6 de mai. de 2008

Mercado: Oi lucra R$ 486 milhões

A Oi registrou lucro líquido de R$ 486 milhões no primeiro trimestre de 2008, alta de quase 42% em comparação ao mesmo período do ano passado. A receita líquida subiu 4,3%, para R$ 4,5 bilhões.O Ebitda da Oi no primeiro trimestre atingiu R$ 1,65 bilhão, com aumento de 14% em relação ao mesmo período de 2007. A margem Ebitda, na mesma comparação, passou de 33,7% para 36,7%. Dos R$ 4 bilhões que a companhia planeja investir ao longo de 2008, foram realizados R$ 645 milhões no primeiro trimestre, o que representa um aumento de 87,5% em comparação a igual período de 2007. A maior parte dos investimentos destinaram-se a telefonia fixa, e 22% voltou-se a telefonia móvel, com destaque para infra-estrutura de banda larga.A Oi fechou o primeiro trimestre com 33 milhões de usuários, sendo 14 milhões em telefonia fixa, 17,3 milhões em telefonia móvel e 1,6 milhão em banda larga.Em 25 de abril, a Oi confirmou a aquisição da Brasil Telecom, por R$ 5,8 bilhões. O negócio, que formará a maior companhia de telecom, de capital nacional, depende de aprovação dos órgãos reguladores e mudanças nas regras da telefonia brasileira.

Redação Sport Marketing

Londres 2012 revela custos

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, divilgou o nome das empresas que ficarão encarregadas pela construção dos equipamentos olímpicos e, também, o custo! O estádio olímpico e o centro aquático, são as duas instalações mais importantes dos Jogos de 2012. O estádio, com capacidade para 80 mil pessoas, teve o orçamento avaliado em 621 milhões de euros. Um consórcio formado pela empresas Sir Robert McAlpine, HOK Sport e Buro Happold ficará encarregado pelas obras. A construção do centro aquático, com capacidade para 17.500 pessoas, e a passarela que servirá como principal entrada para o local, custará de 379,3 milhões de euros. A construção do centro de natação foi avaliada em 303 milhões de euros (242 milhões de libras) e será administrada pela Balfour Beatty. A capacidade da instalação será reduzida para 2.500 assentos após o evento. O orçamento do velódromo, que ainda não tem construtora responsável será de 100 milhões de euros.

Redação Sport Marketing

Troca troca de patrocinadores no uniforme da Macaca

Os patrocinadores master da Ponte Preta trocaram de lugar no novo uniforme Diadora com o qual o time irá disputar a Série B do Brasileirão. A Sika Impermeabilizantes saiu do peito e das costas e foi para as mangas, espaço que era ocupado pelo laboratório EMS. A Fym Motos permanece nas meias. Já a Lupo não renovou o patrocínio. Inspirada no estilo italiano, a fornecedora do material esportivo da Macaca, confeccionou a camisa número três que será usada em partidas contra adversários que não tenham as cores preta e branca. Isso porque o uniforme é "dividido ao meio" na diagonal. O preto fica na parte superior e o branco na inferior.

Redação Sport Marketing

Volkswagen assina contrato milionário com DC United

A Volkswagen assinou um contrato milionário com o DC United. O time que disputa o Campeonato Americano de Futebol terá o patrocínio garantido da montadora alemã nos próximos cinco anos. Kevin Payne, presidente do clube, afirmou à Agência Efe que os valores da parceria são superados apenas pelo acordo que o Los Angeles Galaxy, time do inglês David Beckham, assinou com a empresa Herbalife em 2007. O atacante brasileiro Luciano Emilio é uma das estrelas da equipe de Washington, que não divulgou o valor do patrocínio. Fontes ligadas ao DC United afirmam que a montadora alemã pagará mais de US$ 3 milhões por ano, enquanto o time de Beckham receberia cerca de US$ 5 milhões anualmente da Herbalife. Além disso, Payne afirmou que a Volkswagen assinará um acordo de patrocínio individual com o meia argentino Marcelo Gallardo. Entre as iniciativas dirigidas aos torcedores, a parceria prevê a construção de um espaço com capacidade para mil pessoas. O local terá videogames, poltronas de relaxamento e exposição de veículos.

Redação Sport Marketing

Portuguesa agora é da Penalty

A griffe brasileira Penalty é a mais nova fornecedora de material esportivo da Portuguesa. A apresentação dos novos uniformes confeccionados pela Penalty, que serão usados no Campeonato Brasileiro, acontecerá na próxima quinta-feira, em um evento especial para convidados na Casa de Portugal. A Portuguesa é o sexto time brasileiro a utilizar material esportivo produzido pela Penalty nesta temporada. Os outros são Paraná Clube, Juventude, Vitória, Rio Preto e Treze.

Redação Sport Marketing

França mela maiô LZR Racer Speedo

Um estudo realizado na França pelo Instituto Francês de Investigação Biomédica e Epidemiológica do Esporte afirmou que o maiô modelo LZR Racer Speedo, desenvolvido com tecnologia da Nasa para os Jogos Olímpicos de Beijing, melhora em 2% os tempos dos nadadores que o utilizarem. "O traje de banho permite melhorar em 2% os tempos fixados anteriormente. Podemos imaginar que se possa nadar os 100m livre em 46s e os 50m em 20s50" - afirmou Jean-Franóis Toussaint, diretor do Instituto. Até agora, ao todo, o modelo da Speedo foi usado em 18 dos 19 recordes mundiais estabelecidos, desde que foi lançado em fevereiro (ver matéria arquivo Sport Marketing Michael Phelps no rastro de Spitz e Speedo lança novos modelos olímpicos - 12.02.2008). Os novos maiôs modelo LZR Racer, aprovados pela FINA (Federação Internacional de Natação), sob a afirmação de que não havia provas científicas que provassem a influência do traje que têm sido motivo de controvérsias em todo o mundo.

Redação Sport Marketing

Fila running contra o tempo

A Fila, marca esportiva italiana, lançou um novo site. O portal é voltado para atletas e amadores de running, com a meta de aumentar o consumo destes produtos e levar informações sobre eventos promovidos ou patrocinados pela marca. O site oferece um programa que acompanha a evolução no treino do usuário, onde o internauta pode acompanhar a quilometragem percorrida e as marcas alcançadas. Para participar basta se cadastrar http://www.corredoresdeverdade.com.br/ .O foco da Fila é ativar a marca e gerar discussões e dicas sobre o esporte.

Redação Sport Marketing

COI alerta atletas e impõe censura velada

O IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI) redigiu um documento, que foi entregue a todos os CONs - Comitês Olímpicos Nacionais proibindo qualquer tipo de manifestação dos competidores durante os Jogos. A carta enviada pela entidade internacional explica a regra 51.3 do capítulo no qual é dito que "nenhum tipo de demonstração de propaganda política, religiosa ou racial é permitido em qualquer local, sede ou outros áreas ligadas aos Jogos". No comunicado, o COI explica que "a conduta dos participantes inclui as reações, atitudes e manifestações dele ou de um grupo de pessoas em todos os locais ligados aos Jogos, e não está limitada a aparência externa, vestuário, gestos e documentos escritos ou falados. Como em todos os Jogos Olímpicos, esta conduta precisa condizer com as leis do país-sede". A intenção da entidade é evitar cenas como a dos Jogos de Cidade do México em 1968, conforme antecipou o Sport Marketing em matéria do dia 04.04.08 (ver arquivo Sport Marketing - Atletas franceses se inspiram nos Black Panthers (Panteras Negras), quando os norte-americanos Tommie Smith e John Carlos fizeram gestos alusivos ao grupo Panteras Negras no pódio dos 200 m rasos. O documento do COI lembra que a decisão não se trata de uma censura, mas para reforçar uma regra. "É preciso usar o bom senso de todos os atletas e participantes para mostrar respeito com todos os competidores, incluindo o país-sede. Os Jogos são um grande festival esportivo e não um espaço para diferentes tipos de manifestações políticas sobre conflitos armados, diferenças regionais, disputas religiosas e muitos outros" - disse o comunicado que chegou na nossa redação. O documento, entretanto, não deixa claro quais serão as punições para quem transgredir a regra 51.3 citada no documento. No mês passado, o presidente do COI, Jacques Rogge, explicou que os atletas deveriam ter bom senso nas manifestações, mas teriam liberdade para dar opiniões. "Liberdade de expressão é um valor absoluto. São os direitos humanos e os atletas têm isso" e, recentemente, o comitê de atletas do COI solicitou aos participantes dos Jogos que evitem protestos durante o evento.

Redação Sport Marketing

Keirrison sem destino definido

A novela envolvendo a contratação do atacante sul-mato-grossense Keirrison pelo Palmeiras ganhou mais um capítulo. O Coritiba pediu 1 milhão de euros (cerca de R$ 2,57 milhões) pelos 20% que possui do vínculo doo jogador. A Traffic, parceira do Verdão, só aceita pagar R$ 1 milhão para o Coxa, que ainda pediu as contratações do volante Sandro Silva, que vai ficar no Alviverde e Vandinho, que quer continuar no Avaí. Ambos tem contrato com a empresa de marketing esportivo. Segundo o coordenador de Futebol do Coritiba, Paulo Jamelli, o artilheiro do Campeonato Paranaense tem contrato até abril de 2009 com o time. Em novembro de 2008, o jogador poderá assinar pré-contrato com outro clube, e assim o Coritiba não receberia nada pela transferência.

Redação Sport Marketing

TIM nega fim de contrato com o Fenômeno

A TIM negou a notícia publicada pelo colunista Ancelmo Góis, do jornal "O Globo" a qual afirmava que a operadora teria rescindido contrato com Ronaldo em detrimento ao escândalo sexual no qual o Fenômeno se envolveu com três travestis. "Considerando as circunstâncias envolvendo o jogador Ronaldo, a Tim não vê motivos para o cancelamento do contrato com o craque" - disse a assessoria da empresa ao portal "Meio & Mensagem". O jogador cujo acordo com o Milan está prestes a terminar, ainda tem a receber operadora de telefonia celular até o final do ano aproximadamente US$ 3 milhões. O valor total do acordo está estimado em US$ 4,8 milhões. Nike, Ambev, Crescina e Santander são as outras empresas que Ronaldo também endossa. Os travestis Andréia e Carla deram prá traz no depoimento na 16ª DP e após três horas, os dois contaram para o delegado-titular Carlos Augusto Nogueira que não houve sexo e muito menos consumo de drogas com Ronaldo.

Redação Sport Marketing

Mercado: Claro navegador

Os clientes Claro já podem consultar e localizar endereços ou pontos de interesse pelo celular, em qualquer lugar, com segurança e agilidade com o Claro Navegador. Com o Claro Navegador, que pode ser executado com ou sem GPS, é possível consultar mapas, traçar rotas de origem e destino, além de localizar pontos de interesses (POI). Assim que acionado, é possível localizar destinos como shoppings, bares, restaurantes, aeroportos, hotéis, bancos, entre outros. Com isso, o serviço torna-se útil também para clientes que estão sempre em trânsito ou aos que procuram diversas formas de lazer em grandes centros urbanos como os que já têm a cobertura do Claro Navegador. O dispositivo, desenvolvido pela Tecnet, empresa responsável pela criação de soluções para telecomunicações, funciona também como guia para que o usuário que não sabe como chegar a determinados pontos da cidade possa traçar rotas de origem e destino, por meio da função Navegação. Uma voz orienta o caminho a ser percorrido. Se mesmo assim ele se perder, poderá acessar Consulta de Mapas para identificar e chegar ao endereço desejado. No caso de precisar localizar o ponto exato de determinada frota durante o processo de transporte de cargas, por exemplo, basta acionar a função Rastreamento. Entre as funcionalidades também existe o Onde Estou, que aponta a localização do equipamento, por meio de coordenadas traçadas pelo GPS. O rastreamento pelo Claro Navegador deve ser acionado pela pessoa rastreada e é realizado por uma página na Internet, a partir da qual é possível rastrear um ou mais celulares, desde que previamente autorizado. Esta página também permite que o cliente veja o histórico dos locais por onde passou e as rotas solicitadas. No âmbito corporativo, com uma frota, por exemplo, é possível dar um endereço e o site aponta os veículos que estão mais próximos do local. Possibilitando acionar o veiculo mais próximo.“O lançamento do dispositivo Claro Navegador reforça a posição da Claro como a operadora que, sempre atenta às necessidades dos clientes, é a que mais investe em inovação de serviços com a marca” - afirmou Fiamma Zarife, diretora de Serviços de Valor Agregado e Roaming da Claro. Para usar Claro Navegador, basta adquirir o serviço via portal WAP e seguir as instruções no Portal Claro Idéias (www.claroideias.com.br). O cliente pode optar por um dos três planos oferecidos pela operadora, sendo: Diário (R$ 6,90), Semanal (R$ 19,90) e Mensal (R$ 32,90). O serviço pode ser adquirido via portal WAP e já está disponível para vasto portifólio de aparelhos compatíveis como Nokia (3250, E61, E62, N73, N76 e N95) e Sony Ericsson (K550I, K750I, K790I, K850, W300I, W580I, W600I, W710I, W800I, W810I, W880, Z530I e Z750). Claro Navegador já está disponível inicialmente para usuários que residem em São Paulo (capital), Grande S. Paulo (Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Guarulhos, Itaquaquecetuba), ABC Paulista (Santo André, São Bernardo, São Caetano do Sul, Diadema e Mauá), Baixada Santista (Cubatão, Guarujá, Santos e São Vicente) e interior de São Paulo (Campinas, Campos do Jordão, Jandira e Jundiaí). O serviço já pode ser adquirido também nas cidades do Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte, Betim e Contagem (MG), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Ilhéus, Salvador e Porto Seguro (BA), Vitória (ES), Recife (PE), João Pessoa (PB), Natal (RN), Brasília (DF), Rio Branco (AC), Manaus (AM) e Belém (PA). Em breve, haverá novas localidades.

Redação Sport Marketing

Nike, o pêlo no ovo do Urubu

A diretoria do Flamengo continua procurando pêlo em ovo com relação à Nike e deixando a relação com a marca americana de materiais esportivos cada vez pior. Se por um lado, a torcida do Flamengo adorou o lançamento antecipado da camisa comemorativa ao título carioca antes do último jogo da final, a alta cúpula do clube trinta vezes campeão carioca, não gostou da iniciativa da Nike e segue tentando usar esse fato como argumento para romper o contrato. A Nike, por outro lado, reafirmou apoio incondicional ao Flamengo e prometeu investigar os motivos que provocaram o lançamento da camisa comemorativa antes da decisão com o Botafogo. A assessoria de imprensa da marca divulgou nota dizendo que o erro foi um “caso isolado” em duas lojas, uma no Rio de Janeiro e a outra em São Paulo, mas que nada afeta a relação entre a empresa e o clube. A empresa ainda reafirmou o desejo de cumprir o contrato até o encerramento, em junho de 2009. O advogado do Flamengo, Michel Assef, que chegou a garantir que o clube romperia contrato com a multinacional esportiva por estar insatisfeita, disse que seria o caso até do time carioca pedir indenização pelos danos morais sofridos com o lançamento antecipado. “A Nike nos deixou numa situação muito delicada. Essa camisa antes do jogo foi uma descortesia com o Botafogo. Uma atitude arrogante, que não nos foi comunicada. Isso possibilita a rescisão. Vamos imediatamente comunicar a Nike que estamos rescindindo o contrato. Além disso, vamos exigir uma compensação por perdas e danos morais, porque a imagem do clube ficou arranhada”, disse Asseff à Rádio Bandeirantes.

Redação Sport Marketing

Seis empresas se interessam no futuro da Fonte Nova

Das oito empresas que manifestaram interesse em apresentar estudos sobre o projeto arquitetônico do futuro Estádio Octávio Mangabeira, seis já foram autorizadas pelo governo da Bahia, por meio da Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). Com a autorização, publicada no Diário Oficial do Estado, as empresas KPMG SF, Urplan Grupo de Planejamento, Urbanismo e Arquitetura Ltda, Tecnosolo S.A., Setepla Tecnometal Engenharia Ltda, Ernst & Young Associados e a Ponto Z Arquitetura, Paisagismo e Consultoria têm, agora, um prazo de até 45 dias para enviarem propostas para o aproveitamento do equipamento esportivo. Uma sétima empresa, a Consórcio Plurisport, também pode entrar caso encaminhe à Setre, a documentação complementar solicitada, como nome e CNPJ de empresa líder, diretores responsáveis e relação de serviços já executados. A companhia que teve o pedido negado por não atender a todos os requisitos da seleção é de origem alemã. Os estudos servirão de subsídios para um novo modelo institucional de gestão e operação da Fonte Nova e da área entorno.

Redação Sport Marketing

Bahia apresenta uniformes Lotto

O Bahia apresenta a nova coleção de uniformes Lotto. Os jogadores Marcone, Elias, Alison e Darci desfilarão com as camisas de jogo número 1 e 2, além de roupas para concentração, treino, goleiro e agasalhos. O Esquadrão terá também um terceiro uniforme, mas ainda não será lançado na cerimônia. A parceria com a italiana Lotto vigora desde 1º de abril e se estende até dezembro de 2011 _ abrange os nove meses que faltam do mandato do presidente Petrônio Barradas e vigora na gestão seguinte. Extra-oficialmente, R$1,2 milhão/ano: R$900 mil material e R$300 mil, dinheiro. A coleção engloba uniformes de treino, jogo, viagem e concentração, além de outros 30 itens de vestuário e
acessórios. As novidades são os detalhes na costura das camisas e a gola pólo. A pedido da torcida, o símbolo do clube retorna ao lado esquerdo do peito. Por enquanto, apenas uniformes 1 e 2, mas a empresa promete terceira camisa em breve, também como estratégia contra a pirataria. Produtos alternativos com preços mais acessíveis estão nos planos, mas sem comercialização imediata. As camisas custarão entre R$139 e R$159 nas casas de material esportivo. Em compensação, o diretor da Lotto promete produtos com qualidade idêntica ou superior à disponibilizadas para clubes como Fiorentina, Udinese, Palermo (Itália), Pumas (México), ou San Lorenzo (Argentina), todos apoiados pela empresa. Oito empresas manifestaram interesse no fornecimento de material esportivo em substituição à Diadora, mas a Lotto apresentou as melhores condições, segundo o diretor de marketing do clube, Marco Costa. Vantagens financeiras não divulgadas, mais ações promocionais, de marketing, realização de eventos, além da parceria na montagem da loja física do Bahia. “Temos interesse que a loja esteja pronta o mais rápido possível” - garantiu João Augusto Simone, diretor de operações da empresa no Brasil. A grife opera os estabelecimentos de Atlético-MG, Coritiba, Goiás e Sport, outros parceiros no país. O Bahia conseguiu ponto comercial no Aeroclube, mas o embargo do empreendimento e a visibilidade requerida apressam a procura por outro espaço. Os planos ainda incluem quiosques do clube em Salvador e no interior.

Redação Sport Marketing

Criciúma de uniforme e patrocínio novos

A direção do Criciúma Esporte Clube apresentou os novos uniformes da marca Penalty. O uniforme número 1, como era esperado, manteve as cores tradicionais preta, amarela e branca em listras horizontais, com calção preto e meias pretas. O uniforme 2 continua sendo todo branco. Outra boa notícia foi o repasse de R$ 460 mil do Governo do Estado, dinheiro este que será utilizado para a construção das novas cabines de imprensa. Foi anunciado ainda o novo patrocinador do clube: a Librelato, de Orleans, terá a marca estampada na parte de trás da camisa, logo abaixo do número.

Redação Sport Marketing

Mercado: TIM tem prejuízo de R$ 107,93 milhões no 1º trimestre

A TIM Participações encerrou o primeiro trimestre do ano com perdas. Segundo balanço divulgado o prejuízo líquido foi de R$ 107,9 milhões. No mesmo período em 2007, o prejuízo foi de R$ 19,5 milhões. De acordo com a empresa, esses números negativos se devem ao aumento na provisão para devedores duvidosos que atingiu R$ 271,7 milhões, equivalente a 9,6% da receita líquida de serviços (versus 6,5% no primeiro trimestre de 2007). A empresa, segunda maior operadora de telefonia celular do País, segundo ranking a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), teve geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de R$ 535,36 milhões. No mesmo período de 2007, o Ebitda havia sido R$ 664,05 milhões. A margem Ebitda encerrou os três primeiros meses do ano em 17,9%, contra 23,4% um ano antes.

Redação Sport Marketing

Adidas aumenta lucros 32% no primeiro trimestre

A Adidas, líder européia no mercado de artigos esportivos, registou lucros de 169 milhões de euros (US$ 262 milhões) no primeiro trimestre, um aumento de 32% no lucro líquido do primeiro trimestre de 2008 com relação ao ano passado. De acordo com o anúncio da empresa alemã, segunda maior fabricante do mundo, o desempenho positivo ocorreu graças a cortes de despesas e ao benefício proveniente da forte taxa de câmbio euro-dólar nos negócios com fornecedores. Já a Reebok, adquirida pela Adidas em 2005, apresentou uma redução de 22% nos pedidos do primeiro trimestre de 2008, em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com Herbert Hainer, chefe-executivo da Adidas, a companhia está preparando um plano de reposicionamento da marca Reebok. A aquisição da Reebok, em 2006, deu à Adidas mais poder de negociação com fornecedores, factor que juntamente com o aumento de lojas próprias impulsionou o balanço do grupo alemão.

Redação Sport Marketing

Palmeirenses terão DVD do Paulistão 2008

Os torcedores do Verdão poderá levar prá casa e estender a felicidade da conquista do Campeonato Paulista de 2008. Será lançado um DVD comemorativo do Palmeiras com cenas e imagens dos bastidores do time, momentos de lazer dos jogadores, viagens da equipe, concentrações e preleções do elenco de Vanderlei Luxemburgo durante todo o Campeonato Paulista. O Palmeiras contará com a parceria do diário esportivo Lance! e da Traffic, empresa de marketing esportivo que investe no clube, para a conclusão do projeto. Além disso, o departamento de marketing do Palmeiras também estuda com a Fiat, atual patrocinador, a criação de uma camisa comemorativa para festejar o título do Paulistão 2008, que poderá ser vendida com uma faixa de campeão com o nome de todos os jogadores, comissão técnica e diretoria. Os novos projetos deverão ser lançados dentro de alguns dias.

Redação Sport Marketing

Ronaldo não é embaixador Unicef

Em comunicado distribuído à imprensa, a Unicef afirmou que o jogador Ronaldo Fenômeno não é embaixador do Fundo das Nações Unidas para a Infância. O atleta do Milan, que vive os reflexos de um escândalo ao ter se envolvido com três travestis, está em Angra dos Reis, onde se recupera de uma lesão no joelho e d euma forte depressão. "Em razão de informações imprecisas veiculadas nos últimos dias, esclarecemos que o jogador Ronaldo não é e nunca foi embaixador do UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e não tem qualquer vínculo oficial com esta agência. Aproveitamos para agradecer o apoio de toda a sociedade aos projetos e ações do Unicef em defesa dos direitos das crianças e adolescentes brasileiros" - esclareceu a nota assinada por Kent Page, chefe da assessoria de comunicação do Unicef Brasil.

Redação Sport Marketing

Sempre Torcedor do Paraná

O Paraná lançou o primeiro plano de sócio torcedor da história do clube. As mensalidades do Sempre Torcedor, variam de R$ 23 a R$ 73, conforme o local na Vila Capanema. A taxa de adesão custa R$ 19,90. Quem aderir não precisa mais comprar ingressos.A diretoria espera que 5 mil torcedores adquiram o plano até o final de 2008. O Paraná atualmente conta com 7 mil sócios olímpicos. O lançamento do Sempre Torcedor — acompanhado do lançamento do terceiro uniforme, predominantemente azul — contou com a presença de cerca de 1.000 pessoas na Sede Social. O clube investiu cerca de R$ 100 mil nesse projeto. Os principais gastos foram o sistema de informática para colocar o plano em prática, o treinamento de funcionários e a contratação de pessoal para atendimento – custos que, segundo a diretoria, justificam a taxa de adesão. “Não é um pacote de ingresso. Com o Sempre Torcedor, o clube vai se relacionar de maneira mais próxima com o torcedor” - declarou o vice-presidente de marketing do Paraná, Marcelo Romaniewicz. Os outros benefícios, além do ingresso, são descontos em produtos nas lojas do clube, uma nova rede de descontos em estabelecimentos (como restaurantes e lojas), conteúdo exclusivo no site oficial e notícias por e-mail. O plano de sócio torcedor faz parte do primeiro projeto de marketing da história do clube, o Sempre Paraná, apresentado em março.

Redação Sport Marketing

O fim da agrura da Super Aguri na F1

A falta de patrocínio e os graves problemas financeiros levaram a Super Aguri, dos pilotos Takuma Sato e Anthony Davidson, a retirar-se da F1. Um dia após os caminhões de apoio da equipe terem sido impedidos de entrar no circuito de Istambul, onde no próximo domingo se disputa a quinta prova da temporada, o dono da escuderia japonesa, Aguri Suzuki decidiu cessar toda a atividade. A equipe somou dívidas superiores a 60 milhões com a Honda. Agora o circo segue com apenas 10 equipes.

Redação Sport Marketing