16 de mai de 2008

Yao Ming faz doação para vítimas de terremoto

O gigante chinês jogador de basquete Yao Ming fez uma doação de 185 mil euros para ajudar as vítimas do grave terremoto que assolou recentemente a China, mais precisamente em Sichuan, e que lançou o caos no país. Ming falou ainda ao site oficial da NBA, onde abordou o tema, apelando à comunidade internacional: “É difícil encontrar palavras para revelar o que sinto quando olho para as imagens de destruição e pânico em Sichuan. Lanço um apelo para que mais pessoas se juntem a nós para ajudar todos os que estão a sofrer em virtude deste sismo.” Yao Ming é uma das estrelas dos Houston Rockets e é um atletas chineses mais bem patrocinados da história. Yao Ming foi um dos condutores da Tocha Olímpica e tem contrato com grandes marcas como Reebok e Coca-Cola (ver matérias arquivo Sport Marketing).

Redação Sport Marketing

Patrocinador olímpico ajuda vítimas na China

A Air China, patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos de Beijing, alocou os melhores aviões jumbo para evacuarem os passageiros desamparados da província de Sichuan. No dia 15 de maio, 28 vôos partiram de Chengdu e mais outros 9 vôos foram arranjados especialmente para os serviços de socorro às vítimas. Devido à congestão no aeroporto de CTU e o sistema de navegação ter sido afetado, a Air China ajustou aviões de grande porte incluindo A330 e B777 para transportarem as pessoas restantes. Portanto, o total do volume de passageiros transportados não mudou apesar da freqüência ter reduzido. Mais 9 vôos que partiram de Chongqing coletaram passageiros de Jiuzhaigou. Os passageiros que compraram passagens da Air China indo ou vindo de Chengdu, Chongqing, Jiuzhaigou, Mianyang, Yibin, Xichang, Panzhihua, Luzhou, Dazhou e Wanxian ou vôos internacionais entre diferentes empresas aéreas e que viajaram após 12 de maio podem fazer reserva novamente ou serem reembolsados gratuitamente. A Air China informará os passageiros sobre as mudanças nos horários dos vôos através de canais. A Air China também sugere aos passageiros que liguem para 4008100999 para obterem informações sobre os vôos em tempo real. Além disso, após receber tarefas de socorro especiais na noite de 14 de maio, a Air China respondeu rapidamente alocando 9 aviões para carregarem as tropas de salvamento para Sichuan partindo de Zhengzhou. Na manhã do dia 15 de maio, 3000 soldados foram enviados a Chengdu imediatamente para socorrerem as vítimas.

Redação Sport Marketing