25 de mai de 2008

Michael Schumacher vira chefe

Michael Schumacher foi eleito chefe do Fundo de Desenvolvimento do Esporte a Motor da FIA. O fundo foi criado com a multa de US$ 100 milhões que a McLaren pagou pela espionagem no ano passado e irá distribuir recursos pelo mundo para ajudar jovens pilotos, além de ajudar a melhorar a segurança nas pistas e auxiliar a propagação do automobilismo nas nações emergentes. O heptacampeão mundial de F1 estará junto neste projeto com o presidente da FIA, Max Mosley; o presidente do Comitê de Competição de Automobilismo para os Estados Unidos, Nick Craw; o conselheiro da Ferrari, Jean Todt; e o diretor esportivo da Mercedes-Benz, Norbert Haug."Estou orgulhoso por poder apoiar o desenvolvimento da segurança no esporte a motor pelo mundo. Este fundo terá enorme contribuição para a segurança principalmente para os novos mercados" - disse Schumacher."Tentamos usar esta multa imposta à McLaren para trazer benefícios ao esporte. Estou satisfeito que o dinheiro será investido em um futuro seguro para o automobilismo" - comentou Mosley.

Redação Sport Marketing

Maria Sharapova endossa Tiffany

Maria Sharapova promete brilhar ainda mais nas quadras de Roland Garros. A atual nº1 do mundo usará brincos da joalheria Tiffany (foto) durante os jogos no torneio francês. A jóia (brincos Wave) tem design de Elsa Peretti e é feita em ouro 18k. Até o vestido de Sharapova, especialmente confeccionado para ela pela Nike em estilo vintage, terá um botão de pérola da Tiffany. O torneio marca o início da parceria entre a joalheria e Sharapova, que se estenderá pelos próximos dois anos e cobrirá os quatro eventos do Grand Slam: Wimbledon, Roland Garros, U.S. Open e Australian Open. Durante cada competição, a tenista usará brincos "Tiffany for Maria Sharapova", que serão vendidos nas lojas da marca em todo o mundo. Maria Sharapova também endossa relógios da Tag HEUER (ver matérias arquivo Sport Marketing). Os valores do acordo entre a tenista e a marca de jóias não foi revelado.

Redação Sport Marketing

Indy em Long Beach até 2013

A Fórmula Indy acertou contrato para competir no circuito de Long Beach até 2013. A prova fazia parte do calendário da Champ Car e estréia na série unificada no próximo ano. "Em 2009, a corrida irá comemorar 35 anos com uma nova era" - disse Jim Michaelian, presidente do evento em Long Beach. "Estamos muito felizes que a Indy irá continuar nossa tradição de ser a maior corrida de rua dos Estados Unidos". "Estamos satisfeitos que ótimos pilotos irão voltar às nossas ruas, como Hélio Castroneves, que venceu nossa corrida em 2001, Tony Kanaan e Scott Dixon" - ressaltou. Terry Angstadt, presidente da divisão comercial da Indy, também se pronunciou sobre o acordo. "Long Beach é uma pista histórica, de primeira linha, e toda a nossa organização está animada em ter a corrida como parte integral do nosso calendário". Os valores do acordo não foram divulgados.

Redação Sport Marketing

Agronegócio de olho em marketing esportivo

Visando criar estratégias de comunicação e marketing à altura da importância do setor, o presidente da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMR&A), Maurício Sampaio, pretende incluir o futebol nas próximas pesquisas sobre hábitos de produtores rurais em relação à mídia. Segundo Maurício Sampaio, um dos fatores que estimulariam o uso do futebol como ferramenta de marketing é o público. Outro é o fato de se tratar de dois setores que movimentam muito dinheiro. "O futebol pode dar boa visibilidade a um setor que tem um enorme potencial não só de marcas, mas de empresas que podem se unir para divulgar produtos. Pode até contribuir para a redução de restrições a produtos brasileiros" – considerou. Recentemente o Grupo CNH (Case/New Holland) apostou no potencial dessa parceria. No Brasil a marca estampa a camisa do Palmeiras. Na Itália, a New Holland marcou presença nas camisas da Juventus (Turim). A meta da ABMR&A é ampliar o espaço das empresas do agronegócio e o presidente considera o futebol pelas diversas possibilidades de exposição da marca, não se restringindo ao uniforme como placas de publicidade nos locais de jogo, ações em camarotes, endosso associando a imagem dos melhores atletas aos produtos em eventos de lançamento etc. Além do futebol, outras categorias como automobilismo, Stock Car e Fórmula Truck (corrida de caminhões) podem contribuir para bons resultados por serem campeonatos que rodam o Brasil.

Redação Sport Marketing