijing 2008. Em julho de 2005, além de patrocinadora mundial dos Jogos, a Johnson & Johnson se tornou parceira doméstica dos Jogos de Turim e de Beijing 2008. Esta parceira aumentou para 12 o número de patrocinadores mundiais dos Jogos Olímpicos e claramente mostra ao sucesso e força do programa de marketing olímpico.

Redação Sport Marketing

Consumidor reconhece empresas que apostam em patrocínio esportivo

O instituto de pesquisa de mercado e opinião pública Market Analysis realizou estudo sobre a eficiência do patrocínio esportivo no Brasil. O objetivo da pesquisa é perceber a eficácia das ações realizadas pelas empresas para atingir o grau de expectativas e cobranças do consumidor. A maior parte dos entrevistados (63%) reconhece a importância do patrocínio esportivo e não a vê como desperdício de verba de marketing pelas companhias. As indústrias voltadas ao esporte e a alimentos, assim como os bancos, representam para os entrevistados setores deficitários no engajamento esportivo. Ainda assim, ficam acima de companhias calçadistas, automotivas, de telecomunicações e de bebidas, além de outros setores de expressão tímida. Estes últimos, segundo os consumidores, atravessam uma fase de indefinições ou transição aos olhos do público. O estudo publicado no portal Consumidor Moderno conclui que há distância entre a atribuição de responsabilidade esportiva dos principais setores econômicos do país e os resultados de visibilidade obtidos por eles. Pesquisas com recall espontâneo, como esta, se revelam como uma das métricas mais eficazes para análise de retorno obtido por ações de investimento esportivo.

Redação Sport Marketing

Detentores de direitos de transmissão enfrentam problemas com BOCOG

Os detentores dos direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos de Beijing que se preparem, porque terão que apresentar um planejamento a BOCOG - Beijing Organizing Committee Olympic Games. O maior problema diz respeito às transmissões ao vivo. As autoridades chinesas querem saber com antecedência o local onde as redes farão as entradas ao vivo em cada um dos 16 dias dos Jogos. Apenas para as entradas ao vivo haverá em Beijing cerca de 3 mil unidades móveis (caminhões equipados) com links para conexão com satélites. As emissoras já pagaram milhares de dólares pelo aluguel destes equipamentos, mas ainda não receberam do governo chinês a garantia de que terão as freqüências necessárias para as transmissões, segundo relato de um executivo envolvido nas negociações. As autoridades chinesas também querem saber onde as redes vão utilizar câmeras e microfones sem fio, que dão mais mobilidade às equipes. Outro assunto que continua indefinido é se haverá ou não transmissões ao vivo da Praça Tiananmen, um dos principais símbolos de Beijing. Quando começaram a se preparar para a cobertura, há dois anos, as TVs receberam a informação de que poderiam fazer entradas ao vivo do local. Mas as autoridades de Beijing mudaram de idéia depois das manifestações realizadas durante o Revezamento mundial da Tocha Olímpica e dos protestos ocorridos no Tibet. As restrições impostas pela China foram discutidas no dia 29 de maio, entre representantes das emissoras, do International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI) e do BOCOG - Comitê Organizador dos Jogos de Beijing. "Eu penso que o que nós escutamos aqui é um número de condições e exigências que simplesmente não são exeqüíveis", afirmou na ata da reunião, o representante do COI, Gilbert Felli. "Há um número de coisas que simplesmente não são viáveis." O representante do Comitê Organizador no encontro, Sun Weijia, pediu que as queixas fossem apresentadas por escrito, o que provocou reação de Manolo Romero, diretor do Beijing Olympic Broadcast (BOB), a empresa contratada pelo COI para prestar serviços às emissoras. "Quantas vezes nós vamos ter que fazer isso?", perguntou, segundo a ata.

Redação Sport Marketing

Riis Cycling assina contrato de patrocínio com o Saxo Bank

A Riis Cycling (RC) e o Saxo Bank, o banco líder de investimentos online, assinaram contrato que permite que o Saxo Bank se torne um co-patrocinador do Team CSC em conjunto com a CSC. O contrato já está em vigor, ou seja, o Team CSC aparecerá como Team CSC/Saxo Bank na próxima Tour de France. O contrato roda até o final deste ano e, a partir de 1 de janeiro de 2009, o Saxo Bank passa a ser o único patrocinador da equipe que, a partir de então, passará a ser conhecida como Team Saxo Bank. A duração do contrato é de três anos. "O Saxo Bank é um parceiro perfeito para o futuro. Estamos extremamente orgulhosos de nos associar a um nome tão forte e uma companhia que tem uma grande paixão pela nossa equipe e nossos valores. Foi um prazer fechar um acordo com estas pessoas tão dedicadas e profissionais como Kim Fournais e Lars Seier Christensen. Desde o primeiro dia tivemos um grande entendimento e isso promete ser uma colaboração de primeira classe para os próximos anos", disse Bjarne Riis. Durante a assinatura do contrato da RC, os fundadores e CEOs conjuntos do Saxo Bank, Kim Fournais e Lars Seier Christensen, destacaram que isto é uma oportunidade pela qual eles estão esperando há muito tempo. "Para um banco global como o nosso, esse casamento é perfeito e, quando se tornou possível, não podíamos deixar passar", disseram eles em uma declaração conjunta. "O Team CSC/Saxo Bank tem o alcance internacional e o reconhecimento do nome que significa que poderemos levar a nossa mensagem para a maioria dos nossos grupos de clientes em todo o mundo. Amamos o esporte, confiamos em Bjarne Riis e acreditamos que juntos seremos vencedores". "Nesta ocasião, gostaria de aproveitar esta oportunidade para expressar os meus agradecimentos ao nosso principal patrocinador, a CSC, por seu suporte profundo e consistente", disse Riis. "Eles possibilitaram que nos tornássemos a melhor equipe do mundo. Conquistamos classificações fantásticas graças à dedicação deles. O nível e a qualidade desta parceria são a razão pela qual queremos continuar tendo o Saxo Bank como nosso novo patrocinador". O Saxo Bank assume o patrocínio da CSC cujo contrato com a equipe expira no final do ano: a CSC tem sido a principal patrocinadora da equipe desde 2001. Explicando a decisão de patrocinar a equipe em uma declaração conjunta, Kim Fournais e Lars Seier Christensen disseram que, além de ser um dos esportes mais populares e acompanhados do mundo com uma audiência de bilhões de pessoas, o ciclismo neste nível expressa o mesmo tipo de valores e comportamentos com os quais o Saxo Bank se identifica."Vencer e o trabalho de equipe têm sido o princípio básico do Saxo Bank desde o início", disse ele. "A resistência e a paixão são algumas das características que temos em comum. Estamos orgulhosos de agora ter a oportunidade de mostrar estes valores e o que o esporte e os negócios podem fazer em conjunto". Os dois CEOs trabalharam em conjunto com os CEOs da CSC durante esta transição, e eles destacaram que os executivos da CSC generosamente dividiram sua experiência como patrocinadores com eles. "Estamos muito contentes com o fato de a CSC nos ter incluído como co-patrocinadores no período restante do contrato com a RC, possibilitando a melhor transição possível para a equipe e para nós como o principal patrocinador", disseram Fournais e Christensen. "Isso sem mencionar que esta é a melhor situação possível para todos os acionistas". Para a CSC, isto também é uma notícia importante e boa. "É com prazer que recebemos o Saxo Bank a bordo como co-patrocinador do Team CSC durante o restante de 2008 e estamos empolgadíssimos com o fato de que eles passarão a ser o patrocinador do título em 2009", disse David Booth, Presidente de Vendas e Marketing Global da CSC. "Tivemos uma parceria incrível com a Equipe nestes últimos oito anos; a nossa ajuda para que eles tenham outro forte parceiro como o Saxo Bank está dentro do espírito da nossa parceria". Para Bjarne Riis, a parceria com o Saxo Bank garantirá o tipo de estabilidade necessária para o futuro sucesso da equipe. Ele também vê este acordo de parceria com o Saxo Bank como um casamento de dois parceiros com muito a oferecer um para o outro. "Agora podemos nos concentrar no nosso próximo grande evento -- Tour de France -- sabendo que temos a possibilidade de criar uma equipe para o futuro com o Saxo Bank. Temos uma grande ambição de ser a melhor equipe do mundo e, com o Saxo Bank a bordo, encontramos o melhor parceiro possível para este projeto", disse Bjarne Riis. As nove corridas RC terão início com o Team CSC-Saxo Bank em Brest no peito na largada do Tour de France no dia 5 de julho.

Redação Sport Marketing

Meio Ambiente: BT quer reduzir em 80% as emissões de gases estufa

A operadora British Telecom (BT), patrocinadora dos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, anunciou a nova meta para preservação do meio ambiente. Até 2020, nos 170 países em que atua, a companhia pretende reduzir em 80% as emissões de gases causadores do Efeito Estufa, entre eles o dióxido de carbono e o metano. A BT divulgou também um modelo para medir e acompanhar o nível das emissões apoiado pela organização Carbon Disclosure Project. Ele foi desenvolvido por Chris Tuppen, diretor para desenvolvimento sustentável, que foi eleito neste ano pelo jornal inglês The Guardian como uma das 50 pessoas mais comprometidas com a salvação do planeta. “Trata-se de um poderoso instrumento para incorporar a sustentabilidade nas organizações em todo o mundo, de fundamental importância para tornar as mudanças realidade”- afirmou ele ao comentar a iniciativa. Para atingir a meta de redução de 80%, a BT aposta em eficiência energética e fontes renováveis. Até 2016, por exemplo, a empresa planeja que 25% da energia consumida no Reino Unido venha de geração eólica. O presidente do conselho diretor da BT, Jonathan Porrit, também destacou a relevância da ação: “Trata-se de uma forma nova e diferente de estabelecer metas, que, se adotada por todas as empresas, constituiria um grande avanço no sentido de resolver o problema das mudanças climáticas”. No período entre 1996 e 2008, as emissões de carbono da empresa caíram 60%.

Redação Sport Marketing

Inflação, falta de energia, altos custos, violência - problemas não faltam na África do Sul

O presidente do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2010, Danny Jordaan, disse à agência Reuters que o custo final das obras de construção e reforma de 10 estádios para o Mundial deve ficar bastante acima do orçamento de 9,8 bilhões de rands (1,24 bilhão de dólares). "Provavelmente ficará acima dos 10 bilhões de rands" - disse Jordaan, acrescentando que o financiamento dos estádios ainda é um desafio. "Estamos negociando agora os custos finais dos estádios, que estão subindo como resultado do enfraquecimento na economia mundial e do aumento do preço dos combustíveis" - acrescentou. Jordaan disse que ainda pode haver novos aumentos de gasto em algumas licitações das cidades que receberão jogos do Mundial, apesar de 94% dos itens já terem sido resolvidos. "Não sabemos qual será o impacto final do declínio econômico em nossos custos. Infelizmente essa é uma meta móvel" - disse ele. A inflação da África do Sul teve alta de 10,4% em abril, recorde dos últimos cinco anos e meio. Além da inflação, outros problemas assolam e preocupam a África do Sul tais como: temores de violência contra estrangeiros, falta de energia e aumento da criminalidade. A África do Sul conquistou o direito de sediar o Mundial de 2010 quatro anos atrás, vencendo uma disputa entre africanos com Marrocos, Egito e uma proposta conjunta de Tunísia e Líbano. "Estou feliz com a velocidade com que estamos progredindo e com o legado que vamos deixar para o futebol do nosso país. Nossos estádios serão de nível mundial" - disse Jordaan. A África do Sul está modernizando cinco estádios e construindo outros cinco para o torneio com 32 seleções. A estimativa inicial para construção e renovação era de pouco menos de 6 bilhões de rands, enquanto outros 13,6 bilhões de rands estão sendo gastos em obras de infra-estrutura ligadas diretamente ao torneio.

Redação Sport Marketing

Cimento Itaú amplia ações com o São Carlos

A Votorantim Cimentos segue patrocinando o São Carlos. O contrato, no qual a empresa exibe a marca de Cimento Itaú, foi fechado em maio e permanecerá por três meses, tendo como retorno a exposição durante os jogos. O contrato dá direitos de arena à logomarca do cimento Itaú em oito placas no gramado, nos ingressos para os jogos do São Carlos, além de um banner na sala de imprensa durante as entrevistas com os atletas. Além disso, a marca que já estava estampada no uniforme dos jogadores na Série A3 do Campeonato Paulista estará nas camisas do clube durante a copa estadual sub-20 e no site do time. É a primeira vez que o Cimento Itaú apóia um clube de futebol.

Redação Sport Marketing

LG faz pesquisa para saber qual jogador é mais bonito da EURO 2008

A LG, empresa de produtos eletrônicos, fez uma pesquisa com 12.000 mulheres para eleger qual o jogador mais bonito da Euro 2008. O português Cristiano Ronaldo está com a bola cheia! O craque da seleção portuguesa e do Manchester United levou mais votos graças ao físico, mas também ao talento e foi eleito o jogador mais bonito principalmente pelas torcedoras italianas, alemãs e suecas. Na segunda posição ficou o francês Thierry Henry terminou, enquanto que, empatados na terceira, ficaram o capitão italiano Fabio Cannavaro e o meia sueco Freddie Ljungberg.

Redação Sport Marketing

Zico sai do Fenerbahce

Conforme o Sport Marketing anunciou no dia 21.05 (ver matéria arquivo Sport Marketing -Zico pode mudar de time), o Fenerbahce, da Turquia, deve contratar um novo técnico, já que não conseguiu chegar a um acordo com Zico. "Nós e Zico seguimos caminhos diferentes. Sabemos quem é o novo técnico. Assinaremos um contrato na semana que vem, em Istambul" - disse Aziz Yildirim, segundo o canal turco NTV. Nas últimas semanas, a mídia turca disse que houve desentendimentos durante a formulação do novo contrato de Zico, que já tinha demonstrado a intenção de deixar o cargo. O ex-jogador da seleção brasileira começou a trabalhar no Fenerbahce em julho de 2006, depois de comandar a seleção japonesa.

Redação Sport Marketing

Paddy Power patrocina Copa do Mundo Gay de Rugby

A agência de apostas irlandesa Paddy Power patrocinará mais uma edição da Copa Bingham, conhecida como Copa do Mundo Gay de Rugby. A agência, que "batiza" o evento, representa o maior patrocínio comercial de um evento gay baseado na Irlanda. A Copa Bingham Paddy Power é o maior evento esportivo internacional entre equipes que será realizado na Irlanda em 2008 e tem início em Dublin na próxima sexta-feira, 13 de junho. O torneio é segundo maior torneiro bienal do mundo de rugby amador com 15 jogadores. "É uma grande honra nos associarmos com aquele que é o maior evento esportivo entre equipes a ser realizado na Irlanda este ano. É também o maior patrocínio de um evento irlandês direcionado ao público gay e não vemos a hora de apoiar os rapazes para nos certificarmos que a Copa Bingham de 2008 será a maior e a mais bem-sucedida de todas". O torneio de Dublin que será realizado no campus da DCU (Dublin City University) deverá ultrapassar mais de 800 participantes. "A Paddy Power tem uma abordagem inovadora e arriscada do mercado. Estamos muito felizes por eles considerarem a Copa Bingham como uma boa parceria para eles, tanto em termos de seu potencial esportivo quanto do perfil do público. Esperamos que nossa parceria destaque ainda mais um evento que já é grandioso e ajude a torná-lo o maior e o melhor torneio de todos".

Redação Sport Marketing

Drama, discórdias e assédio nas novelas dos Ronaldos da bola

O nome Ronaldo tem sido protagonista e fonte de inspiração de várias novelas do futebol que estão agitando os torcedores internacionais e, principalmente, os gramados da Espanha, Brasil e Inglaterra. Também envolvida em todas as tramas, com um papel secundário, mas importante, está a marca Nike.

O roteiro da novela brasileira caracteriza-se pelo drama e por escândalos. O nome Ronaldo vem seguido pelo adjetivo Fenômeno, por mais uma triste contusão (entre várias outras que o jogador já passou) e por três travestis que tentaram manchar o nome do craque patrocinado pela Nike. (ver arquivo de matérias Sport Marketing - Fase nada fenomenal de Ronaldo ; Ronaldo perde primeiro contrato ; Ronaldo e Zidane juntos novamente pela ONU ; TIM nega fim de contrato com o Fenômeno; Ronaldo não é embaixador Unicef ).

Já a novela espanhola é mais agitada e caracteriza-se tem como temas a discórdia e a insatisfação. O nome Ronaldo aparece no diminutivo, Ronaldinho - o protagonista de baladas noturnas, insatisfação, pouco rendimento e que está sofrendo com a indiferença do Barcelona que autorizou o Manchester City a iniciar negociações com o atacante. "Estamos no início e não quero falar muito, mas o Barcelona nos autorizou a falar com ele" - disse o diretor executivo Garry Cook à BBC."Temos gente no Brasil falamos com ele, mas há muitas coisas para arrumar. Estamos longe de um acordo. Mas o que é importante é que ele quer vir e jogar. Quer mostrar ao mundo que é o maior", acrescentou Cook. "Necessitávamos saber se estava interessado, se não, não estaríamos na fase em que nos encontramos. Ronaldinho está interessado no City" - assegurou Cook, que também anunciou a contratação de Jô, do CSKA de Moscou.

(ver arquivo de matérias Sport Marketing - Barcelona ou Manchester City? A Nike quer uma decisão ; Ronaldinho Gáucho pede prá sair ; Mais um capítulo na novela Ronaldinho Gaúcho ; Ronaldinho diz não ao Chelsea ; Nike na frente das negociações de Ronaldinho Gaúcho ; Novela Ronaldiana; entre outras).

A novela inglesa parece ser a mais quente de todas. Tem pitadas de fofoca, obsessão, especulações e "propostas indescentes", protagonizadas pelo galã sensação do momento - Cristiano Ronaldo (foto). Mais cobiçado do que Demi Moore, Cristiano Ronaldo foi eleito o jogador mais bonito da EURO 2008 em uma pesquisa realizada pela empresa de produtos eletrônicos LG com 12.000 mulheres. Assediado dentro e fora dos campos, o Manchester United formalizou junto à FIFA uma reclamação sobre as supostas tentativas do Real Madrid de contratar o atacante Cristiano Ronaldo. "Ainda é cedo demais para dizer como trataremos dessa questão" - disse Pekka Odriozola, porta-voz da FIFA. "Primeiro, vamos analisar a natureza exata da reclamação. Depois, avaliaremos quais medidas adotar." O Manchester reclama que as declarações do Real a respeito de Cristiano Ronaldo visam convencer o jogador a romper o atual contrato. Na edição desta terça-feira, o jornal britânico ”The Times”, diz que o Real estaria disposto a pagar € 80 milhões (R$ 203 milhões) pelo jogador após o término da Eurocopa.

(ver arquivo de matérias Sport Marketing - Cristiano Ronaldo estrela do novo anúncio da Nike; Cristiano Ronaldo - o embaixador ; O Ronaldo que brilha; Cristiano Ronaldo 63.100 euros em cheque)

A Nike participa de todas as novelas e também está por trás dos roteiros das negociações. Nos bastidores da notícia, comenta-se que se o jogador português Cristiano Ronaldo, resolver ir para o Real, ele "pode ficar sem 29 milhões de euros" - afirmou a diretoria do clube inglês ao jornal espanhol As. Bryan Glazer, um dos cartolas do Manchester, está mantendo reuniões com gerentes da marca esportiva Nike para que esta estampe a marca "CR7" em casacos, calças e gorros. Caso o acordo seja fechado, Ronaldo receberia 120 mil euros por semana e "a cifra total que receberá do Manchester vai se aproximar daquela oferecida pelo Real Madrid". A empresa CR7 foi criada pelo português em 2006 e agora é administrada pelas irmãs, que também vendem artigos femininos. Já no caso de Ronaldinho Gaúcho, a fabricante americana de materiais esportivos estaria pressionando o jogador brasileiro a fechar com o Manchester City.

Redação Sport Marketing

Traffic fisga o peixe?

Primeiro foi uma parceria com o Palmeiras, depois terceirizou o futebol do Ituano, agora a Traffic que fisgar o Peixe! A empresa de marketing esportivo Traffic está prestes a acetar com mais um clube grande: o Santos. De acordo com as informações, o grupo não irá investir diretamente dinheiro, mas sim ceder jogadores. O presidente santista, Marcelo Teixeira, já confirmou o "namoro" com a Traffic, mas o acordo será assinado no segundo semestre.

Redação Sport Marketing